Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens

MARCAS EM PLANTAÇÕES DE CANA, ITATIBA SP

UFOLOGIA: MARCAS EM PLANTAÇÕES DE CANA, ITATIBA SP




Fenômeno causou marcas e estragos em plantações de cana na cidade de Itatiba-SP, bairro Tapera Grande. Em 2011 foi visto um objeto em forma de cilindro que aterrissou e alguns minutos depois se elevou em uma velocidade anormal, infelizmente a pessoa que presenciou o fato não teve como filmar ou fotografar, o fato aconteceu próximo ao do vídeo abaixo Fato ocorrido em 20/04/2004. Arquivo...
LEIA MAIS...
leia mais...

Crop Circles (Círculos em Plantações) 100 dos mais belos e maiores Crop Circles

Ressaltando a áurea de mistério por detrás destes magníficos trabalhos, através de imagens e um resumo explicativo sobre o assunto.
Vale destacar que a maioria dos "Crop Circles" aqui relacionados são na região de Wiltshire (próximo a Stonehenge), uma região cercada de uma áurea mística.
Entretanto nesta seleção consta por exemplo o gigantesco desenho de um "Homem Borboleta" com a dimensão de 530 x 450 mts em uma plantação de trigo em Zeeland (Holanda).
CIRCULOS EM PLANTACOES
leia mais...

Círculos em plantação de trigo no interior do município de Chopinzinho PR - Brasil

Círculos em plantação de trigo no interior do município de Chopinzinho PR - Brasil
1339553751932
VEJA TAMBEM:


Alguns estudiosos ingleses encontraram na capa de um tablóide londrino, datado de 22 de agosto de 1678, uma narrativa que faz menção à lenda do “Demônio Ceifador”, relatando a existência de misteriosos círculos nas plantações ...


Circulos em Plantações - TOP 100 CROP CIRCLES. Coletânea com 100 dos mais belos e maiores Crop Circles, ressaltando a aurea de mistério por detras destes magníficos trabalhos através de imagens e um resumo explicativo sobre o ...


Círculos nas Colheitas (Plantações) · image Circulo nas colheitas Círculos nas colheitas têm aparecido em campos do mundo todo nos últimos 30 anos. Eles variam de formas simples e geométricas a composições complexas feitas ...


Estes círculos estão se tornando mais modernos no Brasil, pois em uma comparação anterior dos círculos que aparecem no Brasil e os que surgem em outros países os nossos eram bem primitivos e agora já estão mais ...
leia mais...

Crop Circle é avistado enquanto piloto sobrevoava a região Russa de Arkhangelsk 2017

Ao voar sobre a taiga Evenk e seus pântanos impenetráveis ​​na região de Arkhangelsk na Rússia, um piloto viu algo incompreensível.
Crop Circle Structure filmado pelo piloto enquanto voava sobre a região russa de Arkhangelsk 01
O que ele descobriu foi um grupo de manchas com muitos estranhos poços de aparência anti natural com água no chão.
-
O piloto conseguiu filmar os poços e denunciou o fenômeno aos cientistas sobre os quais eles decidiram visitar o local e concluíram que havia mais poços semelhantes, embora alguns deles estivessem cobertos de musgo.


Crop Circle Structure filmado pelo piloto enquanto voava sobre a região russa de Arkhangelsk 02

Ainda mais misterioso é um ponto enorme que se parece com uma espécie de estrutura do círculo de corte, que fica a cerca de dois quilômetros dos poços no solo.


Pesquisas adicionais sobre a origem e o significado dos poços, bem como o círculo de culturas estranhas, como estrutura que mostra claramente um padrão, serão indubitavelmente realizados pelos cientistas.
Coordenadas do Google Earth:
Pits: 63 ° 46'33.04 "N 44 ° 34'20.92" E
Estrutura do círculo de corte: 63 ° 46'39.70 "N 44 ° 37'7.66" E

-
leia mais...

CROP CIRCLES: CÍRCULOS EM PLANTAÇÕES DO MUNDO INTEIRO

Ashampoo_Snap_2017.08.19_05h45m07s_001_
Os “círculos” nas colheitas, ou “crop circles”, como ficaram conhecidas as manifestações pictóricas ocorridas nos campos de cultivo da Europa e agora também em outros países são um dos mais fascinantes e profundos mistérios da atualidade. Embora sejam relacionados à atividade humana, nenhuma evidência comprovada foi encontrada nos círculos “autênticos”.



Nestes casos, nos círculos, ou em sua proximidade, nunca foram encontrados quaisquer traços ou pistas que indicassem como foram feitos ou por quem. Não há pegadas de pessoas, ou marcas de pneus de veículos, nem sinal de que as plantas em seu interior tenham sido manipuladas por humanos. Simplesmente, os círculos surgem do nada, portando uma mensagem inexplicável e desafiando nossa inteligência e tecnologia.




Duas organizações vêm fazendo estudo do solo dos círculos. Elas são o Center for Crop Circles Studies in England e uma organização conhecida como ADAS Ltd., trabalhando com o Ministério da Agricultura Inglês. Uma das coisas que eles descobriram é que os solos adquirem uma quantidade anormal de hidrogênio após cada formação. O único modo desta quantidade de hidrogênio aparecer assim seria se o solo recebesse uma carga elétrica extremamente forte.


A origem do fenômeno é bem mais complexa. Alguns estudiosos ingleses encontraram na capa de um tablóide londrino, datado de 22 de agosto de 1678, uma narrativa que faz menção à lenda do “Demônio Ceifador”, relatando a existência de misteriosos círculos nas plantações inglesas já naquela época.


Em outros casos, pessoas foram condenadas pela igreja por utilizar grãos provenientes dos círculos pra celebração de rituais de fertilidade.

Também foram relatados casos nas décadas de 1930 e 40, alertando sobre o fenômeno. Com o passar dos anos as figuras foram se tornando cada vez mais complexas, primeiro eram circunferências simples, depois surgiram circunferências duplas, triplas, quádruplas, quíntuplas, círculos com anéis, figuras triangulares, ovais, espirais, etc. e assim o mistério continua, os círculos viraram símbolos e depois figuras complexas e extraordinárias. E com o aumento na quantidade e complexidade das figuras a cada ano, ficava evidente que aqueles misteriosos desenhos jamais poderiam ser feitos por mãos humanas, pois mesmo que tivesse uma multidão de pessoas desocupadas e interessadas em produzir tal fenômeno não iriam dar conta das centenas de círculos que já viam sendo catalogados em todo o interior da Inglaterra.



Com tal aumento na complexidade dos chamados Círculos Ingleses, ficou descartada a teoria inicial de que os círculos seriam simples marcas de trens de pouso de naves alienígenas. Ufólogos, geólogos, biólogos, matemáticos, físicos, astrônomos e céticos se revezam no mundo inteiro para tentar explicar este fenômeno, alguns com bons argumentos, outros chegam a ser ate ridículos, como a história divulgada pela TV Inglesa no final de 1991, de que dois velhinhos Doug e Dave, teriam feito tais desenhos durante a noite usando a simples técnica de puxar uma tábua amarrada a uma corda por sobre os trigais. Logo os céticos do mundo inteiro deram como encerrado o problema e desvendado o mistério.



Mas o que ocorreu nos anos seguintes foi uma explosão do fenômeno (mais de 3000) por regiões tão distantes e de forma tão acelerada que a dupla de velhinhos já não era capaz de realizá-los, exceto pela imaginação. Quando perguntados sobre as técnicas empregadas, muitas vezes titubeavam e não conseguiam dar explicações consistentes sobre as construções das imagens e muito menos sobre sua execução.



Descartando completamente a hipótese dos céticos sobre a autoria humana das imagens e voltando-se ao fenômeno original, observamos que as formações seguem padrões de geometria euclidiana, com complexas formas e motivos, atualmente com várias manifestações baseadas em geometria fractal e simbologia matemática, rica em mensagens codificadas sobre lavouras de grãos ao redor do mundo.



Mas o que temos de concreto até o momento?

1. Sabemos da pesquisa científica que eles são formados (as genuínas formações) por uma energia capaz de alterar a estrutura molecular da planta sem danificá-la. Além disso, também é capaz de alterar a taxa de crescimento e o seu padrão.



2. A energia envolvida parece ser benigna, mas sua natureza ainda é desconhecida.




3. Algumas formações irradiam uma onda de aproximadamente 5.7 Hz no espectro eletromagnético.




4. Ocorrem às vezes paralelamente ao avistamento de Ovnis.




5. Mesmo após a colheita, a forma dos círculos tem permanecido na terra durante pelo menos seis meses em alguns casos. Isto não pode ser conseguido por “formações na colheita” feitas por humanos.



6. Em algumas das formações, bússolas giram denotando uma anomalia magnética presente.




7. A plantação fora da formação não exibe as mesmas características encontradas dentro do círculo.




8. Não há nenhum nível de consistência. Em algumas formações temos o fator som, as anomalias magnéticas e impressões no solo, mas isto não quer dizer que iremos encontrar as mesmas características na próxima formação. Ainda assim, pode-se mostrar que os novos círculos fazem parte de uma formação genuína.




9. Se nenhum ser humano entrar na formação, a colheita (plantação) continuará crescendo e o fazendeiro não vai perder qualquer grão.




Assim, o que nós temos? Lindos padrões geométricos nos campos que desafiam nossas leis de lógica, da física e argumentos. Mas eles continuam aparecendo pelo mundo afora! Eles parecem ter um profundo efeito espiritual em todos os visitantes ou pesquisadores. Talvez, se nada mais houver, esta seja a razão da sua existência.




Olhando de perto




“Para cada coisa que acredito saber, dou-me conta de nove que ignoro.” (Provérbio Árabe)




Mas o que os cientistas dizem a respeito? Existe algum trabalho sério sendo conduzido neste campo?




O que se tem realizado são pesquisas ainda incipientes e nenhuma com respaldo de grandes instituições.




Entretanto com a multiplicação do fenômeno acredita-se que mais cientistas voltem os olhos para o fenômeno e tenham iniciativa para realizar estudos aprofundados.




Nos últimos meses, alguns pesquisadores tem se voltado para decifrar os códigos matemáticos impressos nas imagens.




O resultado tem sido fascinante. Muitas das imagens produzidas este ano foram relacionadas a eventos astronômicos, como o eclipse de 1º de agosto, onde vemos várias alusões ao alinhamento planetário.




Outra fascinante descoberta foi realizada pelo astrofísico Michael Reed em decifrar uma imagem aparecida em julho deste ano próxima ao castelo Barbury, em Wilts, que continha claramente os dez dígitos do número Pi, a mais ubiqua de todas as constantes matemáticas. Segundo ele,


“O pequeno ponto próximo ao centro representa o algarismo decimal, o décimo dígito foi corretamente aproximado, os segmentos angulares representam os dígitos com o salto do raio, de acordo com o valor de cada um, e começando por contar desde o centro, obtém-se exatamente o valor dos dez primeiros dígitos de pi: 3.141592654″








Outro aspecto fascinante das manifestações é a marca deixada nas plantas. As alterações biofísicas são de um grau desconhecido na sua origem, mas algumas simulações demonstraram que a aplicação de alta carga energética pode produzir efeitos semelhantes na estrutura das plantas.




Outros estudos tem sido conduzidos por biofísicos e biólogos moleculares no tocante à estas alterações, bastante peculiares e também impossíveis de serem produzidas por mãos (ou pés) humanos.




Alguns estudos comprovaram alterações na parede celular das plantas, bem como alterações cromossômicas e embrionárias nas sementes. Entretanto até o momento nenhum estudo amplo foi publicado.












Conforme estas imagens produzidas na Polônia, onde um círculo foi observado em agosto deste ano, as características são semelhantes as demais manifestações, onde as plantas são “dobradas” a mais ou menos 20% da altura, produzindo nódulos no caule com detalhes interessantes, formando um “cotovelo”, que pode ser desenvolvido pela própria planta por pressão de crescimento, porém de forma muito mais lenta do que o ocorrido nas aparições, e nunca na mesma altura da haste e na direção paralela ao solo.




Indo além nas explicações




Testemunhas oculares que presenciaram formações alegam que os desenhos são frutos da manifestação de bolas luminosas, que podem estar agrupadas ou só, onde flutuam sobre as plantações geralmente durante a madrugada. Um vídeo controverso produzido por uma testemunha mostra uma formação em tempo real do círculo pelos ditos ovnis. Numa velocidade surpreendente, o desenho formado pelas plantas dobradas apresenta as mesmas características dos círculos autênticos. Este vídeo esta disponível aqui.




Todavia parece que este é o único material produzido em vídeo até hoje sobre o fenômeno, embora multidões de pesquisadorese curiosos tenham tentado registrar estes eventos. Sempre ocorrem fatos inexplicáveis, como alterações no equipamento, descarga das baterias e até esquecimento de por a fita na câmera (sic).




Partindo do pressuposto de que as formas geométricas são originárias de manifestações energéticas desconhecidas, as bolas de luz ou quaisquer outro objeto voador não identificado traduz nossa total ignorância sobre física, principalmente após um século de descobertas quânticas. Descobiu-se que nosso universo é permeado por uma energia infinitamente maior e desconhecida: a chamada energia negra. De fato, esta energia não é escura, e foi apenas um nome escolhido para representá-la, talvez por ser escura para nosso entendimento.




Segundo a renomada bióloga evolutiva Elisabeth Sahtouris, o universo é permeado por formas de energia criativa, presente em todo o cosmos, que diz ainda:



We must collectively recognize what western science is only now discovering: that humanity and the rest of our living world are embedded within a far greater and fundamentally different reality than is encompassed by our current scientific worldview or paradigm. We are replacing the view of a non-living material/ electromagnetic universe with a greater non-physical reality of conscious intelligence as the never-ending source of scientifically known energy and matteria cosmic source that has been known in many human cultures from ancient times. It is fundamentally conscious and creative, transforming or transmuting into material universes and other creative ventures.”



Talvez estes fenômenos representem uma ótima oportunidade para a humanidade dar um salto significativo em seu desenvolvimento, não apenas pensando em que algo “extraterrestre” seja responsável pela salvação de nosso destino, mas que isto apenas está em nossas mãos, como nunca antes…


Alerta OVNIs Ufos




Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não identificados são naves de outros planetas. A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso





leia mais...

Este vídeo "prova" que não nos disseram tudo sobre os Círculos em Plantações

image
Um dos círculos de colheita mais enigmáticos apareceu em 2001, em um campo de colheita ao lado do maior telescópio e observatório do Reino Unido, o Chilbolton. O círculo de colheita enigmático foi aclamado por muitos como o círculo de colheita mais impressionante e importante para sempre aparecer em nosso planeta, já que, de acordo com muitos pesquisadores do UDO, esse círculo de culturas ao contrário de outros, levaram uma mensagem do espaço .



Crop Circles fascinou o público em geral e os ufólogos há décadas. Durante anos, os especialistas estudaram esse fenômeno incrível que muitos atribuíram aos OVNIs e como os Círculos de Culturas são de fato uma mensagem de cima, de nossos vizinhos cósmicos .
-
Outros - do lado cético - estão convencidos de que os círculos das colheitas são apenas um dos muitos enganos elaborados que tentam provar, não estamos sozinhos no universo.
-
Círculos de colheita - até o nome deles - aparecem em campos de culturas em todo o mundo. O termo "Círculos de colheita" foi cunhado nos anos setenta por Doug Bower e Dave Chorley. Em 1991, eles declararam que desde 1978 eram autores de mais de 200 círculos de safra, inspirados por uma formação que apareceu em Queensland, que um agricultor disse ter encontrado depois de ver um UFO voar sobre a zona.
-
Desde então, Crop Circles tem sido um assunto UFO bombardeado por críticos.
O produto do homem? Ou produto de Aliens? O produto da 21 st século?
-
image
De acordo com Richard Dolan: "O campo eletromagnético sobre a área onde um círculo aparece é geralmente carregado eletrostática. Além disso, existe uma forma rara de energia eletromagnética chamada "vortex de plasma ionizado", também conhecida como iluminação de bola, envolvida com essas formações. (fonte)




Bem, é um assunto muito discutido. Quero dizer, afinal, por que Aliens viria todo o caminho para a Terra a partir do espaço exterior para desenhar alguns círculos de colheita ...?
-
Enquanto o termo "Círculos de Cultivo" foi cunhado nos anos setenta, a verdade é que o primeiro Círculo de Culturas relatado remonta até 1678.
-
Um panfleto publicado em 22 de agosto de 1678, chamado " The Sowing-Devil: ou, Strange News Out of Hartfordshire ", mostra que um demônio que corta um círculo grande em um campo de cultivo é considerado o primeiro precedente de um agroglyph, também conhecido como Crop Circle.
-
No entanto, o pesquisador Jim Schnabel não considera isso como um antecedente histórico, uma vez que o texto descreve as hastes como cortadas e não curvadas.
-
Em 1686, o naturalista Robert Plot relatou formas circulares que aparecem em fungos, o que mais tarde seria atribuído a correntes de ar, e em 1880, John Rand Capron descreveu formas circulares que apareceram em um campo após uma tempestade.
-
Nos últimos tempos, as coisas relacionadas aos círculos das culturas mudaram drasticamente.
As "mensagens" enigmáticas geralmente tendem a aparecer durante a noite, enquanto menos são relatados para serem exibidos durante o dia.
-
Ao longo dos anos, o fenômeno evoluiu drasticamente até o ponto em que é difícil julgar se é um engano ou o verdadeiro negócio.
-
Ninguém duvida disso. Os números do círculo de colheita estão ficando maiores, alguns com mais de 200 metros de diâmetro; Outros são mais complexos em design, como se estivéssemos testemunhando verdadeiros "mandalas" cósmicos, muitos deles são construídos com uma impressionante precisão geométrica, com conhecimento de fractals e alusões aos estudos da mecânica quântica moderna.
Aqueles que estudaram o fenômeno sem preconceito, acreditam que os Círculos de Culturas são acompanhados por certas características que são relativamente únicas para eles e não têm uma explicação racional.
-
Os agricultores que viram círculos de colheita aparecem em seus campos como eles testemunharam ver "flashes de luz" ou "esferas de luz" no céu antes que seus campos fossem "tatuados".
-
Richard Dolan, historiador, acadêmico, autor e um dos principais pesquisadores do OVNI mundialmente explicaram os Círculos de Culturas com eloqüência quando disse ( fonte ):

" Algumas dessas formações são tão imensas e complexas que desafiam a razão. E afinal, essas décadas, nenhum dos perpetradores foi pego no ato de fazer qualquer uma das formações verdadeiramente extraordinárias ".
-
leia mais...

Círculos nas plantações crop circles em inglês ou círculos ingleses

Alerta OVNIs Ufos

Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não identificados são naves de outros planetas. A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso

VISITE A LISTA DE CASOS QUE OCORRERAM
Fonte: http://feeds.feedburner.com/CuoUfologiaOriginais


leia mais...

Interessante Relatos sobre Circulos Ingleses

[extraterrestres-11%255B2%255D.jpg]
A Discovery Channel vai até a Inglaterra atrás de um fênomeno que intriga diversos estudiosos. Curiosas imagens em formatos geométricos se formam em plantações da noite para o dia, várias teorias foram formuladas para os tais desenhos, porém nada foi provado até o momento 

leia mais...

Mais um agroglifo surge em Wiltshire, na Inglaterra em 2017

Mais um agroglifo surge em Wiltshire, na Inglaterra em 2017
As regiões de plantações da Inglaterra não são estranhas aos fenômenos inexplicáveis, sendo elas áreas de grande incidência de agroglifos.
No dia 21 de maio deste ano, quatro agroglifos foram descobertos no condado inglês de Wiltshire, os quais foram gravados através de filmagens de Matthew Williams.
Um dos agroglifos, em particular, despertou a atenção dos interessados ​​na pesquisa deste fenômeno peculiar. Segundo os pesquisadores, a formação parece descrever um eclipse solar de forma incrivelmente similar a um agroglifo que apareceu em Wiltshire no ano de 2004. Curiosamente, o agroglifo de 2004 apareceu três meses antes de um eclipse solar de verão. O agroglifo semelhante mais recente também aparece três meses antes de um eclipse solar.
Muitas pessoas acreditam que esses agroglifos incomuns sejam o trabalho de visitantes extraterrestres, dado o fato que eles são criados usando tecnologia altamente avançada, e os indivíduos que os produzem tendem a não ser detectados enquanto trabalham. Outros sugerem que este agroglifo em particular poderia ter sido criado por profissionais pagãos ou Wiccans, devido sua proximidade da formação do lendário monumento de Stonehenge.
De acordo com o professor Richard Taylor do Instituto de Ciência dos Materiais da Universidade de Oregon, os criadores desses círculos podem ter nenhuma agenda além de produzir obras de arte bonitas. Ele diz que aqueles que criam essas formações devem usar magnetrons, que podem ser encontrados em fornos de microondas, para produzirem padrões incrivelmente detalhados no espaço de poucas horas. Ele acredita que os indivíduos responsáveis ​​simplesmente querem fazer parte do “movimento de arte mais orientado para a ciência na história”.
Se este for realmente o caso, os indivíduos responsáveis ​​devem ter uma quantidade excepcional de dinheiro e recursos para produzir essas criações, sem mencionar ainda um extraordinário nível de habilidade e uma grande quantidade de tempo em suas mãos. É realmente viável que artistas tão habilidosos despendessem tais esforços apenas para permanecerem completamente anônimos? Ou há algo mais muito misterioso no trabalho?
-
fonte:
-
-
-
A constatação do professor Richard Taylor, de que esses desenhos sejam feitos com a ajuda de equipamentos de microondas não parece ser nem um pouco plausível, já que, seja lá qual for o tamanho do equipamento, para que pudesse produzir esses agroglifos, ele teria que utilizar uma fonte de energia considerável, o que deixaria marcas na lavoura, como por exemplo, um cabo de força sendo trazido de algum poste elétrico ou de um veículo, arcando para baixo e raspando por sobre a plantação.  Assim, para desbancar a tese de que eles são feitos por fenômenos paranormais, seria muito mais viável manter a explicação das tábuas e cordas utilizadas por pessoas, do que um equipamento sofisticado que depende de uma fonte de energia.
Também li em outros artigos que agora moradores da região de Wiltshire estão dizendo que as pessoas estão utilizando drones para fazerem esses agroglifos, e por isso não se vê pegadas pela plantação.   Novamente, outra constatação sem fundamentação, pois na verdade os drones que voam pela região estão a fotografar os agroglifos já feitos, e não fazendo-os, como foi alegado.  De qualquer forma, é difícil imaginar que um drone, ou uma esquadrilha de drones, consiga fazer esses desenhos sem chamar a atenção dos moradores da região.
Embora muitos desses agroglifos, como é o caso desse mostrado no vídeo acima, sejam obras muito bem feitas que aparecem repentinamente nas lavouras sem que sejam deixadas pegadas de pessoas para trás, a polícia da Inglaterra, principalmente da região de Wiltshire, está segura de que eles sejam feitos por pessoas e não por algum fenômeno anômalo ou paranormal, como pode ser visto no artigo abaixo.
E embora algumas pessoas já se manifestaram como sendo responsáveis por alguns dos agroglifos (e estes agroglifos em questão geralmente não são tão bem feitos) ainda há muitas questões a serem solucionadas a respeito desse fenômeno que muitas vezes mostra um nível de radiação alto no local, bem como dobras dos caules das plantas que não seriam possíveis de serem feitos quando as plantas são curvadas pela utilização de tábuas.  Lembrando ainda que um cientista alega ter decifrado o segredo desses misteriosos desenhos (Ver abaixo).
FONTE: OVNIHOJE
-
PUBLICIDADE DO CANAL YOUTUBE, AJUDE-NOS VISITE! -
leia mais...

Britânicos #Inglaterra - Policial avista Extraterrestres ‘Brancos altos’ inspecionando um agroglifo



De acordo com uma história que está circulando pelos blogs na Internet, um policial britânico teve um encontro com alienígenas ‘brancos altos’ em 6 de julho de 2009 resolveu agora trazer a tona a verdade.  Os alienígenas estariam inspecionando um agroglifo recém feito numa plantação em Wiltshire, Inglaterra, quando o policial, que não estava trabalhando naquele momento, os encontrou.

O mistério envolvendo o incidente teria ficado ainda maior pelo fato do departamento de polícia de Wiltshire ter recusado comentar quando contatado por investigadores de OVNIs. De acordo com o blog paranormal Tales from Out There, um porta-voz da polícia teria dito que as autoridades não podiam comentar sobre o incidente, porque se tratava de um “assunto pessoal”.

Aparentemente o policial não estava a serviço quando isto aconteceu, assim não temos nenhum comentário a fazer, porque é uma questão pessoal e não policial.

O policial de Wiltshire, cujo nome não foi divulgado, estaria dirigindo seu carro e ao passar por uma plantação viu homens de aparência estranha caminhando dentro dela.  Ele teria tido uma “impressão estranha” sobre a aparência dos “homens”, mesmo vendo-os de longe, assim ele parou seu carro para investigar, reportou o site Express.

Ao caminhar em direção à plantação, ele teria visto três homens altos com longos cabelos loiros. todos com mais de 1,80 metros de altura. Os homens estavam caminhando vagarosamente no meio da plantação, como se estivessem procurando por algo, ou inspecionando a plantação.  Devido o fato dos homens estarem vestidos com macacões brancos, ele pensou que faziam parte da equipe de investigação forense, investigando algum incidente no campo.

Quando chegou ao lado da plantação, ele teria escutado um estalo, similar ao “som de eletricidade estática”. O estranho som parecia estar percorrendo toda a plantação e a as plantas se moviam em ‘ondas’ com o som.

Ele teria levantado sua voz para chamar a atenção dos homens, mas eles o ignoraram e nem sequer olharam para ele. Mas logo que ele entrou no campo, eles levantaram suas cabeças e pareciam agitados.  E quando ele se aproximou, eles evadiram.

Segundo o policial, os homens estranhos correram mais rápido do que qualquer homem que ele havia visto.



O oficial teria declarado:
Não sou nenhum moleirão, mas eles estavam se movendo muito rápido. Olhei para o outro lado por um segundo e, quando olhei de volta eles haviam desaparecido.

Os estalos teriam continuado se espalhando pela plantação, à medida que os homens corriam para longe. O policial notou que eles corriam com passadas estranhas.

Nervoso devido ao estranho encontro, ele correu de volta para seu carro e dirigiu até Marlborough, em Wiltshire. Ele teria declarado:
Fiquei assustado. O ruído ainda estava ao redor, mas fiquei com um sentimento estranho e fui para o carro.

Ele teria reportado o incidente aos seus superiores, mas estes não levaram ele a sério. Ele continuou a ter sentimentos estranhos aquele dia todo, junto com uma forte dor de cabeça.

Determinado a descobrir uma solução para o mistério, ele contatou Andrew Russell, um especialista de agroglifos. Russell investigou o incidente com a ajuda de um colega identificado como Colin Andrews. Russell escreveu um relatório, resumindo a experiência do policial.

Os investigadores disseram estar convencidos de que o relato do policial era verdadeiro.

Russell escreveu:

Estou muito convencido de que o policial teve uma experiência aquele dia e uma que ainda não exploramos por completo.

De acordo com Russell, a descrição da testemunha dos homens é igual à aparência dos alienígenas ‘brancos altos’. O especialista em agroglifos concluiu após as investigações que os alienígenas estavam investigando o agroglifo que haviam criado poucos dias antes.

Quem teria feito o agroglifo ainda é um  mistério. Russell pode somente adivinhar que o agroglifo teria uma mensagem codificada que os alienígenas estariam tentando decodificar na hora que o policial os viu.

De acordo com teóricos da conspiração, os alienígenas ‘brancos altos’ fizeram um acordo com o governo dos Estados Unidos na década de 1950. O tratado requereria que o governo dos EUA fornecesse certos recursos minerais que os alienígenas precisam, em troca de acesso à tecnologia aeroespacial avançada para o Pentágono executar seus projetos ocultos.

Alega-se que uma comunidade de cientistas, engenheiros e técnicos alienígenas brancos altos vivem numa base subterrânea na Base Nellis da Força Aérea dos EUA, a alguns quilômetros da cidade de Las Vegas.

Veja os Vídeos Abaixo:


                                               Fonte:Weird Story


                                                  Fonte:DANIEL TAVARES


                                            Fonte:
Tanvir Ahmed
leia mais...

ULTIMAS ATUALIZAÇÕES

Mais Populares

 
Copyright © 2014 UFO OVNI E CONSPIRAÇÕES • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top