Mostrando postagens com marcador #Diversos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #Diversos. Mostrar todas as postagens

OVNIs UFOs - Isso a TV aberta tem MEDO de mostrar pois expõe a verdade oculta

0 - ovni

Revelando verdades ocultas, OVNIs - Isso a TV "aberta" tem MEDO de mostrar

A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso 

TAGS: ALERTA OVNI UFO

leia mais...

ANUNNAKI: NASA confirma Nibiru (Registro)

Nibiru - Decimo segundo Planeta

NASA CONFIRMA NIBIRU, SENDO QUE ESTE NÃO EXISTIA!


NASA: confirma Nibiru/Elenin existe. ue? mas ele nao existia mesmo. como viria pra Terra?.
Fonte: YouTube

Jhero CASOS UFOLÓGICOS NO BRASIL E NO MUNDO



leia mais...

Ex-agente da CIA confirma que óvni foi encontrado nos EUA há 65 anos



No 65º aniversário do Incidente Roswell, Chase Brandon, que serviu à CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos) por mais de duas décadas, revelou a existência um arquivo oculto da CIA sobre o objeto voador não identificado (óvni) supostamente encontrado na cidade americana. "É, realmente aconteceu", afirma o funcionário. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.


Ex agente


O caso se refere aos acontecimentos ocorridos em julho de 1947 em Roswell, no Novo México (EUA), onde teriam sido encontrados destroços de um disco voador. Teóricos da conspiração acreditam que corpos de alienígenas tenham sido autopsiados, e que as tecnologias modernas tenham sido criadas a partir de descobertas feitas no interior da nave.

O agente disse que a informação está escondida em um cofre dentro do quartel general da agência na cidade de Langley. "Foi em uma área restrita. Havia uma caixa que chamou minha atenção. Estava escrito sobre ela 'Roswell'. Eu remexi dentro dela, coloquei a caixa na prateleira e disse: 'meu Deus, realmente aconteceu'", conta o agente. "Não era um balão meteorológico - como foi afirmado na época - era uma nave de outro planeta", afirma.

Por 25 anos, Brandon serviu no serviço clandestino de elite da CIA como agente infiltrado, oficial de operações secretas desempenhando missões que envolviam terrorismo internacional, tráfico de drogas e contrabando de armas.

Quando o incidente em Roswell aconteceu, autoridades militares divulgaram um comunicado à imprensa, que começava assim: "Os muitos rumores sobre um disco voador se tornaram verdadeiros ontem, quando o oficial de inteligência do 509º Grupo de Bombardeios da Força Aérea americana, com base aérea em Roswell, se apoderou de um disco."

Porém, apenas 24 horas depois, os militares mudaram sua história e declararam que o objeto que eles pensaram ser um disco voador era, na verdade, um balão meteorológico que havia caído em um rancho próximo do local. Surpreendentemente, a mídia e o público aceitaram a explicação sem questionar.

Agora, agentes como Brandon questionam a versão oficial do acidente. Ele afirma, no entanto, que não vai revelar exatamente o que havia dentro da caixa que "acabou com suas dúvidas sobre o incidente de Roswell". "Havia alguns materiais escritos e algumas fotografias, e isso é tudo que eu vou dizer sobre o conteúdo da caixa", declarou ao Huffington Post.
Documentos
Documentos divulgados anteriormente parecem confirmar a história de Brandon - ou pelo menos a ideia de que autoridades americanas estariam encobrindo o envolvimento com alienígenas. Um memorando que parece provar isso foi publicado pelo FBI. O departamento tem disponibilizado milhares de arquivos em um site chamado The Vault (O Cofre, em tradução livre).
Entre eles, está o memorando escrito por Guy Hottel, agente especial encarregado do escritório de Washington em 1950. No documento, cujo assunto é "Discos Voadores",
Hottel revela que um investigador da Força Aérea declarou que "três chamados 'discos voadores' haviam sido recuperados no Novo México". O investigador teria dado a informação a um agente especial. O FBI censurou a identidade do agente e do investigador.
"Eles foram descritos como sendo de forma circular, com aproximadamente 50 m de diâmetro", afirma Hottel. "Cada um teria sido ocupado por três corpos humanos, mas de pouco mais de um metro", acrescentou. Segundo o relato, os corpos estariam vestidos com panos metálicos e cada um foi enfaixado de um modo semelhante ao utilizado nas roupas usadas por pilotos de teste de velocidade.

Tradução: Milton Frank


leia mais...

Moedas com rostos de extraterrestres encontradas no Egito??

Moedas com rostos de extraterrestres encontradas no Egito 01

Supostamente, um grupo de pessoas que trabalhavam na restauração de uma casa no sul do Egito e encontraram um número de moedas raras. Elas são únicas no seu gênero, que curiosamente não têm imagens de uma figura humana e sim uma criatura estranha semelhante a um Alienígena. Até agora, ninguém pode explicar a origem dessas peças.

É possível que a moeda retrate a visita de alienígenas no planeta Terra? De acordo com muitos ufólogos é obras de exibição por parte de seres extraterrestres.

Moedas com rostos de extraterrestres encontradas no Egito 02

Encontrar moedas com feições extraterrestres não é nada novo, porém muitas delas se dão a arte de nickeling, que teve um surto de popularidade após o lançamento das moedas de níquel no qual oferecia uma quantidade perfeita de espaço para a criação de uma nova cena, aliado ao tempo livre durante a Grande Depressão.

Confira o vídeo abaixo com as moedas supostamente encontradas no Egito



fonte - outromundo
leia mais...

Misteriosa cratera siberiana pode conter espaçonave

Misteriosa cratera siberiana pode conter espaçonave
Aquelas misteriosas crateras que tem aparecido na Sibéria acabam de apresentar um outro mistério.  O Siberian Times relatou que uma equipe de pesquisadores da Academia Russa de Ciências estava investigando uma das grandes crateras e reportou ter encontrado um”objeto não identificado com a aparência de cápsula espacial” no fundo da mesma.  Logo após, o sinal do telefone por satélite da equipe foi interrompido e eles não foram mais vistos desde então.  Uma equipe num helicóptero, que também estava na região, reportou ter tido problemas mecânicos e foi resgatada. Porém, não houve mais sinais dos três homens que investigavam a cratera.  Seriam as histórias de que as crateras estão sendo formadas por gás metano que foi liberado pelas mudanças climática parte de um acobertamento para algo muito maior?
As misteriosas crateras têm aparecido primariamente na península Yamal, embora um número delas apareceram ao leste daquela região. Até agora, as especulações do que estaria causando as mesmas vão de explosões devido ao gás metano, o qual se aquece à medida que o gelo derrete, até temperaturas anormalmente altas e ‘pingos‘, que são montes de terra e gelo que entram em colapso para dentro das crateras quando o gelo derrete.
Detalhes sobre a expedição são escassos.  O Siberian Times diz que a equipe estava na cratera fazendo mensurações.  Eles reportaram ter encontrado um objeto de metal “desconhecido na Terra“, de cor cinza, à profundidade de 48 metros, num “ambiente hostil“.  Nenhum outro detalhe do porquê do ambiente ser hostil foi relatado.  Uma foto mostra neve e vento quando a equipe partiu, mas isto não é nada hostil para os siberianos.
O que aconteceu para os três homens após seu sinal telefônico ter sido cortado?  Esta foi a declaração do Ministério de Emergências:
Neste momento sua comunicação cessou e não pudemos contatá-los novamente.  Quando enviamos um helicóptero ao local, não havia nenhum sinal da equipe de três homens.  Eles desapareceram.  A cratera estava vazia. A procura continuará até primeiro de abril.  Os resgatadores não excluem a possibilidade de que os homens tenham sido raptados.
Estaria este fato relacionado ao misterioso clarão que foi visto antes dos quatro buracos terem sido encontrados em fevereiro? Teria a equipe encontrado uma espaçonave alienígena e desaparecido devido a este fato?  Quem ou o quê teria raptado os homens?
Comentários no site de origem destas informações apontam que esta teria sido uma notícia para ‘primeiro de abril’, mas isto provavelmente é só uma coincidência, já que não há nenhuma outra história de ‘dia da mentira’ e o Siberian Times tem tratado com seriedade sua cobertura sobre as crateras da Sibéria, até agora.

leia mais...

Luz registrada por turista faz moradores acreditarem na presença da dona do Ouro e em ovni

luz no ceu lendas e misterios 02

Crença. Com 90 anos, dona Lídia acredita que as luzes surgem porque vilarejo é encantado
Luz registrada por turista faz moradores acreditarem na presença da dona do Ouro e em ovni.
Lavras novas. Uma luz no céu de Lavras Novas, no distrito de Ouro Preto, na região Central de Minas, está mexendo com o imaginário folclórico da cidade. A imagem, entre as montanhas da região, teria sido flagrada por turistas.


Entre os cerca de 1.500 habitantes do vilarejo, fala-se em mula-sem-cabeça; em um cavaleiro feito de ouro; na mãe ou dona do Ouro; e até mesmo em um caminho para todo o tesouro escondido na região. O que de fato aconteceu ninguém sabe explicar, mas é unânime que os lavra-novenses acreditam em uma “cidade encantada”.


A reportagem de O TEMPO, que esteve no vilarejo nessa quinta-feira (7), chegou a receber uma imagem da tal luz avistada no céu, que teria acontecido no início desta semana, e conversou com uma moradora, que preferiu não ser identificada. Ela alega que, após a passagem da luz, o sistema de alarme de sua casa foi danificado.



O distrito é permeado de mistério, e, pelo que dizem os moradores, não é a primeira vez que alguém vê uma “luz sobrenatural”. O aposentado Carlos Correia Maia, 69, passou a vida em Lavras Novas. Ele conta que a família já presenciou o fenômeno.


“Meu pai já viu, meu tio já viu, e eu, também. Eu passava lá pela serra, estava de carro e, de repente, vi a luz. Era por volta de meia-noite, mas não a encarei muito, não. Se encarar a coisa muda. Ela mexe com a gente, chega a crescer o cabelo”, conta o senhor. Ele acredita que ela esteja ligada às antigas lendas da época do ouro e que tenha algum poder.


Assim como Maia, as pessoas mais antigas da vila contam uma série de histórias sobre essas luzes. A mais conhecida é a da “Mãe do Ouro” ou “dona do Ouro”. Ela seria uma antiga escrava que continuaria naquelas terras para proteger suas riquezas.


Mesmo assim, as versões se misturam, e muitos moradores ainda dizem que já ouviram falar, mas não conseguem explicar o fenômeno. Para dona Lídia, como é conhecida a aposentada Lídia Oliveira de Carvalho, 90, uma das moradoras mais antigas do distrito, a luz é uma bênção. Ao contrário da maioria, ela acredita que isso é uma espécie de proteção local, uma divinidade. “É muito bonito, especial. Essa cidade aqui é encantada”, conta.



Ovnis. Além das lendas, muitos também ficam curiosos com as “aparições”, e há confabulações sobre a presença de seres de outro planeta em Lavras Novas. O artesão Clander Kramer, 50, afirma já ter visto luzes. Segundo ele, é algo recorrente e aconteceu também em outros lugares. Para Kramer, isso é usado como inspiração.


“Elas são como meus quadros. Arredondadas, parecem um chuveirinho. Mas eu aconselho as pessoas a não verem. Quando isso acontece, a gente começa a questionar tudo”, alerta.


O empresário Sérgio Ricardo dos Santos, 46, mora em Lavras Novas há cerca de seis anos e conta que todos estão acostumados com essas aparições e com as lendas locais. Ele acredita que possa se tratar de outros seres e coisas sobrenaturais, mas tem dificuldades para dizer o que é. Ele é um dos que contam ter visto a luz. “É uma espécie de clarão arredondado e que veio em minha direção”, afirma. Medo ele fala que não tem, e que chegou a ficar parado, olhando, mas que, depois, foi para casa sem conseguir identificar o que era.


Em meio a tudo isso, para dona Lídia, o lugar tem vários mistérios, que vêm de outras gerações, mas estão se perdendo. “Os turistas chegaram, as pessoas começaram a construir aqui, e os mistérios foram embora. Eles não aparecem mais, e está tudo acabando”, lamenta. Ainda assim, ela acredita que o lugar é especial.



Fotografia


Registro. (ao lado) do que seria o fenômeno no céu de Lavras Novas foi enviada à reportagem de O TEMPO por e-mail, sem que fossem reveladas sua origem e sua procedência.

FOTO: Fernanda Carvalho 
Sérgio Santos afirma já ter visto a luz, que foi em sua direção
“Vi a luz uma vez, chegando em casa. Me acompanhou e ficou parada aqui na porta. Achei que era um satélite, mas ela se aproximou e fazia um zigue-zague.”

Sérgio Ricardo dos Santos, 46

Empresário

Luz teria sido registrada por turistas no início desta semana
  

“Acredito, mas não tenho medo. O pessoal aqui vem ver o pôr do sol e acaba vendo essas luzes. Já ouvi muito sobre isso.”


Clander Kramer, 50
Artesão


Folclore é rico e tem origens diferentes


Em meio a tantas histórias e lendas, Lavras Novas mantém suas tradições locais, como a encomenda das almas, procissão que acontece sempre na quaresma; o culto à pedra em S, que dá entrada a uma gruta da época do ouro; e o cavaleiro feito de ouro. Além das luzes, os moradores mais antigos ainda contam essas histórias que vieram de seus pais. Historiadores acreditam que grande parte desse folclore tenha origem indígena, portuguesa e africana.



Professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Adriana Romeiro acredita que foram nas cidades mais antigas do Estado que essas tradições se perpetuaram. “Elas fazem parte do universo cultural dos indivíduos e, por sua vez, fazem parte da identidade deles. Aquilo que somos, a forma como estamos no mundo e como nos relacionamos nele. É essa identidade que nos conecta às gerações seguintes, é o aprendizado que uma geração transmite à outra”, explica.

Adriana também fala que isso é muito presente nas antigas cidades auríferas, como Lavras Novas. “Há histórias sobre tesouros enterrados, figuras sobrenaturais, visões e sonhos proféticos. Um rico folclore que ainda não mereceu a atenção necessária”. (BF/Aline Diniz)

Saiba mais


Procissão. Em homenagem às almas, os moradores de Lavras Novas saem em procissão pela cidade. Eles acreditam que elas os acompanham, e, em respeito, ninguém pode olhar para trás. Quem não participa tem que fechar todas as janelas de casa.


Lenda. Uma delas diz que uma mulher abriu a janela e viu as almas. Uma lhe deu uma vela acesa, que virou um osso humano.
 


leia mais...

IMAGENS DE SONDA CHINESA MOSTRAM SUPOSTA BASE ALIENIGENA NA LUA

Será que esta é a razão pela qual ninguém foi à Lua nos últimos quarenta anos?

base aerea na lua
Os fãs de teorias da conspiração acreditam que há uma base alienígena na Lua - e não apenas isso, mas que os governos da Terra estão em contato com ela.
Fotos da sonda lunar chinesa Chang’e-2 parecem mostrar construções misteriosas - e há mais por vir de acordo com o site Mysterious Earth.
Observadores mais realistas podem, no entanto, acreditar na explicação de que as imagens chinesas mostram rochas perfeitamente normais.
O Mysterious Earth afirma que diversos “especialistas”, como o fã de OVNIs Michael Sallia, sugerem que há cidades alienígenas bastante movimentadas na Lua.

Salia diz: “Eu recebi algumas fotos de uma fonte afirmando que a China irá divulgar imagens em alta definição feitas pela sonda lunar Chang’e-2, que mostram claramente edifícios e estruturas na superfície da Lua.
Os fãs chineses de OVNIs estão colocando mais lenha na fogueira - eles acreditam que alienígenas atacaram a sonda lunar chinesa conhecida como ‘Coelho de Jade’ em 2012, e a destruíram para esconder a existência de uma cidade alienígena.

Nigel Watson, autor do manual The Haynes UFO Investigations, com foco na investigação de OVNIs, diz que milhares de entusiastas de ONVIs chineses acreditam que o 'Coelho de Jade’ "foi destruído por alienígenas ou pelos Estados Unidos. Isso teria sido feito para prevenir que o veículo explorador descobrisse as bases e outras tecnologias secretas presentes na superfície lunar.”

“Na China, desde a década de 80, há um grande interesse neste tópico, e o lançamento do 'Coelho de Jade’ inspirou uma renovação do entusiasmo por todos os temas relacionados ao espaço. No momento a China tem 60 pesquisadores de OVNIs espalhados pelo país, prontos para investigar qualquer encontro alienígena que possa ocorrer.

"No Mundo Ocidental a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) patrocinou o Projeto Blue Book para coletar relatórios de OVNIs e desmenti-los como fenômenos relacionados à identificação equivocada de estrelas, meteoros ou aeronaves. Na China todas as informações sobre OVNIs ficavam escondidas, então quando eles tiveram a oportunidade, ficaram animados para estudar o assunto cientificamente e descobrir o máximo possível.”
leia mais...

Antiga executiva do Banco Mundial afirma que alienígenas controlam o mundo

alienigenas
Karen Hudes, uma antiga executiva do Banco Mundial, afirma que alienígenas de cabeça alongada e inteligência excepcional controlam o Vaticano e a economia mundial.
Toda a gente conhece a típica teoria da conspiração em torno do domínio extraterrestre sobre o nosso planeta, mas quando essa ideia é defendida por uma pessoa prestigiada, que ocupou um cargo de importância mundial, a repercussão é notória.
De fato, o mundo ficou perplexo com as afirmações de Hudes numa entrevista que está disponível no YouTube e que pode ver nos vídeos abaixo.
"Criaturas não humanas, de cabeça alongada e com QI de 150, controlam o Vaticano e os bancos de todo o mundo", respondeu Hudes, sem qualquer hesitação, após pergunta do seu interlocutor sobre quem estaria a controlar o mundo.

De acordo com sua declaração, esses seres estão no poder há muito tempo.

"Não são de raça humana. Eles chamam-se Homo Capensis. Estiveram na Terra, ao lado da humanidade, antes da Idade do Gelo", afirmou calmamente Hudes.

Para fundamentar a sua ideia, ela citou o caso de alguns objetos encontrados com faraós egípcios, usados nas suas cabeças, e os enigmáticos crânios encontrados no Perú. 

Hudes tem um currículo invejável que inclui um bacharelado em Direito pela Universidade de Yale e em economia pela Universidade de Amesterdão.

Ela trabalhou no Export-Import Bank dos Estados Unidos e, depois, no Departamento Jurídico do Banco Mundial, onde foi assessora de uma pessoa de alto escalão.

Embora as suas palavras soem absurdas para muitos, o fato é que elas fazem eco com o que defende o ex-ministro da Defesa do Canadá, Paul Hellyer, que afirmou, no ano passado, durante um congresso ufológico, que existem alienígenas a trabalhar no governo norte-americano. [History]


leia mais...

Vimanas visitaram o nosso planeta há 6.000, de acordo com textos da antiga Índia

Você sabia que a antiga Índia possui a história mais extensiva do mundo?  Seus magníficos textos antigos são chamados de “Vedas” e estas escritas literalmente falam sobre “navios voadores” que visitaram aquele continente há mais de 6.000 anos. Compostos em Sânscrito Védico, os textos são constituídos de camadas de literatura Sânscrita e as mais velhas escrituras do hinduísmo.

Assim, por que a história convencional ignorou estes textos antigos?  Melhor ainda, isto significa que não somos as única espécie inteligente habitando o Universo?  Parece que os Vedas antigos levantam ainda mais questões.

A divisão canônica dos Vedas é a seguinte:

Rigveda (RV)
Yajurveda (YV)
Samaveda (SV)
Atharvaveda (AV)

vimanas - UFOs visitaram o nosso planeta há 6.000
Vimanas e cidades voadoras

De acordo com especialistas, os Vedas relatam sobre duas categorias de objetos voadores que visitaram a Índia antiga no passado distante.  Estes misteriosos objetos são descritos nas escritas Sânscrito, onde você pode encontrar dispositivos incríveis e tecnologias que supostamente não deveriam existir em nosso planeta milhares de anos atrás.  

No Mahabharata, os Puranas e os Ramayanas, encontramos mais descrições de aparelhos misteriosos que superam a compreensão tecnológica do homem da antiguidade.

As descrições de veículos altamente avançados nos textos antigos são incríveis e embaraçosas. No livro antigo do Vaimanika Shastra, ou a Ciência da Aeronáutica, há textos que relatam a respeito de naves que são literalmente controladas pelas nossas mentes, tornadas possíveis devido à tecnologia avançada que têm sido mantida escondida da sociedade em tempos modernos.

Não somente estes textos antigos relatam sobre naves controladas pela mente, mas também estes livros sagrados falam sobre levitação e antigravidade, há 6.000 anos.  Muitos especialistas acreditam que Vaimanika Shastra seja um livro sagrado que fala sobre “naves” que podiam viajar para diferentes lugares no nosso planeta, e também podiam viajar para o espaço.

vimanas - UFOs visitaram o nosso planeta há 6.000 2
Uma ilustração do manuscrito da Batalha Celeste de Kurukshetra, guerreada entre os Kauravas e os Pandavas, registrada no épico Mahabharata
De acordo com o Dr. V. Raghavam, um conhecido literato e musicólogo de Sanskrit, que escreveu mais de 120 livros e 1.200 artigos, os textos antigos da índia relatam sobre humanos que viveram em nosso planeta e seres alienígenas que visitaram nossos ancestrais há milhares de anos.  O Dr. V. Raghavam ganhou o Prêmio Sahitya Akademi para Sânscrito em 1966.

Ele disse:
“Cinquenta anos pesquisando este trabalho antigo me convenceu de que há seres vivendo em outros planetas, e que eles estavam visitando a Terra em 4.000 A. C.”
Ele ainda explicou:
“Simplesmente há uma enormidade de informação fascinante sobre máquinas voadoras, e até mesmo armamentos fantásticos de ficção científica, os quais podem ser encontrados nas traduções dos Vedas, épicos da Índia, e outros textos Sânscritos”.
De acordo com o Dr. Raghavan, há menções sobre numerosas tecnologias no Mahabharata e os Ramayanas: lá você pode encontrar todos os tipos de tecnologia avançada, algumas destas tecnologias antigas foram recriadas pelo grande Nikola Tesla (armamento de raios, lasers, etc.)
Mas o Dr. Raghavan não é o único a acreditar nesta teoria.  Outro cientista que firmemente concorda com o Dr. Raghavan é o Dr. A. V. Krishna Murty, professor da aeronáutica do Instituto Indiano de Ciências, em Bangalore. Diz o Dr. Krishna Murty:
“É verdade que os Vedas da Índia antiga e outros textos relatam sobre aeronáutica, espaçonaves, máquinas voadoras, astronautas antigos.  Um estudo de textos Sânscrito me convenceu que a Índia antiga conhecia o segredo da construção de máquinas voadoras e essas máquinas foram copiadas de espaçonaves vindas de outros planetas.”
Uma das passagens mais interessantes no Ramayana menciona:
“O ‘carro’ Puspaka, que se parece com o Sol e pertence ao meu irmão, foi trazido pelo poderoso Ravan; esse excelente ‘carro’ aéreo vai a qualquer lugar por si mesmo… o ‘carro’ lembra uma nuvem brilhante no céu… e o Rei [Rama] entrou, e o excelente ‘carro’, ao comando do Raghira, se elevou na atmosfera mais alta.”
Além disso, no Mahabharata encontramos textos que relatam o seguinte:
“Gurkha, voando em sua rápida e poderosa Vimana, disparou contra as três cidades dos Vrishis e dos Andhakas um único projétil carregado com toda a força do Universo.  Uma coluna incandescente de fumaça e fogo, tão brilhante quanto milhares de sóis, se levantou em seu explendor.  Era a arma desconhecida, o Trovão de Ferro, um gigantesco mensageiro da morte que reduziu toda a raça dos Vrishnis e Andhakas às cinzas.”
No Sânscrito Samaraanganasutraadhaara está escrito:
“Forte e durável deve ser feito o corpo da Vimana, como um grande pássaro voando, de material leve.  Dentro deve-se colocar um motor de mercúrio com seu aparato de aquecimento de ferro abaixo.  Por intermédio de força latente no mercúrio, que aciona o redemoinho de empuxo, um homem sentado dentro pode viajar grandes distâncias no céu.  Os movimentos da Vimana são tais que ela pode ascender verticalmente, descer verticalmente, se mover inclinando para frente e para trás.  Com a ajuda de máquinas, seres humanos podem voar no ar e seres celestes podem vir para a Terra.”
Como pode ser visto, há numerosos textos que falam de tecnologias que eram consideradas divinas no distante passado.  Estas tecnologias não estavam presentes somente na Índia.  Registros de “fenômenos” similares foram gravados em culturas antigas ao redor do globo, desde os nativos da América antiga, até pessoas que viviam no Antigo Egito e até mesmo na Ásia.  Por todos os lugares que você vá e olhe aos textos antigos, encontrará peças de evidência de uma “história esquecida”, de textos que têm sido rotulados como mitológicos, e evitados pelos arqueólogos e pesquisadores convencionais.

leia mais...

Maias tiveram contato com 3 civilizações #Alienígenas

maya-crollo
Nos últimos dias, não a notícia de um próximo documentário Raul Julia Levy em cultura maia, o fim de seu calendário  e um contato alegada com uma civilização alienígena, incluindo informações classificadas, para criar pânico na planeta, mas nós levamos a informação de uma forma madura, em vez de correr para se esconder, que, juntos, podemos mudar, a fim de trazer esta raça humana para o lugar certo, em vez de levá-la para a destruição.

Porque se fizermos a coisa certa, o planeta ainda estará aqui, mas o homem não. O documentário vai revelar informações que gerou a atenção dos principais meios de comunicação do Ocidente (como The Guardian, CNN) e um interesse especial na Europa Oriental.Sabemos que o assunto de estrangeiros e profecias maias (com suas interpretações apocalípticas) tem sido usado para criar pânico ou lucrar com o medo ea desinformação, neste caso, só podemos esperar e observar atentamente as informações dadas na documentário com uma mente aberta e crítica.
"Os maias estavam em contato com as três civilizações antes de sair (aparentemente para outra dimensão). Um descreveu sua civilização como arrogante e ignorante, e que de outra forma poderia ser destruído que eles mesmos. Eles chamaram os que chegaram por mar, barbudos, escuro-minded homens, que são, obviamente, a civilização que habitavam o planeta agora.

As outras duas civilizações que estavam em contato (porque os Maias tomou a decisão de não entrar em contato com o escuro de mentalidade homens) eram duas civilizações muito poderosos, descritos como um dos deuses que vieram voando para fora do céu, o universo, eo outro é descrito como os deuses que veio nadando do fundo do mar. Em ambos os descreveu como benevolente. Se fizermos as coisas certas estas civilizações vai fazer uma aparição ", disse Raul J
Julia Levy.

Fonte
leia mais...

Devastação Alienígena: Supõe-se que os alienígenas podem ter causado vários desastres...

Alienígenas do Passado  - Devastação Alienígena

Alerta OVNI Teorias extraterrestres
Supõe que os alienígenas podem ter causado vários desastres, como descrito na Bíblia e outros textos, e até mesmo tentaram avisar o homem sobre eles, como o dilúvio de Noé.
É igualmente proposto que algumas catástrofes introduziram alterações na evolução humana e que os nossos saltos tecnológicos ao longo dos séculos foram alcançados com a ajuda de extraterrestres.



UFOLOGIA ORIGINAIS

leia mais...

Seriam extraterrestres as aparições bíblicas?

Anunnaki 600x400
Por Marcio Souza
Matéria extraída de uma ou mais obras literárias.
Em 1859, quando Charles Darwin publicou seu livro "A Origem das Espécies", a teoria da evolução iniciou uma jornada que levaria tal teoria ao status de única explicação acerca das nossas origens. Muitas fraudes e equívocos acompanharam a teoria da evolução, na mesma época, muitas vozes criacionistas se levantaram em favor da criação.


Semelhantemente, em 1968 foi lançado um livro que suscitaria ilusões sobre a origem e o desenvolvimento da humanidade. Erich von Däniken, escreveu o livro: Erinnerungen an Die Zukunft, (Recordações do Futuro), ou conforme o título em português: ‘Eram os deuses astronautas?’ Este livro trouxe aplausos dos céticos e a revolta no meio evangélico.


Estariam os seres humanos sozinhos no universo? Existiriam outros seres com uma tecnologia avançada que manipulava a história humana? Seriam os Escritos Sagrados, normas morais desenvolvidas pelos alienígenas[i]? As visões dos profetas e seu cumprimento foram interferências de extraterrestres? Depoimentos de ‘rapto’, visitações, contatos imediatos de primeiro[ii], segundo e terceiro grau; merecem crédito?

Berço da Civilização – Babá Extraterrestre?

Däniken sugeriu que o desenvolvimento da humanidade ocorreu devido a constantes visitações de astronautas (extraterrestres) ao nosso planeta. Desde as primeiras civilizações até ocasiões de delicados relacionamentos diplomáticos, astronautas visitavam a terra e cooperavam no desenvolvimento da civilização humana. Até mesmo no aspecto genético, afirmam que houve influência de elementos extraterrestres, outros conjecturam que a humanidade seria uma experiência genética ou cobaia de outros mundos, apostam alguns ufólogos.

Essas visitações eram excitantes para os humanos, e então lhes imputavam uma posição de deuses. Como observadores que desconheciam qualquer tecnologia poderiam expressar as visitações de astronautas? Os estrondos, aspectos cintilantes e as roupas espaciais teriam um esplendor magnífico que forneceriam as visões registradas nos livros sagrados – deve-se entender que segundo os ufólogos todas as civilizações tiveram algum tipo de interferência extraterrestre que ocasionou tais escritos.

Como uma visitação de aeronaves extraterrestres poderia ser relatada por observadores primitivos? Os registros dos profetas são aclamados como provas dessas visitações. O exemplo mais utilizado pela ufologia encontra-se no Livro bíblico de Ezequiel. O profeta foi detalhista no relato de sua visão e expressou minuciosamente a glória de Deus.
Contudo, teríamos neste livro indícios de alguma visitação alienígena? Seriam as manifestações de Deus apenas visitações extraterrestres?
Apesar dos mentores da ufologia procurarem nas Escrituras evidências de manifestações extraterrestres, uma das dificuldades que encontram é a consistência da mensagem bíblica que é coerente desde Gênesis até Apocalipse. Visto que a Bíblia abrange toda a história humana e foi escrita durante um período de cerca de 1500 anos, tendo cerca de 40 escritores inspirados, tem portanto, demonstrado singularidade e presciência no conteúdo de Sua mensagem. Contudo, esforçam-se os ufólogos em fazer interpretações que indicam algumas passagens como visitações. Vejamos um exemplo dessa associação, observemos o livro de Ezequiel.

Visões Celestiais Interpretadas como Visitações Extraterrestres

Um exemplo popular da associação de visitações extraterrestres às visões celestiais é comentada no livro ‘Eram os deuses astronautas?’. Citando a visão de Ezequiel, procuram simular uma visitação de astronautas como segue: Quem falou com Ezequiel? Que espécie de seres eram? "Deuses", segundo a concepção tradicional, certamente não eram, pois esses provavelmente não necessitavam de um veículo para ir de um local a outro. A nós, essa espécie de movimentação nos parece incomparável com a concepção de um Deus Todo-Poderoso. Sobre o motivo da visita dos astronautas afirmam: Os "deuses" falaram com Ezequiel e instaram para que doravante restaurasse a lei e a ordem na Terra.[iii]

Apologia ao Livro de Ezequiel


Resultado de imagem para Apologia ao Livro de Ezequiel

As Escrituras têm um padrão moral e espiritual que objetiva restaurar o homem a uma relação aprovada diante de Deus. Também ensina as Escrituras que isso somente é possível mediante Jesus Cristo. A Palavra de Deus não tem um interesse político ou diplomático dissociado da moralidade e dos pactos instituídos com o Seu povo. Quando esses elementos políticos aparecem, são apenas conseqüências da desobediência por parte da nação de Israel, ou do desrespeito das nações para com Israel.


Por outro lado, alguns ufólogos dizem que determinadas decisões governamentais são fruto de interferências alienígenas. Isto é, os extraterrestres visitavam a Terra periodicamente e comunicava alguma orientação aos povos. Isso, afirmam, foi feito aos diversos povos espalhados pelo mundo. Em outras palavras, veríamos traços alienígenas em todas civilizações. Semelhantemente, afirmam que as intervenções divinas na nação de Israel seriam intervenções alienígenas e não do Deus vivo.


Essa idéia é ventilada na afirmação de Däniken[iv], que extraterrestres estariam orientando os procedimentos mundiais. Não é isso que encontramos no Livro de Ezequiel. Se realmente os alienígenas desejassem uma intervenção internacional, deveriam ter se apresentado a Nabucodonozor, rei de Babilônia, e não a um profeta humilde de um povo cativo.

Qual foi a amplitude da visão? Foi uma visita de astronautas? Em Ezequiel capítulo 1, lemos que o profeta Ezequiel estava no meio dos cativos e teve visões:" abriram-se os céus, e eu tive visões de Deus". O povo que estava com Ezequiel não teve as mesmas visões, logo não houve qualquer visitação de astronautas! Os céus foram abertos, então, Ezequiel passou primeiramente a ouvir a Palavra de Deus. Depois, ele continuou vendo a manifestação da glória de Deus. Os detalhes das visões de Ezequiel demonstram a realidade da presença de Deus. O povo cativo de Israel estava atribulado, mas recebeu vigor das visões de Ezequiel, contudo não viram o que o profeta contemplava.

Novamente no capítulo 8 do Livro de Ezequiel encontramos outro relato das visões do profeta, nessa ocasião ele estava em casa junto aos anciãos de Israel, mas somente Ezequiel foi transladado e teve a visão em espírito, das coisas ocultas em Jerusalém. Houve uma visitação de extraterrestres ou uma visão divina? Obviamente foi uma visão, pois os demais companheiros de Ezequiel não participaram, apenas ouviram seu relato. Isso contraria a afirmativa dos ufólogos, pois dizem que as visitas dos extraterrestres causavam transformações nas culturas primitivas.

Outro fator essencial do Livro de Ezequiel é sua mensagem profética. Seriam as profecias provenientes de ‘ditados’ extraterrestre? Se as profecias fossem de origem extraterrestre, também não dependeriam dos mesmos agentes para seu cumprimento? As Escrituras nos ensinam que a base do cumprimento das profecias bíblicas é a atuação de Deus: Ainda veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira. E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir (Jr 1.11,12).

Vejamos um exemplo das profecias no Livro de Ezequiel. No capítulo 26, registra-se que a Palavra do Senhor veio a Ezequiel, encontramos cerca de sete previsões bem específicas: 1. Nabucodonosor destruirá a cidade de Tiro localizada no continente (26.8). 2. Muitas nações lutarão contra Tiro (26.3). 3. Será feita como uma penha descalvada; plana como o topo de uma penha (26.4). 4. Pescadores espalharão suas redes no local (26.5). 5. Lançarão o entulho na água (26.12). 6. Jamais será construída (26.14). 7. Jamais voltará a ser encontrada (26.21). Diferente do ocorrido em Sodoma e Gomorra que foi repentino, o cumprimento da profecia do Livro de Ezequiel arrastou por centenas de anos até o nosso século, seu cumprimento está inteiramente ligado à onipotência e onisciência de Deus.

Vejamos o cumprimento dessa profecia: Três anos após a profecia, Nabucodonosor veio a sitiar a cidade de Tiro, localizada no continente. Na Enciclopédia Britânica, lemos: Depois de treze anos de cerco (585-570 aC.) por Nabucodonosor II, capitulou e reconheceu a soberania babilônica. Em 538 aC. Tiro com o restante da Fenícia passou para a soberania da Pérsia aquemênida. A cidade continental foi destruída em 573 aC. (Predição 1). Em 333 aC. Alexandre III, depois de derrotar Dario III, marchou para o sul. Demoliu a velha Tiro, localizada no continente, e com o entulho construiu um molhe de 60 metros de largura, atravessando o estreito que separava a antiga e a nova cidade, edificando torres e engenhos de guerra na ponta do molhe. (Predição 5) A marinha utilizada por Alexandre foi composta pela contribuição de várias cidades e regiões: Sidom, Árado, Biblo (essas contribuíram com 80 navios à vela), 10 de Rodes, 3 de Solos e Malos, 10 de Lícia, um bem grande da Macedônia, e 120 de Chipre (Predição 2). A parte maior do local onde outrora havia a grande cidade é hoje em dia um local plano como o alto de uma Penha (Predição 3). É um lugar próprio para os pescadores, que ainda hoje utilizam para espalharem suas redes para secarem (predição 4) Até hoje não foi construída (Predição 6). Suas ruínas foram lançadas ao mar e seu nome não mais é encontrado. Plínio o Velho apresenta uma grande conclusão: Tiro... outrora famosa, mas hoje toda a reputação de Tiro se limita ao nome de um molusco e de um corante de cor púrpura[v] (Predição 7).

Quando tais profecias poderiam depender de interferência extraterrestre? Foram cumpridas em todos seus detalhes até os nossos dias. Isso totaliza 26 séculos! Stoner comenta que: Se Ezequiel tivesse em sua época olhado para Tiro e tivesse feito essas sete predições pela sabedoria humana, essas estimativas indicam que as chances de todas elas se concretizarem seria de apenas uma em 75 milhões. Todas se concretizaram nos mínimos detalhes.[vi]

Grandes civilizações que detêm, entre ufólogos a elite das visitações extraterrestres, desapareceram. Maias, Incas, Astecas, povos que floresceram e desvaneceram. Onde estavam os seus mentores quando chegou a adversidade? Por outro lado, tudo que as Escrituras profetizaram tem se cumprido plenamente.

Fatores Essenciais no ‘Fenômeno’ dos Ovnis
O primeiro exemplo de um ‘fenômeno’ dos Ovnis registrado, ocorreu em Washington, EUA, 1947[vii]. Desde que um homem de negócios contou ter visto algo semelhante a um "pires" voando, centenas de milhares de pessoas em todo o mundo anunciaram suas próprias visões de objetos voadores não-identificados. A palavra Ufologia vem da sigla UFO (Unidentified Flying Objects), que corresponde a OVNI (Objeto Voador Não Identificado). A ufologia é a área que estuda a possível existência de seres em outros planetas e galáxias.

A parapsicologia é um fator essencial no contato com supostos extraterrestres. Relatos de abduções[viii] são acompanhados com detalhes parapsicológicos. Muitas vezes os testemunhos somente são possíveis através da hipnose. Outro fator que acompanha os testemunhos são os relatos de contato sexual com extraterrestres. Finalmente, procuram transmitir uma mensagem. A mensagem ufológica coincide com os ensinamentos esotéricos. Enquanto o esoterismo ‘deu vida’ aos elementos da natureza, duendes e demais frutos da fantasia, enchendo-lhes de ensinamentos filosóficos e místicos, a ufologia tem atribuído semelhantes ensinamentos aos imaginários mestres cósmicos.
Divergências no mundo da Ufologia

Longe de lançarem mãos de fatos em seus argumentos sobre a existência e a interação dos extraterrestres, suas conclusões advêm de observações a alguns eventos que são interpretados como evidência alienígena. Todavia, encontramos divergências no meio ufológico. A ufologia tem divisões internas que expõem a fragilidade do movimento. Temos dois ramos principais na ufologia, a científica e a mística. A Ufologia dita Científica não poupa ataques ao exagerado esoterismo, à confusão de idéias e à duvidosa religiosidade que permeia sua rival, por isso mesmo denominada Mística. – explica A. J. Gevaerd, editor da revista Ufo. Assim, o correto é que se divida a Ufologia, doravante, não mais em Mística ou Científica, mas sim em "séria" e "não séria". Onde se fixará este limite, no entanto, dependerá da sensibilidade, da maturidade e da experiência de cada ufólogo. Que tenhamos capacidade para aproveitar o que houver de sério e útil em cada uma dessas correntes. E que não nos falte sabedoria para discernir e descartar aquilo que não nos servir. Conclui o editor.

A Ufologia Científica depende exclusivamente de fatos, contudo, na prática, utilizam evidências circunstanciais: fotos, filmes, impressões no corpo, na terra, em plantações. Evidências que são, em primeira mão, inusitadas. Mas desbaratadas com o tempo e esclarecimento. Essa é a posição do respeitado cientista Carl Sagan, que embora cria em vida extraterrestre, e procurasse investir em sua busca, através de comunicação por sofisticados aparelhos, a ponto de criar um centro de escuta intergalático, admitiu que nunca conseguiu sequer um contato bem sucedido. Carl Sagan fundou a Planetary Society, uma renomada instituição na vanguarda do rastreamento de sinais de vida fora do nosso planeta.
O projeto Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI), ou Busca por Inteligência Extraterrestre, não alcançou êxito. Em Socorro, Novo México, encontra-se o Very Large Array (VLA) é um aglomerado de vinte e sete radiotelescópios conectados eletronicamente, como se fossem um único telescópio do mesmo tamanho até nos menores elementos, ou um radiotelescópio de dezenas de quilômetros de extensão[ix]. Toda essa estrutura científica não conseguiu localizar outras civilizações alienígenas, quer inferiores quer superiores, ou mesmo algum planeta que tenha semelhanças com o planeta Terra.

O ‘Outro Evangelho’ – das Estrelas

Além dos fantásticos relatos das visões ufológicas, encontramos também o surgimento de seitas apocalípticas envolvidas com manifestações de ovnis. Um exemplo exótico é a Fundação Uranius, sediada nas proximidades de San Diego, Califórnia, e administrada pela autodenominada "visionária cósmica" Ruth Norman, também conhecida pelo nome de Uriel.
Ela afirma ter recebido transmissões de seres "supercelestiais" e ter visitado nada menos que 60 planetas. "Através de meus ensinamentos, os humanos poderão atingir um plano espiritual mais elevado, de preferência a tempo de saudar as 33 naves estelares da Confederação Interplanetária que irão aterrissar em San Diego em 2001" afirma Norman.

Outro exemplo do misticismo no movimento ufológico ocorreu em Londres, Inglaterra. A Sociedade Aetherius, caracterizada por cultos a contatos extraterrestres, contudo com algo inusitado, entre os extraterrestres encontram-se Jesus e diversos santos, que moram em Vênus, conforme George King, fundador do movimento em 1956. King afirma que como interessado pelo misticismo oriental, certo dia, em estado de transe, recebeu mensagens de seres extraterrestres. Eles afirmavam que Jesus estava vivo e morava em Vênus.

Segundo Edenilton Lampião, quando editor da revista Planeta, escreveu um artigo publicado em 10 de setembro de 1984 do jornal Folha da Tarde, no qual alertava para a sofisticação dos métodos e da linguagem das seitas no Brasil. Lampião classificou-as em três tipos: as profundamente místicas (de inspiração cristã, em que Jesus surge como comandante de frotas de naves-mãe em trânsito pelas galáxias), aquelas que falam em nome de uma nova "consciência cósmica" (um líder serve de mediador com os Ets, aos quais, claro, só ele e mais uns poucos privilegiados têm acesso) e as mais traiçoeiras de todas, a corrente de seitas esotérico-científicas que se adaptam ao gosto do linguajar moderno dos meios de comunicação.

Esperava-se que suas mensagens refletissem cultura altamente desenvolvida, principalmente na área científica. Contudo, não é isso que propagam. Suas mensagens refletem idéias ocultistas, principalmente tentando atingir as Escrituras como sendo espúrias.

Depois de observarmos diversos livros, revistas e jornais que propagam a ufologia, obtemos um extrato de suas afirmações, vejamos algumas:
1. Acusam a Bíblia de falsidade, no entanto, usam diversas passagens para indicar a existência de ovnis. Algumas supostas mensagens de alienígenas interpretam as Escrituras de uma forma particular, atribuindo-lhes a autoria.

2. Afirmam que os mentores galácticos aguardam algum tipo de adoração por parte dos habitantes da Terra.

3. Atribuem ao homem uma capacidade divina, que deve ser desenvolvida através de exercícios, meditações, amuletos e marcas. Aguardando um advento de centenas de naves alienígenas que conduziram a humanidade a uma nova era.

4. Aguardam uma nova era, quando o ser humano ultrapassará as fronteiras do conhecimento. A constituição de um código civil mundial que trará paz ao planeta. O auto conhecimento libertará o homem, ou o divinizará.

5. Deus, o homem, e os animais fazem parte da mesma essência divina e material; portanto, é necessário um místico respeito ecológico.

6. Entidades alienígenas e/ou espirituais estão agora presentes para ajudar a humanidade a ajustar-se à Nova Era de avanço espiritual.

Extraterrestres e anjos parecem confundir-se no imaginário popular. São excitantes para a mente popular devido as seguintes características:
1. vêm de um outro mundo (planeta ou céu).
2. formas de vida avançadas, proporcionando ultrapassar fronteiras tecnológicas ou espirituais.
3. geralmente suas qualidades são expressas em beleza física.
4. têm excelente comunicação com humanos.
5. habilidade em vôo.
6. aparições acompanhadas com luz brilhante e cintilante.
7. branco, azul e cinza são as cores mais populares.
8. profetizam mudanças no meio ambiente e a inauguração de uma nova era.
9. incentivam a divinização do homem, a busca do ‘eu’ interior.
10. Negam ou omitem o pecado, a real condição do homem e, portanto não tem nenhum plano de salvação que inclua o arrependimento, fé e santificação. Tanto aqueles que afirmam falar com ‘anjos’ quanto os que afirmam que falaram com Ets têm as características acima.
Os conceitos de pecado, e condição geral da humanidade parecem muito com as atuais filosofias materialistas e liberais.

As chances de ver um Ovni aumentaram
Com a difusão do sistema de telefonia, que usam satélites de última geração, as chances de ver um ‘ovni’ aumentaram surpreendentemente. Há cerca de dois anos foram lançados em órbita 72 desses satélites, com cerca de 640 kg e orbitando a Terra a 780 km de altitude. Eles compõem a primeira rede global de telefonia celular e paging via satélite do mundo. Por emitirem um brilho rápido e forte, têm sido confundidos com objetos voadores não identificados (Ovnis) e proporcionando um aumento das incidências dos relatos de testemunhos de pessoas que viram ovnis.

A revista Ufo relata: Proporcionalmente ao seu tamanho, o brilho dos satélites Iridium (empresa de satélites para uso no sistema de telefonia) é mais forte que o da Lua: um aparelho da rede pode ter seu brilho na magnitude 9, considerado alto pelos ufólogos...
Os satélites podem ser avistados com certa facilidade após o crepúsculo, ou antes, do alvorecer, em qualquer ponto do azimute. Têm elevação variada, podendo chegar ao zênite 90º perpendicular ao solo, acima de nossas cabeças.
À oeste, os satélites são vistos no início da noite e, à leste, pouco antes do amanhecer – mas a maioria dos "avistamentos" é ao norte ou ao sul, no início e fim da noite.[x] Muitos sinais luminosos são apenas reflexos dos mais diversos sistemas de satélites utilizados. Mesmo a atmosfera pode refletir luz, formando a impressão que seja algum óvni. Portanto, se dividirmos os testemunhos de pessoas que avistaram ovnis encontraremos a seguinte escala: fraude fotográfica e testemunhal, reflexos na atmosfera, reflexos de satélites e visões paranormais.

Identificando os Ovnis – a fronteira
O imaginário popular adquiriu um espaço sem fronteiras em grande parte devido às viagens espaciais, ficção cientifica e a indústria cinematográfica. Além disso, onerosos projetos científicos estão em operação, buscando com verdadeira seriedade encontrar vida e inteligência nos espaço sideral.

Em resultado disso, está ficando cada vez mais difícil para as pessoas, especialmente os jovens, dizerem onde termina a ciência e onde começa a ficção. A existência de seres extraterrestres e a possibilidade de se comunicar com eles e de ser influenciado por eles invadiram sutilmente a mente das pessoas, como que pela porta dos fundos.
As Escrituras afirmam que a Terra era sem forma e vazia, essa condição verificamos também nos planetas vizinhos e naqueles que podem ser observados por diversos meios. Encontramos a mesma condição quando observamos fotos dos planetas de nosso sistema solar. Por outro lado as Escrituras admitem que existe vida fora da terra.
O apóstolo Paulo relatou que além de haver vida fora da terra, ela está em luta com o ser humano. Em sua carta aos Efésios (6.12) ele escreveu: Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
As Escrituras também advertem dos riscos do envolvimento com entidades espirituais: Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. (1 Co 12.2). As Escrituras admitem a existência de outros seres, além dos humanos, e até mesmo atribui-lhes poder sobre-humano. Mas não encontramos afirmação de seres que residam em outros planetas. Entretanto,a Bíblia afirma a existência de dois níveis de habitat, o terrestre e o celestial.
Por outro lado, alguns professos cristãos, liberais, afirmam que existem outros mundos habitados e estes talvez fossem também visitados por Jesus, onde, morrendo por tais extraterrestres, poderia alcança-los, salvando-os.
Assim, seria apenas uma repetição do que aconteceu a cerca de dois mil anos. Imagine diversos mundos que também foram visitados por Jesus, onde viveu e morreu sacrificialmente. Para tais liberais, esta seria uma resposta plausível e até provável. Encontramos alguns problemas no contexto bíblico, que não podemos deixar de considerar.
Primeiro, a morte de Cristo para o perdão de pecados é única: assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação (Hb 9:28).
A manifestação de Cristo é impar, primeiro para tirar o pecado e uma segunda vez, para aqueles que O aguardam. Interferir Deus na criação diversas vezes em mundos diferentes através de Cristo está fora do contexto bíblico, Apocalipse relata a exaltação de Cristo diante de todo o universo, e não sistematicamente nos quadrantes do universo (Ap 12.12; 18.20).
E depois disto, uma preparação universal: novos céus e nova terra (Ap 21.1). Se existissem outros mundos, estariam sujeitos ao juízo que está ocorrendo no céu (devido à rebelião de satanás) e ao juízo que advém sobre a terra (devido à condição caída da humanidade), sem ao menos ser citado no contexto bíblico?


Em um vasto universo, não poderia Deus criar outros mundos? Sim, mas, temos que concordar que houve um princípio, um início criativo. E segundo as Escrituras a seqüência da criação é bem conhecida: No princípio criou Deus os céus e a terra. Nos céus Deus criou os anjos, em diversos níveis e na terra Deus criou a natureza, os animais e finalmente o homem. Notamos a citação clara da criação dos animais, répteis e aves. Se houvesse outros mundos, isso seria relevante e seria registrado. Somente encontraremos no Universo três naturezas, a Divina, que somente subsiste na Trindade; a celestial que se aplica a todas as classes de anjos; e a humana. Uma quarta natureza está sendo preparada, a natureza incorruptível dos santos, (mortos e vivos) que na manifestação do Senhor Jesus adquirirão.

Encontramos duas ferramentas para identificar os ovnis, primeiramente pelo equívoco daqueles que tiveram a experiência, e então pelos frutos. A identidade das engenhocas espaciais que aparecem podem ser identificadas na seguinte ordem:
1. confusão com o planeta Vênus, este planeta é o mais brilhante para o observador comum, transmite a impressão que está rodando rapidamente no seu eixo.

2. balões meteorológicos;

3. meteoros;

4. aviões ou helicópteros;

5. parélio, isto é, mancha brilhante que aparece em um lado do sol;

6. equivoco nos relatos, a dificuldade relatar o que realmente viu contribui para uma interpretação errônea e carregada de imaginação.

7. paranormal, além da hipnose, atribuindo elementos ocultistas. A segunda ferramenta de identificação é os frutos. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? (Mt 7.16).
Que fruto está produzindo tais ‘aparições’? Os seus ensinos, conforme comentamos acima, demonstram que toda a árvore, isto é, todo o assunto relacionado com ovnis está comprometido com o ocultismo, portanto condenado pelas Escrituras.

Outra característica comum das aparições dos supostos seres extraterrestres é a deformidade física: cabeças desproporcionais ao corpo, pele desbotada, olhos exagerados ocupam 30% da cabeça; corpo minúsculo e falta de comunicação oral, enfatizando os poderes telepáticos.

Alias, a telepatia[xi] sempre é o meio de comunicação com os terrestres, talvez esta seja a razão da necessidade de hipnose para comunicar com supostos alienígenas.

Em fim, as ‘criaturas’ que aparecem nas retratações daqueles que afirmaram ter visto algum extraterrestre não passam no crivo das Escrituras, pois Deus ao criar, sempre testificou que sua criação era boa.

Vemos uma bela criação, desde a grande variedade de paisagens no planeta, como uma variedade de animais e vegetais que transmitem um belo visual e até mesmo a harmonia de sons, quando voltamos nossa atenção para os pássaros.
Coroando a criação Deus criou o homem e a mulher. Definitivamente, os supostos seres extraterrestres não trazem a assinatura de Deus – o belo. (Gn 1.4,10,12,18,21,25,31)

Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas (Lc 21.25).

leia mais...

Mais Populares

 
Copyright © 2014 ALERTA OVNIs UFOs • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top