Mostrando postagens com marcador #Astronomia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #Astronomia. Mostrar todas as postagens

Enorme asteroide está se aproximando da Terra a altíssima velocidade (HOAX?) é hoje e nada aconteceu!

UFOOVNI 07

Um asteroide potencialmente perigoso de 300 metros de diâmetro se aproxima do nosso planeta, segundo afirmam astrônomos da Universidade Federal dos Urais, citado pelo portal URA.

-

O corpo celeste, batizado de 441987 2010 NY65, sobrevoará a Terra no dia 24 de junho às 02h38 (20h38, 23 de junho, no horário de Brasília) a uma velocidade de 45.648 km/h e se aproximará a uma distância mínima de 3 milhões de quilômetros.
-
O asteroide 441987 foi descoberto em 10 de julho de 2010 por meio do telescópio WISE, da NASA. Em caso de colisão com a Terra, o asteroide poderia causar destruições em massa, bem como inúmeras vítimas mortais.
-
Anteriormente, a queda do lendário meteorito de Chelyabinsk que tinha um diâmetro cerca de 20 vezes menor do que o 441987, ocorrida na Rússia em 15 de fevereiro de 2013, deixou mais de 1.400 feridos, bem como danos materiais no valor de cerca de 16,7 milhões de dólares (R$ 55,8 milhões).
-
FONTE
-

-
leia mais...

Nosso Sistema Solar pode ser composto por dez planetas e não oito, sugere estudo

UFOOVNI 05
O Sistema Solar não foi mais o mesmo desde que Plutão foi rebaixado à condição de planeta anão – muitas apostas caíram por terra desde que a decisão foi tomada. No ano passado, porém, cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia sugeriram que pode haver um Planeta número nove por aqui e talvez, ainda, um décimo. A equipe afirmou que esse planeta parece deter dez vezes a massa da Terra e que vem se escondendo nos rincões mais remotos do nosso Sistema Solar – muito além da órbita de Plutão.
-
No momento da descoberta, o pesquisador Mike Brown, que participou do trabalho, observou que a existência de um nono planeta é bastante possível. Em seu Twitter, escreveu: “Olá, fãs do Planeta Nove! Um novo e excêntrico KBO foi descoberto. E ele está exatamente onde o nono planeta deveria estar”. Além disso, diz ele, o novo objeto “traz uma probabilidade abaixo de 0,001% de se tratar de uma mera coincidência estatística”.
-
Descobertas semelhantes surgiram com relação a novos planetas anões. Localizado a cerca de 13,7 bilhões de quilômetros de distância do Sol, o corpo planetário 2014 UZ224 mede cerca de 530 quilômetros de diâmetro e leva aproximadamente mil e cem anos até completar a sua órbita. E assim, nosso menor cantinho do cosmos tem se mantido em fluxo constante.
-

Movimentos no Cinturão

-
Kathryn Volk e Renu Malhotra, da Universidade do Arizona, notaram movimentos estranhos no Cinturão de Kuiper. Segundo eles, esse movimento poderia sugerir a existência de um décimo planeta. Para clarear um pouco: objetos no Cinturão de Kuiper estão localizados a uma longa distância de outros grandes corpos do Sistema Solar. Por esse motivo, a influência gravitacional dos planetas maiores não os afeta (ao menos, não em um grau mensurável). No entanto, seus movimentos ainda podem ser previstos, graças a inspeções celestes e a uma série de tecnologias avançadas.
-
Notavelmente, se essas previsões não baterem, isso pode significar a existência de outro objeto – um corpo também maior – para além da nossa visão, cuja gravidade impactaria o movimento dos objetos no Cinturão de Kuiper.
-

Mais perto de casa

-
A busca pelo Planeta Nove levou cientistas a acreditarem que sua órbita gira a 700 Unidades Astronômicas (UAs) de distância do Sol. No entanto, Volk e Malhotra defedem que esse décimo planeta poderia estar muito mais perto, já que a órbita dos corpos do Cinturão de Koiper deslocou-se pouco além de 50 UA. Eles também afirmam que, em termos de tamanho, o planeta é comparável a Marte.
-
Outros astrônomos, no entanto, são menos rápidos em abraçar nessa linha de pensamento. Alessandro Morbidelli, do Observatório da Côte d’Azur localizada em Nice, na França, disse à New Scientist: “Tenho muitas dúvidas que um planeta tão próximo e tão brilhante permaneça despercebido”.
-
Ainda assim, Volk está confiante quanto às descobertas, que devem ser publicadas na revista The Astronomical.
-
“Teria que ser uma coincidência muito grande para que elas não tenham respaldo na realidade”, disse. “Acreditamos que haja um sinal legítimo ali, e isso implica um planeta adicional”.
-
A descoberta de novos corpos no Cinturão de Kuiper pode contribuir para reforçar ou desconsiderar essa pesquisa. De qualquer forma, nossa pequena família solar continuará a crescer por meio dessas relações a longa distância.
-
Fonte [Futurism]
leia mais...

Viagem por uma nebulosa

Viagem por uma nebulosa
Viagem por uma nebulosa:
-
" as nebulosas são regiões do meio interestelar, constituídas por gases (principalmente de hidrogênio e Hélio) além de elementos químicos em forma de poeira cósmica. Têm uma importância cosmológica notável porque muitas delas são os lugares onde nascem as estrelas por fenómenos de condensação e agregação da matéria; noutras ocasiões, trata-se dos restos de estrelas já extintas ou em vias de extinção ".
-
-
By Jhero
-
Filmes, Vídeos, Clips, musicas de diversos estilos, vídeos ta na na net, fraguantes, noticias e revelando verdades ocultas
-
http://feeds.feedburner.com/OriginaisVdeos
http://feeds.feedburner.com/OriginaisWorld
leia mais...

Asteroide pode colidir com a Terra?: Cientistas emitem alerta

asteroide colidir com a Terra 01
Uma chuva de meteoros conhecida como Táuridas está se aproximando da Terra, e corremos o risco de ser atingidos por ela. O alerta foi feito por astrônomos da Academia Checa de Ciência, após analisar o total de 144 bólides, que são grandes meteoros que podem explodir na atmosfera.
-
Em trabalho publicado com institutos astrônomos da Áustria e Eslováquia, a Academia Checa dá indícios de que dois meteoros, chamados 2015 TX24 e 2005 UR, com diâmetros entre 200 e 300 metros, podem se fundir e se transformar em um asteroide.
-
Na classificação da União Internacional Astronômica, os dois meteoros são vistos como “potencialmente perigosos”.
-

O que acontece se um asteroide atingir a Terra?

-
asteroide colidir com a Terra 02
O impacto do asteroide na Terra pode ser devastador.
De acordo com estimativas de cientistas e geofísicos, uma vez que atinge a Terra, imediatamente sobe uma poeira de nuvens que cobre boa parte do planeta, bloqueando parcialmente a luz do Sol.
-
Usando o meteoro 4581 Asclepius, que em 1989 quase atingiu o nosso planeta, com cerca de 800 metros de diâmetro, o impacto é de 10 bombas de Hiroshima. Com um asteroide formado por dois meteoros entre 200 e 300 metros, é de se esperar a metade dessa força atingindo nosso planeta.

Chuva de meteoros na Terra

asteroide colidir com a Terra 03
-
Desde que os astrônomos suspeitaram da atividade da Táuridas, passaram a monitorá-la constantemente.
-
Entre outubro e novembro de 2016, essa chuva de meteoros passou perto do nosso planeta, deixando pra trás o cometa Encke.
-
Agora, essa chuva tem aglomerado meteoros numa região próxima ao Sol.
“Provavelmente, esse conjunto inclui muitos asteroides não detectados com diâmetro de dezenas de metros, talvez maior”, disseram os astrônomos checos em comunicado oficial.
-
Diante disso, “a probabilidade de colisão de um objeto maior [com a Terra] é marcadamente maior”.
-
Os cientistas ressaltam, porém, que os asteroides são frágeis. O risco é que eles adquiram força o suficiente para penetrar a atmosfera do nosso planeta.
-
Segundo os checos, as chances de isso acontecer cresceram nos últimos anos, mas alertam que são necessários mais estudos para ver se essa chuva de meteoros realmente causaria estragos na Terra.
leia mais...

Os especialistas conseguiram identificar a origem dos enigmáticos sinais alienígenas

Neutron-Star-artists-impression

Os especialistas conseguiram identificar a origem dos enigmáticos sinais alienígenas para um viveiro estelar localizado a 2,4 milhes de anos-luz da Terra. Os astrônomos dizem que esta é uma descoberta extraordinária ".

-

De acordo com especialistas, as enigmáticas explosões de rádio - que não passam mais de alguns milissegundos - são originárias de estrelas de nêutrons extremamente inferiores que perderam 20 quilômetros na constelação de Auriga.

-

"É uma galáxia extraordinária", diz  Dale Frail,  do Observatório Nacional de Rádio Astronomia no Socorro, no Novo México. "Em relação ao seu tamanho pequeno, faz estrelas a uma taxa prolífica".

-

Grandes progressos foram feitos na detecção de Rádios de Rádio Rápidos. Na verdade, até recentemente, não fazíamos qualquer ideia de se esses sinais misteriosos se originavam em nossa galáxia ou em outro lugar no universo.

-

No entanto, em janeiro de 2017, os especialistas fizeram um dos maiores obstáculos: descobriram o lar de uma explosão de rádio rápida chamada FRB 121102: em uma galáxia relativamente pequena localizada na Constellation Auriga, 2,4 mil milhões de anos-luz da Terra.

-

Mas as coisas ficaram ainda melhores agora quando se trata de FRBs.

Especialistas do Instituto Holandês de Radioastronomia em Dwingeloo usaram o Telescópio Espacial Hubble para estudar a galáxia em questões.

-

"As observações do Hubble nos permitem obter uma imagem muito nítida", disse  Shriharsh Tendulkar,  da Universidade McGill, em Montreal, Canadá, ao New Scientist . "Há um ponto muito brilhante da formação estelar, e este FRB está cheio de dentro".

-

De acordo com especialistas, o viveiro de estrelas está localizado nas bordas mais externas da galáxia, que tem um diâmetro de cerca de 20 mil anos-luz. O viveiro sozinho é de cerca de 4.400 luzes.

-

Os especialistas teorizam que os FRBs são o resultado de "flares" que se originam no núcleo denso de uma jovem estrela de nêutrons, deixada para trás depois que a estrela original explodiu.

-

As ondas emitidas pela jovem estrela de nêutrons só foram detectadas em dezembro do ano passado por astrônomos da Universidade McGill, em Montreal, usando o Telescópio do Banco Verde na Virgínia Ocidental e no Observatório de Arecibo em Porto Rico.

-

Como os especialistas explicam em um artigo científico publicado no The Astrophysical Journal :

-

"Detectamos seis explosões de rádio adicionais desta fonte: cinco com o Telescópio do Banco Verde a 2 GHz e um em 1,4 GHz com o Observatório de Arecibo, para um total de 17 rajadas dessa fonte".

-

Curiosamente, a descoberta segue 11 flashes anteriores do mesmo local no FRB 121102 Galaxy. Até agora, este é o único lugar conhecido no universo onde os FRBs ocorrem repetidamente, temporariamente e aleatoriamente.

-

Os astrônomos acrescentaram: "Se o FRB 121102 é um objeto exclusivo na amostra atualmente conhecida de FRBs, ou todos os FRBs são capazes de repetir, sua caracterização é extremamente importante para a compreensão de transientes de rádio extragalácticos rápidos".

-

As teorias anteriores especularam que os FRBs são causados ​​pela tecnologia Alien.

-

Cientistas do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics propuseram que explosões de rádio rápidas, também conhecidas como FRBs, poderiam ser vazamentos de transmissores Alien do tamanho planetário que alimentam sondas interestelares em galáxias distantes.

-

"Rádios de rádio rápidos são extremamente brilhantes, dada a sua curta duração e origem a grandes distâncias, e não identificamos uma possível fonte natural com qualquer confiança", disse o teórico Avi Loeb do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics. "Uma origem artificial vale a pena contemplar e verificar".

-

Em um novo estudo, os especialistas determinaram que o "vazamento" dos transmissores poderia resultar em flashes extremamente breves que os cientistas da Terra finalmente pegavam, como sondas alienígenas, o planeta hospedeiro, o Sol e o movimento da galáxia em relação ao nosso planeta.

-

Referência do diário:

Arxiv.org/abs/1705.07698

Arxiv.org/abs/1705.04693

A REPETIÇÃO DE RÁDIO RÁPIDO BURST FRB 121102: OBSERVAÇÕES MULTI-WAVELENGTH E BURSTS ADICIONAIS

-

Referência:  explosão de rádio cósmica estranha fixada no berçário stellar gigante

leia mais...

Marte é Realmente Habitado Por Colônias de Escravos Humanos?

Marte é realmente habitado por colônias de escravos humanos
Bases empresas em Marte e Nazi infiltração de segredo programa espacial dos EUA
O informante do programa espacial secreto, "Corey" Goode (aka GoodETxSG) revelou detalhes surpreendentes envolvendo atividades classificadas em Marte e da Lua.
-
Mais preocupante são as suas revelações sobre a influência de uma civilização NAZI delinqüente segredo, que conseguiu se infiltrar no sistema nacional de segurança dos Estados Unidos.
-
Continue lendo abaixo, aguarde carregar ou acesse o link!
-
leia mais...

Descoberto o planeta mais quente do universo, Encontraram a desculpa para justificar a aproximação de Nibiru?

Descoberto o planeta mais quente do universo, Encontraram a desculpa para justificar a aproximação de Nibiru
Um planeta duas vezes maior do que Júpiter registra temperatura de 4.300 graus
-
Durante anos, astrônomos de todo o mundo competem para encontrar o planeta mais parecido com a Terra fora do sistema solar. Utilizam telescópios terrestres e espaciais para rastrear o universo em busca de mundos rochosos, com uma atmosfera protetora, água líquida e, possivelmente, vida.
-
Nesta segunda-feira, uma equipe de astrônomos apresenta uma descoberta oposta a tudo isso, mas não menos apaixonante. O planeta foi identificado com um telescópio extremamente pequeno, chamado de KELT, cujo objetivo é detectar exoplanetas ao redor de estrelas muito maiores, brilhantes e violentas do que o Sol. Esses astros parecem abrigar muito menos planetas do que as estrelas menores, e uma possível explicação é que esses mundos acabam sendo devorados por sua estrela ou desintegrados pela intensa radiação.
-
Os responsáveis pelo telescópio descrevem nesta segunda-feira, na revista Nature, o Kelt-9b, um planeta gasoso cerca de duas vezes maior do que Júpiter e que está 30 vezes mais perto de sua estrela do que a Terra do Sol, o que o torna o gigante gasoso mais quente descoberto até o momento.
-
O novo mundo está a 650 anos-luz. Lá, um ano terrestre dura um dia e meio, o tempo necessário para dar uma volta em torno da estrela. O Kelt 9-b oferece sempre a mesma face ao seu astro. A temperatura na face iluminada ultrapassa 4.300 graus, quase 10 vezes mais do que em Vênus, o planeta mais quente do sistema solar. O calor e a radiação fazem com que os átomos da atmosfera vibrem tanto que é impossível que se unam para formar água ou qualquer outra molécula com a qual possa ser possível construir uma química minimamente habitável.
-
Um futuro brilhante
-
O planeta apresenta os mesmos mistérios que outros gigantes gasosos, mais parecidos com estrelas do que com planetas. O Kelt-9b leva isso ao extremo, pois sua temperatura é mais elevada do que a da maioria das estrelas.
-
“Além de hidrogênio e hélio, os elementos detectados são metais neutros, como potássio e sódio”, diz Scott Gaudi, astrônomo da Universidade do Estado de Ohio (EUA) e coordenador do estudo. É um mistério se este júpiter quente tem um núcleo sólido, embora “segundo a maioria das teorias de formação planetária, deveria ter um e ser composto de rocha e gelo a uma temperatura de cerca de 50.000 kelvin [49.700 graus]”, disse Gaudi.
-
Com os atuais níveis de radiação ultravioleta, o planeta perderia toda sua atmosfera em 600 milhões de anos, com isso expondo seu núcleo. Mas muito antes, em 200 milhões de anos, a estrela consumirá todo o hidrogênio contido e iniciará um processo de envelhecimento e morte, que triplicará seu tamanho. Se ainda restar algo do planeta, é possível que seja engolido, causando uma grande explosão de luz, explica o estudo.
-
“Este planeta é o mais distante em termos de vida, o mais extremo, o mais inóspito e infernal, mas, graças ao estudo de sua atmosfera, vamos aprender uma nova astrofísica”, destaca Ignasi Ribas, pesquisador do Instituto de Ciências do Espaço, em Barcelona. A descoberta também reforça a ideia de que “existem planetas em toda parte, inclusive nas estrelas mais quentes”, acrescenta o astrônomo.
Fonte: Elpais,G1

leia mais...

Pulsos de energia podem ter origem alienígena, dizem cientistas

O registro de pulsos eletromagnéticos extremamente intensos e rápidos vindos de outras galáxias pode não ter uma causa natural. De acordo com um novo estudo, esses flashes podem ser a usina de propulsão de naves que se locomovem em velocidades próximas a da luz.


Resultado de imagem para ANTENA DE RADIOTELESCÓPIO


O primeiro FRB foi descobertos em 2007, pelo radiotelescópio Parkes, na Austrália, e apesar das cerca de 20 detecções posteriores, suas origens permanece um mistério.
Conhecidos como Flash Radio Bursts, ou FRB, esses pulsos são emissões eletromagnéticas muito rápidas vindas de fora da Via Láctea, detectadas por radiotelescópios. O primeiro FRB foi descoberto em 2007, pelo radiotelescópio Parkes, na Austrália, e apesar das cerca de 20 detecções posteriores, suas origens permanece um mistério.

Até agora, a teoria mais aceita para a geração desses pulsos de altíssima energia é a de que são gerados por supernovas ou fusão de objetos de dimensões galácticas. O problema é que a quantidade de energia liberada nesses fenômenos é menor que aquela calculada teoricamente para a geração dos FRBs.

Imaginação fértil ou teoria científica?

Agora, um novo estudo feito pelo conceituado Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, nos EUA, mostra que as causas dessas emissões pode não ser natural e levanta a possibilidade de serem pulsos propositais de energia usados para acelerar naves interestelares em velocidades muito elevadas.
De acordo com os autores do paper (trabalho científico), os astrofísicos Avi Loeb e Manasvi Lingam, do Harvard-Smithsonian, "vale a pena checar se esses pulsos têm ou não uma origem artificial".

Potente transmissores

O estudo tenta mostrar que os FRBs podem ser gerados por meio de gigantescos radiotransmissores construídos por inteligência alienígenas, mas que exigiriam uma área de coleta de luz solar duas vezes maior do que a da Terra. No entender dos cientistas, a geração dessas enormes quantidades de energia não iriam necessariamente derreter a estrutura, desde que corretamente refrigerada a água.


Para os teóricos, tal transmissor gigantesco é tecnologicamente viável, embora esteja muito além das capacidades atuais da humanidade.

Pra que os ETs fariam isso?

A explicação mais plausível, de acordo com a equipe do estudo, seria a impulsão espacial interestelar a velocidades incríveis. Estas naves seriam equipadas com velas leves solares que aproveitariam o impulso transmitido pelos fótons, da mesma forma que as velas dos navios regulares aproveitam o vento.
Loeb e Lingam afirmam que um transmissor capaz de gerar sinais semelhantes aos FRBs poderia facilmente propelir uma espaçonave interestelar com mais de 1 milhão de toneladas.

"Isso é forte o suficiente para transportar passageiros vivos através de distâncias interestelares ou mesmo intergalácticos", explicou Lingam.

FONTE: apolo11


leia mais...

Descobertas e revelações da Astronomia que envolvem OVNIs UFOs e Extraterrestres

CIENTISTA DA NASA DIZ QUE EXISTEM OUTRAS

A Astronomia guarda muitos segredos como descobertas que nos são ocultas não sei o por que, mas não a nada que fique escondido por muito tempo e nos últimos tempos estamos sendo bombardeados por informações que indicam vida em outros planetas e a existência de astronautas antigos, logo, eu creio teremos a confirmação
Leia sobre 10 acontecimentos:

O registro de pulsos eletromagnéticos extremamente intensos e rápidos vindos de outras galáxias pode não ter uma causa natural. De acordo com um novo estudo, esses flashes podem ser a usina de propulsão de naves que se locomovem em velocidades próximas a da luz. O primeiro FRB foi descobertos em 2007, pelo radiotelescópio Parkes, na Austrália, e apesar das cerca de 20 detecções posteriores,...
LEIA MAIS...


02 - Os astrônomos encontram um objeto misterioso, altamente metálico ISOLADO no espaço, MAIOR do que Júpiter


De acordo com dados espectroscópicos, os objetos contém metano e água. Além disso, os astrônomos dizem que é um objeto altamente METÁLICO, e é mais maciço do que Júpiter. Suas conclusões são resumidas em um artigo que recentemente apareceu no arXiv.org . Os cientistas não podem concordar sobre a natureza de um objeto misterioso apelidado CFBDSIR 2149-0403. Por um lado, os cientistas reafirmam...
LEIA MAIS...


03 - Fascinante vídeo filmado em 1969 'por Armstrong revela estruturas antigas na lua



Outro fascinante vídeo do YouTube conta uma história fascinante. De acordo com o vídeo postado on-line, a suposta filmagem foi filmada em 1969 por Neil Armstrong e mostra antigas estruturas   "alienígenas"  na superfície da lua. A lua da Terra tem sido o centro das atenções desde que a humanidade olhou para o céu. Desde que as missões Apollo pousaram na superfície lunar, o interesse...
LEIA MAIS...


04 - Black Knight: Este estranho objeto tem orbitado a terra há 50 anos - ninguém sabe o que é


Um objeto estranho tem orbitado a terra; Alguns dizem por cinqüenta anos, alguns dizem menos. O objeto, chamado de Cavaleiro Negro, é acreditado por alguns ter origens extraterrestres e ter mais de treze mil anos de idade. No entanto, a maioria dos acadêmicos acredita que é apenas uma teoria da conspiração. Nikola Tesla primeiro relatou ouvir sons do espaço em 1899, pensando que eram sinais da...
LEIA MAIS...


05 - Por que a Índia deve ajudar a formar normas para atividades no espaço


A Índia pode promover a criação de um regime mais abrangente para a utilização do espaço ultraterrestre de diversas formas. Os últimos anos foram inovadores para o Programa Espacial indiano. Em 2014, sua primeira missão interplanetária, Mangalyaan, entrou em órbita de Marte, colocando a Organização de Pesquisas Espaciais da Índia (ISRO) no grupo selecionado de agências espaciais para chegar a...
LEIA MAIS...


06 - Mona Lisa, a garota alienígena encontrada na lua por Apollo 20


No centro de uma das mais controversas teorias de conspiração está a notória missão Apollo 20, juntamente com as coisas estranhas que encontrou no outro lado da Lua. Em 1972, a NASA desligou o Programa Apollo. Cortes orçamentais devido à necessidade de dinheiro noutros locais e o público a perder o seu interesse foi a explicação oficial. Mas nem todos estavam convencidos de que essa era a verdade....
LEIA MAIS...


07 - OVNI UFO ALERTA: Frota e Base na Lua


Reptiliana Metamorfo leo Zagami melhor prova a prova alienígena terremoto ufo Annunaki draco draconiana dragão orion reptoid nibiru morphing demônio olhos holograma queneu joio cain satanás 666 lucifer planeta x David Icke arbusto rockefeller rothschild illuminati nwo pedreiro templar baphomet diabo diablo zeitgeist 911 trabalho de bandeira falsa cia mente controle de matriz Alex Jones bilderberg...
LEIA MAIS...


08 - Astronauta da Apollo 14 diz que os alienígenas salvaram a humanidade de se destruir!



Há um monte de teorias de conspiração lá fora. E então há isto. O veterano da Apollo, Edgar Mitchell, o sexto homem a andar na Lua, diz que os OVNIs vieram em paz numa missão para impedir que a humanidade se destrua. O astronauta é uma das figuras mais proeminentes da comunidade mundial UFO e falou muito sobre sua crença em estrangeiros desde que ele desembarcou na lua. Ele agora fez a assombrosa...
LEIA MAIS...


09 - Astronauta francês antes de tentar o suicídio: "A Terra deve ser advertido" (A Verdade)



A verdade por trás do astronauta francês que advertiu sobre alienígenas e, em seguida, tentou o suicídio. Claudie Haigneré austronauta foi o primeiro europeu a chegar à Estação Espacial Internacional. Sua vida foi ótimo. Realizar seus sonhos e tornou ao lado do homem que amava: Jean-Pierre Haigneré, seu marido, também um astronauta. Depois de trabalhar uma década pesquisando espaço,...
LEIA MAIS...


10 - Enoque: O Rei dos Sumérios. O primeiro Astronauta da Terra


Alerta OVNIs Ufos   Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não indentificados são naves de outros planetas. A ciéncia não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso  http://feeds.feedburner.com/CuoUfologiaOriginais...
LEIA MAIS...


LEIA MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO:

NASA ocultou resultados de experimento que mostrou haver vida em Marte
O PLANETA X NÃO É NIBIRU
O Retorno do Planeta X
UFOLOGIA: IMAGENS DE SONDA CHINESA MOSTRAM SUPOSTA BASE ALIENIGENA NA LUA
ASTRONOMIA: NÃO ACREDITAR EM INTELIGENCIA EXTRATERRESTRES É IR CONTRA AS PROBABILIDADES
Perguntas e respostas sobre Marte
Possibilidades de vida alienígena só na Via Láctea e de 100.000.000.000
Como os buracos negros se formam?
Evidências de que os cometas poderiam ter semeado a vida na Terra
NASA esta preparando ataque contra 3 naves espaciais (Hoax?)
Asteróide Apófis e a possibilidade dele atingir a Terra
leia mais...

Os buracos negros são realmente portas a outros mundos?



Incrível nova pesquisa revelou buracos negros realmente poderia ser portais para outras partes do universo.

Há tantos filmes com buracos negros que transportam as pessoas para partes distantes do universo, mas essa idéia não está mais limitada aos reinos da ficção científica.


Os cientistas acreditam, no entanto, que se você conseguiu entrar em um buraco negro, não há absolutamente nenhuma maneira de fazê-lo voltar novamente.



Não só isso, enquanto você está viajando para o outro lado, você seria "spaghettified", o que significa que você seria basicamente 'esticado' - como um pedaço de massa filamentoso.

Se você conseguiu fazê-lo, a boa notícia é que você seria espremido de volta em sua forma original, mas a má notícia é que você provavelmente não estaria vivo.

Antes que essa nova e esclarecedora pesquisa estivesse sendo descoberta, os cientistas costumavam pensar que qualquer coisa que entrava em um buraco negro seria destruída e não havia maneira de conseguirem passar para o outro lado.
Agora, porém, eles acreditam que os buracos negros são mais de uma "entrada", ou um "túnel" e um meio de viajar através da galáxia e além.

Então, só para ficar um pouco mais científico, a velha teoria era que o centro do buraco negro se curvaria em um ponto infinito - conhecido como uma "singularidade" - onde tudo é destruído.

Em vez disso, eles acreditam no próprio núcleo de qualquer buraco negro, há uma superfície esférica minúscula, que basicamente age como um 'buraco de minhoca', que potencialmente permitiria que alguém ou alguma coisa viajasse pelo espaço.
O cientista Dr. Gonzalo Olmo, da Universidade de Valência, disse :

"Nossa teoria resolve naturalmente vários problemas na interpretação de buracos negros eletricamente carregados.

Em primeiro lugar, resolvemos o problema da singularidade, pois há uma porta no centro do buraco negro, o buraco de minhoca, através do qual o espaço eo tempo podem continuar.

Este wormhole é suposto ser tão minúsculo - é teenier do que um núcleo atômico - embora acreditem que aumenta no tamanho porque se transforma mais carregado com eletricidade.
A nova teoria elimina a necessidade de energia "exótica", que normalmente é necessária para formar um buraco de minhoca.

E apenas para obter realmente ciência, na teoria de Albert Einstein da gravidade, um wormhole só pode ser criado com propriedades incomuns que possuem energia negativa, pressão ou densidade, no entanto esta nova teoria repreende suas reivindicações antigas.

Dr. Olmo disse:

"Em nossa teoria, o wormhole aparece fora da matéria ordinária e da energia, tal como um campo elétrico."
Potencialmente isso poderia mudar o futuro da viagem espacial para sempre. Quem sabe onde poderia nos levar?

leia mais...

MISTÉRIOS INEXPLICÁVEIS

Mais Populares

 
Copyright © 2014 UFO OVNI ALERTA CONSPIRAÇÕES • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top