Mostrando postagens com marcador #OVNIsUFOs. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #OVNIsUFOs. Mostrar todas as postagens

Ufólogos descobrem 'base secreta' de extraterrestres na Lua

Especialistas querem provar que a Lua pode ser um planeta habitado



Os profissionais da ufologia querem provar que a Lua não é um satélite da Terra, mas sim um planeta habitado.


Assim, o conhecido ufólogo Streetcap1 publicou um novo vídeo, com base nas fotos da Lunar Reconnaissance Orbiter da NASA, onde ele mostra a entrada para a base secreta dos extraterrestres em torno da qual há vários edifícios e uma aeronave espacial.
Uma suspeita cratera lunar encontrada em uma das fotos da superfície do satélite da Terra foi classificada como a entrada para a base extraterrestre, que, alegadamente existe na Lua.
A teoria de que a Lua é a base dos extraterrestres se torna mais e mais popular. Alguns ainda acreditam que o satélite da Terra tem muita coisa no seu interior e tem origem artificial. (Sputnik)
leia mais...

OVNIs - Videos impactantes de ovnis..

OVNIs - Videos impactantes de ovnis..
Alerta OVNIs Ufos
 
Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não identificados são naves de outros planetas. A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso
 
VEJA ATUALIZAÇÕES SOBRE OVNIS E UFOS, VISITE!:
leia mais...

Objetos voadores se fecham através do céu marciano em foto curiosa desenvolvida pela Curiosity Rover

O que há com esses objetos voadores em Marte? Eu pensei que o lugar era suposto ser um wasteland desolado ...

As anomalias de Marte estão constantemente alimentando a crença de que alguém já está operando na superfície aparentemente desolada do nosso vizinho distante, sem contar os objetos incomuns que muitos entusiastas do espaço chamaram de "artefatos lembrando uma antiga civilização marciana".

Um indicador curioso da atividade estrangeira em Marte é esta fotografia irradiada para trás pelo vagabundo Curiosidade que mostra o que parece ser um objeto não identificado que zipping através do céu. Este tipo de anomalia não é o primeiro de seu tipo, como outros semelhantes avistamentos foram relatados nos últimos dois anos.

Este, no entanto, tem uma forma mais definida, embora um pouco abstrata, mas sugere o fato de que o alegado OVNI foi fotografado na proximidade de Curiosidade, ao contrário de outros relatórios semelhantes.

Não convencido? Tem mais

Ele aparece em um quadro de um total de dois, indicando que poderia ser um objeto voador em movimento, e com uma velocidade considerável. Desde que ele desaparece no segundo quadro, podemos pensar no OVNI como uma especificação de poeira, flare de lente, ou mau funcionamento da câmera, mas outras aparições semelhantes voando em Marte tendem a refutar o acima mencionado.

Um ponto preto foi visível em dois outros tiros capturados pela Curiosidade em novembro do ano passado, é uma posição análoga à apresentada anteriormente. Diferença aqui é o UFO está presente em dois quadros consecutivos, e em dois pontos diferentes em relação ao ângulo onde a foto foi tirada, que permanece inalterada.

Esse ponto está se movendo em linha reta? Deve ser uma especificação de poeira ...

O OVNI é percebido como um ponto sem sentido, mas na realidade poderia ser uma pista relevante provando que algo / alguém está transitando em Marte realizando atos secretamente secretos. Veja o GIF abaixo do ponto preto que persiste em ambas as imagens. As imagens em bruto também estão disponíveis na parte inferior deste post.

É verdade que formas simples no céu podem ser facilmente debunked por qualquer parte interessada, mas outros avistamentos inexplicáveis ​​marciano são intrigantes mesmo para os "especialistas". É o caso dessas pequenas luzes manchadas na superfície de Marte em pelo menos 8 imagens. O caso é ainda mais intrigante, uma vez que aparições relacionadas também são encontradas em nosso planeta.

Com isso em mente, surge a questão de se nossa espécie humana é ou não monitorada por uma raça extraterrestre avançada, ou talvez por um governo de sombra com brinquedos avançados em estoque.

O que é certo é que tais aparências estavam presentes sempre que a espécie humana tinha alcançado um marco importante, fazendo uma referência aqui ao pouso da Lua com todos esses UFOs. No caso de Marte, as esferas brilhantes, juntamente com as formas peculiares semelhantes a objetos voadores, parecem estar espiando o rover à distância, e às vezes até preferem posar diante dele para impressionar os terráqueos. Afinal, estamos nos intrometendo em seu território, e não vice-versa.

Poderia esta plétora de anomalias do outro mundo ser mero coincidências? Ou melhor, o produto de um projeto inteligente, seja ele extraterrestre ou relacionado com os programas militares e outros programas de orçamento negro no espaço?

Imagens em bruto I , II , III , IV

fonte:alienpolic

leia mais...

CASOS REAIS: Comprovado, O que jamais veio a público: OVNIs no Brasil, Pelo menos 21 objetos diferentes foram captados.

A noite dos ovnis no brasil
Noite de 19 de maio 1986
O conjunto de incidentes do tipo avistamento registrado em 19 de maio de 1986 é um dos mais conhecidos do repertório da ufologia brasileira, por ter sido observado e comentado oficialmente pelas Forças Armadas.
Na ocasião, os avistamentos foram tantos que as autoridades da Aeronáutica chegaram a afirmar que o espaço aéreo brasileiro havia sido invadido por vinte e um objetos de origem desconhecida, os quais:
foram detectados pelos radares
foram acompanhados por aviões a jato
comprovadamente se movimentavam em altas velocidades e acelerações, passando de 250 a 1.500 km/h em fração de segundo, sem causar o estrondo característico,
mudavam de cor e de trajetória - “subiam, desciam, faziam curvas em ângulos retos (90°) em altíssimas velocidades, sem deixar rastros como as aeronaves convencionais, sumiam instantaneamente do radar e apareciam, aos olhos do observador, em outro lugar”, nas palavras de um dos sargentos encarregados do controle de tráfego aéreo naquela noite,
acompanharam o vôo de diversos aviões,
causaram a interrupção do tráfego aéreo em várias áreas,
saturaram os radares,
causaram interferências nos equipamentos de aeronaves civis e militares.
A seqüência oficial dos fatos - a partir da “Área 51 Brasileira”
Nas horas finais da tarde, Douglas Avedikian, controlador de vôo do CINDACTA em Brasília, recebeu o comunicado de um avião Bandeirantes que questionava à Central de Controle do Trafego Aéreo se havia alguma outra aeronave voando em suas redondezas. A resposta foi negativa. Pouco depois, era ouvida a voz do piloto em pânico relatando que várias luzes passavam bem em sua frente.
Logo em seguida, o piloto de um avião da Transbrasil que naquele momento sobrevoava a cidade de Araxá-MG, afirmou estar em contato visual com várias luzes. A partir desse momento, o Cindacta passou a receber vários telefonemas das torres de controle do interior paulista (incluindo Pirassununga, Ribeirão Preto e São José dos Campos). Não havia dúvidas e a FAB iniciou seus protocolos de prontidão especial.
O primeiro contato oficialmente registrado naquele 19 de maio ocorreu visualmente no início da noite, a partir da torre de controle do aeroporto de São José dos Campos. A partir daí foi seguido o protocolo operacional normal no caso de avistamento de objetos não previstos pelo controle de tráfego aéreo, com solicitação de observação a partir de uma aeronave militar que já se encontrava em vôo na região - casualmente, levando a bordo o Coronel Ozires Silva, que pouco antes havia deixado a presidência da Embraer. O comandante da aeronave, Alcir Pereira da Silva, e o coronel Ozires confirmaram ver também objetos luminosos. Mais tarde, Ozires Silva declarou:
Quando nos aproximávamos de São José dos Campos, a bordo do avião Xingu PT-MBZ, Brasília pediu para observarmos alguns pontos que estavam sendo detectados pelo radar, e que não estavam registrados como vôos regulares dentro daquela área. Na altura de 600 metros, vimos pontos luminosos, de cor laranja-vermelhado, com brilho muito intenso. Tentamos nos aproximar das luzes, mas desistimos. As luzes apagavam e acendiam em lugares diferentes (10 a 15 segundos). Observamos variações muito rápidas de velocidade.
As luzes tinham presenças reais, eram alvos primários no radar, alvos positivos, uma coisa concreta. Se não fosse detectado pelos radares, eu não teria falado nada. (…) Está registrado em fitas pelo radar.
De forma independente, mas simultânea, às 21:14 o controle de radar de São Paulo percebeu contatos não identificados no radar, e também seguiu o procedimento usual, informando ao CINDACTA de Brasília, que às 21:20 confirmou também estar captando os sinais no radar.
Com a confirmação independente por 3 bases, sendo uma delas inclusive via contato visual, o protocolo exigia medidas imediatas, e o primeiro jato F-5E de prontidão, pilotado pelo tenente Kleber Caldas Marinho decola às 21:23 da Base Aérea de Santa Cruz-RJ, rumo a São José dos Campos. Às 22:45, o radar local da base aérea de Anápolis-GO detecta os sinais, e um Mirage (que havia sido ativado após as primeiras comunicações, na hora anterior) decola, pilotado pelo capitão Armindo Souza Viriato de Freitas, e seguido por outro F-5E pilotado pelo cap. Márcio Brisola Jordão.
image
imageSomente às 23:15 o primeiro avistamento foi reportado pelas aeronaves de intercepção. O tenente Kleber identifica as “bolas de luz” e entra em protocolo de perseguição, ao mesmo tempo em que o segundo Mirage levanta vôo em Anápolis. Cinco minutos após o contato visual, o tenente Kleber identifica pela primeira vez a presença de seus contatos também no radar de bordo - que pode ser aferido posteriormente pela caixa preta, afastando assim as hipóteses posteriores de alucinações ou ilusões de ótica. Às 23:36, o terceiro Mirage decola de Anápolis.
Seguiram-se as manobras descritas acima, que chegaram a envolver até 13 “pontos luminosos” simultâneos, às vezes em manobras evasivas e outras vezes perseguindo as aeronaves da FAB. Esta informação não constou dos relatos oficiais, mas foi confirmada posteriormente: em um momento em que o F-5E era seguido por treze “pontos”, o piloto fez um looping para ficar de frente com tais objetos, o que não foi possível pois os objetos também fizeram o looping com o avião. Comentou-se também que um dos objetos veio em alta velocidade e, de repente, fixou-se bem à frente do avião, em rota iminente de colisão, saindo em seguida, a toda velocidade, deixando o piloto totalmente apavorado.
Tendo em vista o número de estados em que houve avistamentos e o número de pessoas envolvidas, uma situação rara ocorreu: o Brigadeiro Otávio Júlio Moreira Lima, então Ministro da Aeronáutica, fez um pronunciamento público sobre o assunto:
Entre 20:00 horas (19/05) e 01:00 hora (20/05) pelo menos 21 objetos foram detectados pelos radares brasileiros. Saturaram os radares e interromperam o tráfego na área. Toda vez que os radares detectam objetos não-identificados os caças levantam vôo para identificação. Radar só detecta superfícies sólidas, objetos metálicos e nuvens (massas) pesadas. Não havia nuvens nem aeronaves convencionais na região. O céu estava limpo. Radar não tem ilusão de ótica. Só podemos dar explicações técnicas, e não as temos. Seria muito difícil para nós falarmos sobre a hipótese de que esses objetos seriam de origem extraterrestre. A hipótese de uma guerra eletrônica é muito remota, e não é o caso aqui no Brasil. É fantástico. Os sinais nos radares eram bem claros.
Em seguida o major aviador Ney Antônio Cerqueira (chefe do Centro de Operação da Defesa Aérea – CODA) declarou: “Não temos condições técnicas operacionais para explicar. O aparecimento desses objetos nas telas dos radares é inexplicável… As fitas com as comunicações entre pilotos e controladores das áreas de Brasília, São Paulo e Anápolis e os relatórios dos pilotos dos F-5E e dos Mirages serão estudados para posteriores conclusões.”
Ainda assim, mesmo com pronunciamento do ministro e promessa de estudod aprofundados, a doutrina oficial exigiu a tradicional mudança de discurso, e já no dia seguinte o comandante do IV COMAR dizia à imprensa: “Pode ser que se explique por uma disfunção eletrônica dos radares, há muitos anos esses casos vêm sendo registrados.” E logo surgiram astrônomos e físicos com a desinformação oficial: meteoros, planetas, reflexos, etc. Os estudos posteriores jamais foram divulgados ao público.
O que jamais veio a público: OVNIs no Brasil
Ainda na madrugada de 20 de maio, os registros em videotape, as fitas originais dos radares de vôo e de solo, e as gravações de rádio das torres e aeronaves envolvidas foram recolhidas em uma sala colocada sob vigilância contínua na base de Anápolis. Uma equipe formada integralmente por militares da ativa (da aeronáutica e do exército) foi formada e recebeu ordens de deslocamento imediato. Como se tratavam essencialmente de oficiais engenheiros ou com formação tecnológica, muitos integrantes de equipes técnicas da EMBRAER e muitos alunos do ITA e do IME nas semanas seguintes receberam desculpas variadas sobre a ausência prolongada de seus instrutores e supervisores.
Um major aviador da aeronáutica, na época aluno do ITA e hoje membro do WMBI em São José dos Campos, recorda que nos primeiros dias as informações oficiais eram de que diversos instrutores estavam com as mais variadas doenças - de cálculo renal a infecção alimentar. Na segunda semana, todas as desculpas foram unificadas: “razões pessoais”. E alguns dias depois adotou-se o discurso de “missão classificada”. Os instrutores foram substituídos até o final das cadeiras, e só retornaram no ano seguinte.
Naturalmente recolher os registros necessários para as análises não era suficiente para garantir o acobertamento, e durante todo o dia 21 de maio os CINDACTAs e demais centros de controle de tráfego copiaram suas fitas dos 2 dias anteriores, suprimindo das cópias os trechos “quentes”, e enviaram os originais também para Anápolis, a “área 51 brasileira”. Não era necessário alertar os pilotos civis para guardarem discrição sobre o que haviam presenciado, pois todos sabem das conseqüências pessoais e profissionais que se seguem a quem quebra o “código de silêncio” sobre estes assuntos; ainda assim, as direções de todas as companhias aéreas cujos pilotos haviam relatado contatos não identificados no dia anterior foram discretamente avisadas da importância de um comportamento mais discreto que o usual.
O “debriefing” dos pilotos militares e pessoal de terra, bem como a análise das gravações, iniciou já no dia 20, com as técnicas usuais de entrevista individual, registro, comparação cruzada e nova entrevista em grupos. As imagens e gravações não eram conclusivas, pois foram captadas por aparelhagem desenvolvida para registrar tráfego de aeronaves comuns. Ainda assim, já nas primeiras 2 semanas foi possível determinar de forma conclusiva alguns fatos, entre eles:
21 ovnis no ceu do brasil
Pelo menos 21 objetos diferentes foram captados.
Eles se deslocaram comprovadamente sobre o espaço aéreo do Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Nenhum objeto foi detectado sobre o Distrito Federal.
O primeiro registro em radar ocorreu às 19:54, e não foi percebido pelos operadores do CINDACTA. O último registro ocorreu às 4:20 da madrugada do dia 20, sobre o oceano Atlântico no litoral paulista.
Foram detectadas anomalias magnéticas e sismográficas em todos os estados afetados.
Houve avistamento por civis em Terra registrados em todos os estados.
A velocidade máxima dos objetos não pôde ser medida. Comparando os depoimentos dos pilotos com os registros dos radares, percebeu-se que nos momentos em que os radares registram desaparecimento súbito do objeto, os pilotos relatam afastamento a velocidades extremamente altas.
Os objetos em alguns momentos voam em formação, e em outros voam de forma completamente independente. Foram identificados padrões de formação complexos, com alternância de posições entre os integrantes da “esquadrilha”.
Registros visuais e de radar confirmam manobras de alta velocidade impossíveis para aeronaves terrestres conhecidas. As manobras incluem inversão súbita de sentido (equivalente a uma mudança de 180 graus no sentido - como uma “marcha a ré” em pleno vôo), variações súbitas de 90 graus na direção e vôo estacionário.
Segundo o radar de solo, um dos objetos emparelhou com um dos Mirages durante mais de 4 minutos, à mesma altitude e distância lateral de menos de 50 metros. O piloto nada percebeu.
Ao término de suas atividades, 14 dos objetos se afastaram em formação de baixa velocidade sobre o oceano Atlântico, sendo acompanhados até o limite de 200 milhas por uma das aeronaves da FAB. Os demais pontos se uniram em um só, que passou a evoluir em padrão triangular sobre a chapada Diamantina por cerca de 10 minutos, desaparecendo subitamente do radar no momento em que foi dada a ordem para decolagem de um Mirage adicional para persegui-los.
Relatos sobre a conformação dos objetos são conflitantes, variando de formatos triangulares a discóides, completamente metálicos ou com janelas aparentes, e um dos pilotos declarou que o ponto perseguido por ele era imaterial, sendo constituído puramente de energia luminosa.
Os pilotos e pessoal de terra receberam cada um as instruções de quanto poderiam revelar e que detalhes deveriam ser confirmados “em off” de forma a não comprometer o acobertamento, gerando no público a informação de que se sabia muito menos do que realmente foi apurado.
Subitamente, no início da terceira semana de junho, um grupo de “consultores” norte-americanos foi incorporado à equipe, e iniciou suas próprias atividades copiando todos os registros e refutando as conclusões já existentes naquele momento. O major aviador da FAB que comandava a equipe viu-se na situação de não poder dar ordens diretamente a um dos membros da equipe norte-americana - um dos “coronéis instantâneos” da CIA - e solicitou providências a seu comando. E as providências não tardaram: ele foi promovido e imediatamente transferido para uma função administrativa no Rio de Janeiro. Ao tentar contatos extra-oficiais com outros membros de sua equipe técnica em Anápolis nas semanas seguintes, descobriu que todos os oficiais integrantes haviam sido promovidos e transferidos, exceto no caso dos oficiais instrutores, que haviam sido promovidos e colocados em lotações temporárias em diversas bases aéreas separadas, até o início do próximo período letivo em suas lotações permanentes. Ou seja: a equipe foi desmantelada, e nenhum dos integrantes originais foi mantido em contato com os demais. Nada de incomum - de fato, procedimento padrão. E nosso recém-promovido Tenente-Coronel aviador da FAB sabia que não devia continuar fazendo perguntas.   
Anos depois, sua carreira o levou novamente a um posto em Anápolis, com acesso aos registros oficiais da base. Quando teve oportunidade, procurou pelos arquivos relativos a aquelas semanas de 1986. E o que ele encontrou? Registros do rancho, deslocamento de oficiais, sua própria transferência para o Rio de Janeiro logo após a chegada de um grupo de “oficiais visitantes” dos EUA, e nada mais. Como esperado, os registros desapareceram em pleno ar, e hoje devem residir em alguma área secreta no deserto de Nevada, junto com tantos outros.
E como eu disponho de todas estas informações? Muito simples: aquele oficial logo depois foi afastado e removido compulsoriamente para a reserva da Aeronáutica sem chance de completar uma carreira sem nenhuma mácula, sem receber nenhuma explicação ou mesmo uma oportunidade de fazer perguntas. Logo em seguida passou a integrar os quadros do WMBI, lutando para que informações como estas não se percam. E hoje assina este artigo, compartilhando com todo o público as suas memórias sobre o maior evento ufológico registrado no Brasil.
Veja o video :


image
leia mais...

CASOS REAIS: Comprovado, Chocante, Atriz famosa afirma que as familias reais que comandam o mundo são na verdade seres extraterrestres

Quando um monarca do Reino Unido sofre sua coroação, eles devem cumprir uma série de rituais consagrados pelo tempo antes de ser ungido pelo Arcebispo de Canterbury. Após sua coroação, eles assumem uma posição incrivelmente poderosa. Não só se tornam o chefe de Estado à Grã-Bretanha, Irlanda do Norte e da Commonwealth, mas tornam-se também o protetor da fé da Igreja da Inglaterra.

ALIENIGENAS
PRINCESA DIANA DISSE A UM AMIGO QUE A FAMÍLIA REAL ERAM "LAGARTOS"  
 
De acordo com a princesa Diana, a resposta é um sim definitivo. Um amigo próximo da falecida princesa, que prefere permanecer anônimo, tinha falado sobre os contos perturbadores que Diana contou durante um período de nove anos, quando ela ainda estava viva. A princesa nunca falou publicamente sobre qualquer uma dessas coisas, porque ela temia, com razão, que ela seria ridicularizada e criticada na imprensa popular se ela assim o fizesse. Diana apelidou a família Windsor de 'os lagartos' e 'os répteis "e costumava dizer às pessoas que elas não eram realmente humanas. Ela não estava falando metaforicamente. Diana confidenciou em seu amigo próximo que a família real era realmente de lagartos e eram profundamente envolvidas nos Illuminati. A Princesa Diana alegou que ela testemunhou a rainha da Inglaterra realizando rituais de sacrifício e falando abertamente sobre os outros membros da Illuminati.
 

 A fonte anônima afirma que ela não era a única pessoa que Diana confidenciou esses segredos mas até o momento, ninguém mais falou sobre estas alegações. Agora, no vídeo abaixo, Alex Jones começa a falar sobre o plano principal dos globalistas e que isso significará para o mundo se eles tiverem sucesso. Nos 5,25 minutos ele fala sobre a alegação da atriz que os membros da família real são ets. Em vez de dizer que eles são lagartos (provavelmente para se proteger) a atriz Helen Mirren descreveu a família real como "alienígenas" que ela pretende dizer, de acordo com The Independent, que estamos vivendo em um mundo que está além da nossa compreensão.
 

 Veja o vídeo:


 

 
 
FONTE: SEMPREQUESTIONE
leia mais...

OVNIs UFOs descritos na Bíblia


A Bíblia é um texto com muitos anos de história, onde podemos citar vários poderes sobrenaturais, supostamente do céu ou de Deus. Mas e se essa força não era Deus e se fossem seres extraterrestres talvez avançados? Existem várias passagens na Bíblia que poderia ser encaminhado para pensar nisso.

Ao longo da Bíblia inteira lá são vários eventos ao ar misterioso por estudiosos este é verdadeiramente o poder de Deus, embora os cientistas mencionou que poderia ser contato extraterrestre com os seres humanos, então.



1 - UFOs na Bíblia começam quando Elias tem contato com um carro de bombeiros, talvez por isso, era um UFO, e não uma carruagem de fogo. Elias sabia que sua vida estava em perigo e por isso peço a Deus para ajudá-lo, quando de repente o cercaram alguns carros de fogo, como cavalos de nós e um deles subiu ao céu, talvez esta é uma história de abdução alienígena .

Moisés em Êxodo. Moises Faraó permite realizar o Êxodo, mas depois se arrepende e decide ir depois que os egípcios israelitas, a Bíblia nos diz que a água foi aberta e eu passá-los e, em seguida, Moisés, com a ajuda de Deus desligar a água. Agora os cientistas acreditam que poderia ser um UFO voando sobre a água e, assim, abriu, movendo-se esta água de volta no lugar.



2 - Moisés e seu povo tinha andado por 40 anos onde é mencionado que uma nuvem no céu guiou e protegeu-os, à noite ele deu-lhes luz para seguir o seu caminho. Como os israelitas poderiam sobreviver 40 anos na temperatura do deserto a 50 graus?, Seres extraterrestres, talvez, lhes oferecia tudo o que precisavam.

Uma noite, Jesus disse a Moisés para acordar cedo e ir até ao Monte Sinai, Jesus advertiu que todas as pessoas devem ficar longe, exceto Moisés, que subiu ao monte, estar lá é smoky e penetrar na nuvem. E se não fosse uma nuvem? e se era uma espaçonave alienígena realmente, talvez eles queriam mostrar-lhe algo e Moisés subiu. Quando nuvem baixa ou navio trouxe com Moises e os 10 mandamentos que mencionam dar a Moisés na nuvem.



3 - Outro evento que pode ser mencionado UFOs na Bíblia, acontece quando no Novo Testamento, Jesus se transfigurou, "Sua roupa ficou muito branca e brilhante que não havia calcário no solo que podem clarear ainda mais, há Moisés e Elias apareceram e começaram a falar com Jesus ". Uma vez que eles poderiam estar lá se Moisés tinha morrido e Elias nunca morreu na Terra desde que foi transportado pelo carro de fogo para o céu. Talvez fosse o mesmo Ovni da transfiguração de Jesus que levou Moisés e Elias ali.



4 - Agora, de volta para o Antigo Testamento com o profeta israelita Ezequiel que era um profeta e pregou a mensagem de esperança e salvação, a Bíblia menciona que Ezequiel foi raptada por um corpo celeste "quando eu olhei havia um vento norte tempestade se aproximando, e uma grande nuvem luminosidade em torno de um fogo contínuo no fogo e o bronze brilhante foi "Ezequiel viu?, ele acredita que ele teve um encontro com Deus mesmo agora especialistas acreditam que poderia ser um UFO que realmente observar Ezequiel esta é a passagem dos mais estudados Bíblia e depois se acredita muito estudo para ser uma nave alienígena "Eu vi uma roda no chão, na aparência da roda e fabricação brilha com o brilho de um copo de luz "Ezequiel também mencionou que poderia levar a qualquer lugar, como as naves alienígenas hoje, bom como se acredita ser.



5 - "Quanto à semelhança dos seus rostos cada um tinha diante de um rosto de um homem, os quatro tinham o rosto de leão no lado direito, os quatro tinham o rosto de boi no lado esquerdo e os quatro tinham o rosto de uma águia para trás "quem eram esses seres estranhos que Ezequiel descreve? eles poderiam ser extraterrestres?


CASOS UFOLOGICOS NO BRASIL E NO MUNDO
leia mais...

O Misterio dos Vimanas, Saiba sobre eles!

Vimanas – Império Rama 15.000 mil anos, um mistério

O Império Rama existiu há pelo menos 15.000 anos atrás, no norte da Índia. Aparentemente, existiu paralelo à civilização atlante (que, pelos cálculos de Platão, deve ter sido destruída há 12.000 anos atrás).  Possuía cidades sofisticadas, muitas ainda a serem encontradas no deserto do Paquistão, norte e nordeste da Índia. Algumas cidades com 5.000 anos já foram encontradas por arqueólogos,...

CONTINUE LENDO...


Vimana é um veículo voador mitológico, descrito na literatura antiga da Índia

Uma vimana é um veículo voador mitológico, descrito na literatura antiga da Índia. Referências a veículos voadores são comuns nos textos antigos indianos, que, inclusive, descrevem seus usos na arte da guerra. Independentemente de serem capazes de voar na atmosfera terrestre, consta que as vim?nas também viajam pelo espaço e sob a água. Descrições contidas nos Vedas e na literatura indiana recente...
CONTINUE LENDO...


Vimanas - As terríveis Vimanas

O Império Rama existiu a pelo menos 15.000 anos atrás, no norte da Índia. Aparentemente, existiu paralelo à Civilização Atlantis (que, pelos cálculos de Platão, deve ter sido destruída há 12.000 anos atrás). Possuía cidades sofisticadas, muitas ainda a serem encontradas no deserto do Paquistão, norte e nordeste da Índia.  Algumas cidades com 5.000 anos já foram encontradas por arqueólogos,...
CONTINUE LENDO...


Vimanas, incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos diz a historia da India

De acordo com a história antiga indiana - um dos mais extensos do planeta - seus textos sagrados antigos chamados "Vedas" falam de incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos. A fonte de energia do antigo Vimana acabou não só acessível ao mundo inteiro, mas também fácil de aproveitar. Ao longo da história, muitos mitos e lendas comuns mencionam máquinas voadoras...
LEIA MAIS...

http://feeds.feedburner.com/CuoUfologiaOriginais
leia mais...

Vimanas, incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos diz a historia da India

Vimanas, incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos diz a historia Indiana 01
De acordo com a história antiga indiana - um dos mais extensos do planeta - seus textos sagrados antigos chamados "Vedas" falam de incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos. A fonte de energia do antigo Vimana acabou não só acessível ao mundo inteiro, mas também fácil de aproveitar.
Ao longo da história, muitos mitos e lendas comuns mencionam máquinas voadoras incríveis e como as pessoas antigas viajavam grandes distâncias pelo ar: os tapetes voadores da antiga Arábia, a roda de Ezequiel e a capacidade de Salomão de viajar de um lugar para outro e os carros mágicos ou vimana 'Mencionados em antigos textos indianos e chineses.
De acordo com a história indiana antiga - um dos mais extensos do planeta - seus textos sagrados antigos chamados "Vedas" falam de incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos. Enquanto há muitos que se opõem à existência do Vimana, milhões de pessoas em todo o mundo estão preocupados que milhares de anos atrás, a humanidade antiga foi visitada por incríveis máquinas voadoras, pilotadas pelos "deuses". Com a ajuda do Vimana, antigos astronautas visitaram lugares diferentes no planeta com facilidade, espalhando conhecimento e riqueza entre civilizações antigas e primitivas.
Referência à Vimana antiga pode ser encontrada no Mahabharata, que é um dos dois principais épicos sânscritos da Índia antiga:
"A ordem de Rama, o carro magnífico levantou-se a uma montanha de nuvem com um ruído tremendo. Outra passagem diz: Bhima voou com seu Vimana em um raio enorme que era tão brilhante quanto o sol e fez um ruído como o trovão de uma tempestade.
No antigo Vymanka-Shastra (uma ciência da aeronáutica), há uma descrição de um Vimana: "Um aparelho que pode ir por sua própria força, de um lugar a outro ou de um globo a outro".
Dr. Raghavan salienta: "As revelações do texto se tornam ainda mais surpreendentes. Trinta e uma partes das quais a máquina consiste - são descritas, incluindo um espelho fotográfico embaixo. O texto também enumera 16 tipos de metal que são necessários para construir o veículo voador: `Metais adequados, lighare 16 tipos`. Mas apenas três deles são conhecidos hoje. O resto permanece intraduzível. "
Outra autoridade que concorda com as interpretações do Dr. Raghavan é o Dr. AV Krishna Murty, professor de aeronáutica no Indian Institute of Science em Bangalore. "É verdade", diz Krishna Murty, "que os antigos Vedas indianos e outros textos se referem à aeronáutica, naves espaciais, máquinas voadoras, antigos astronautas. "Um estudo dos textos em sânscrito me convenceu de que a Índia antiga conhecia o segredo da construção de máquinas voadoras e que essas máquinas eram modeladas a partir de naves espaciais vindas de outros planetas".
No entanto, o que alimentou estes antigos Vimana?
Vimanas, incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos diz a historia Indiana 02
O Vaimānika Śāstra, um texto em sânscrito do início do século XX sobre a tecnologia aeroespacial, afirma que ele  vimānas  mencionado em épicos sânscrito antigos foram avançados aerodinâmicos voando veículos, semelhante a um foguete capaz de voo interplanetário como apoiado pela antiga teoria alienígena.
Revelado em 1952 por GR Josye, os textos contêm 3000 shlokas em 8 capítulos que Shastry alegou ter sido psiquicamente entregue a ele pelo antigo sábio hindu Bharadvaja. A propulsão dos Vimanas De acordo com Kanjilal (1985) é por um " Mercury Vortex Engines ", um conceito semelhante à propulsão elétrica.
No entanto, muitas pessoas argumentam que uma fonte de energia muito maior, mais acessível e 'livre' estava disponível para a antiga embarcação Vimana.
Vale a pena mencionar que, há alguns anos atrás, pesquisadores chineses descobriram antigos documentos sânscritos em Lhasa, no Tibete, que datam de milhares de anos. Os textos antigos foram enviados para a Universidade Chandigarh para tradução. Os resultados foram chocantes. De acordo com a Dra. Ruth Reyna, os textos traduzidos, alegadamente, são "planos" para a construção de naves interestelares.
De acordo com os documentos traduzidos, o sistema de propulsão projetado para as naves espaciais foi baseado em tecnologia antigravitacional, e baseado em um sistema análogo ao de "laghima", o poder desconhecido do ego que existe na composição fisiológica do homem ", uma força centrífuga forte Suficiente para neutralizar toda atração gravitacional. "
Curiosamente, de acordo com hindus Yogis, a misteriosa força " laghima " é o que permite às pessoas levitar .
Dr. Reyna explicou que "a bordo dessas máquinas que eram chamados de 'Astras', os construtores dos ofícios poderiam ter enviado um destacamento de homens para qualquer planeta. Os manuscritos, entretanto, não mencionam como a comunicação interplanetária foi alcançada, mas mencionam uma viagem da Terra à Lua, embora não esteja claro se a viagem foi planejada ou realmente realizada. (fonte)
No entanto, um dos grandes épicos indianos, o Ramayana, tem uma história altamente detalhada nele de uma viagem à lua em um Vimana (ou "Astra"), e na verdade detalhes de uma batalha na Lua com um "Asvin" (Ou "Atlântico Atlântico" (fonte)
Os cientistas indianos foram extremamente reservados sobre o valor destes documentos, mas tornou-se menos quando os chineses anunciaram que certas partes das informações estavam sendo estudadas para inclusão em seu programa espacial. (fonte)
Mas podemos realmente "engenharia reversa" ANCIENT tecnologia? Bem ... depende do que você acha que é possível. Curiosamente, no sânscrito Samarangana Sutradhara , está escrito:
"Forte e durável deve o corpo do  Vimana  ser feito, como um grande pássaro voador de material leve. Dentro de um deve colocar o motor de mercúrio com o seu aparelho de aquecimento de ferro por baixo. Por meio do poder latente no mercúrio que põe o turbilhão em movimento, um homem sentado dentro pode viajar uma grande distância no céu. Os movimentos do Vimana são tais que ele pode verticalmente ascender, descer verticalmente, mover inclinado para a frente e para trás. Com a ajuda das máquinas, os seres humanos podem voar no ar, e os seres celestiais podem descer à terra. "
Curiosamente, a Lei dos Babilônios, o Hakatha inequivocamente afirma:
"O privilégio de operar uma  máquina voadora  é ótimo. O conhecimento do vôo está entre o mais antigo de nossas heranças. Um presente de " aqueles em cima em cima ". Nós o recebemos deles como um meio de salvar muitas vidas. "
"O Pushpaka Vimana era um gigantesco" avião "do tamanho de uma grande cidade inteiramente capaz de conter um número ilimitado de pessoas ..."
"... Três cidades voadoras foram feitas para e foram usadas pelos Demônios ... Uma estava em uma órbita estacionária no céu, outra movendo-se no céu e uma estava permanentemente estacionada no chão. Estes foram ancorados como naves espaciais modernas no céu ... e em uma latitude fixa / longitude. A seta de Siva, obviamente, se refere a um míssil ardente disparado de um satélite especialmente construído para o efeito ... Os vestígios de uma civilização próspera e destruída em batalhas cintilam através dessas lendas ... " - observações do Prof. DK Kanjilal sobre o Matsyapurana.
Aproveitando a energia natural da Terra!
Vimanas, incríveis navios voadores que visitaram nosso planeta há mais de 6000 anos diz a historia Indiana 03
Mas é possível que os antigos Vimana's foram construídos para que eles pudessem acessar a energia natural do planeta? E se milhares de anos atrás, antigas máquinas voadoras usassem a energia natural da Terra para carregar e recarregar? É possível que monumentos antigos como pirâmides fossem, de fato, gigantes transmissores de energia que alimentassem o antigo Vimana?
Interessante pedra como o metal pode ser carregada e pode realizar cargas elétricas. E se os antigos sítios na Terra fossem colocados especificamente nos chamados vórtices magnéticos ou linhas elétricas de 'Ley'? E se houver um significado muito maior para o número incontável de pirâmides indianas antigas , monólitos, estátuas megalíticas, estelas, obeliscos e totens , e se todas essas estruturas, não apenas da Índia antiga, mas civilizações diferentes em todo o mundo, Propósito científico especial: transmitir grandes quantidades de energia .
Muitos pesquisadores argumentam que a intrincada pedra antiga atribuída aos incas, egípcios, índios orientais, maia e outras civilizações antigas tem um propósito específico , e não era apenas de natureza estética.
Vale a pena mencionar que muitos consideram a grande Pirâmide de Gizé como um dos melhores exemplos de antigas máquinas de energia. Era uma usina de Tesla, criada há milhares de anos. Era uma enorme estrutura antiga que era capaz de usar as propriedades naturais da Terra para criar ou produzir uma grande quantidade de energia. Acredita-se que esta energia tenha sido usada pelos antigos egípcios e outras culturas, como os antigos maia e outras culturas em todo o mundo por milênios. Esta teoria, entretanto, foi rejeitada firmemente por investigadores mainstream.
Se abordarmos a história das civilizações antigas de outra perspectiva, veremos que as civilizações antigas ao redor do globo eram, de fato, extremamente sofisticadas e usavam tecnologias avançadas milhares de anos antes de a ciência mainstream reinventá-las.
Essas tecnologias avançadas estavam presentes no antigo Egito, Suméria Antiga, e na América do Norte, Central e do Sul. Electricidadeeletroquímicatecnologia eletromagnéticametalurgiaengenharia avançada , incluindo  hidrogeologia , químicafísica  e formas avançadas de  matemática  e  astronomia  foram todos de milhares utilizado de anos atrás para grandes extensões.
Fonte:
leia mais...

Mais Populares

 
Copyright © 2014 ALERTA OVNIs UFOs • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top