Mostrando postagens com marcador EUA CASOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador EUA CASOS. Mostrar todas as postagens

De acordo com o FBI, "Seres interdimensionais estão visitando a Terra"

Revelando arquivos do FBI que foram desclassificados como "Seres gigantes interdimensionais estão visitando a Terra", vêm à tona.

Alguns anos atrás, o mundo inteiro ficou surpreso com uma desclassificação histórica de arquivos secretos do FBI, relacionados a OVNIs e alienígenas.

Naquela época, as pessoas ficaram impressionadas com algumas das histórias, como a que falou sobre o incidente de Roswell, que recebeu tantas visitas no site da agência acima mencionada, que dois anos depois foram obrigadas a se referir a essa publicação em particular.

No entanto, dentro dos arquivos desclassificados, houve um que passou quase despercebido que, com o nome de seres gigantes interdimensionais estão visitando a Terra.

Segundo o FBI, esses seres que já estariam entre nós não vêm de nenhum planeta. O texto fala sobre entidades estranhas que não viriam de outros planetas, mas de outras dimensões ou planos astrais que podem se materializar à vontade.

Este é um relatório enviado em 8 de julho de 1947 ao então diretor do FBI John Edgar Hoover por um agente especial, cuja identidade foi apagada.

Há uma reportagem de jornal da época referindo-se a um avistamento de OVNIs, onde a testemunha principal teria sido interrogada sobre algumas questões muito específicas. Aqui está um trecho das conclusões do agente depois de entrevistar a testemunha:

1) Algumas partes do navio (avistadas) transportavam passageiros e outras eram operadas por controle remoto.

2) A missão é pacífica. Os "visitantes" planejam permanecer no planeta.


3) "Visitantes" são como seres humanos, mas muito maiores em tamanho (altura).


4) Eles não encarnam em terráqueos, mas vêm de seu "mundo próprio".

5) Eles não vêm de "outro planeta" como nos referimos, mas de um "mundo etéreo" que se interpenetra no nosso sem a nossa percepção.


6) Os corpos dos visitantes e até os "navios" se materializam entrando em vibração com a matéria densa da Terra.


7) Os discos (naves) possuem energia e raios radiantes que podem facilmente desintegrar qualquer outra "nave" e, para entrar novamente no campo etérico, simplesmente desaparecem da nossa visão sem deixar vestígios.

8) A região de onde eles vêm é um "plano astral".


9) Eles não usam um sistema de rádio, mas provavelmente usam um sistema de radar que lhes permite ver a abertura.


A hipótese interdimensional (IDH) é uma idéia avançada por ufólogos como Jacques Vallée, que garante que objetos voadores não identificados e eventos relacionados envolvam visitas de outras "realidades" ou "dimensões" que coexistem separadamente com a nossa.

O IDH também sustenta que os OVNIs são uma manifestação moderna de um fenômeno que ocorreu ao longo da história humana registrada, que em tempos anteriores era atribuído a criaturas mitológicas ou sobrenaturais.

O pesquisador Brad Steiger escreveu que "estamos lidando com um fenômeno parafísico multidimensional que se origina amplamente do planeta Terra".

Outros ufólogos, como John Ankerberg e John Weldon, defendem o IDH porque a explicação do OVNI se encaixa como um fenômeno espiritual.

Comentando a disparidade entre relatos que as pessoas fizeram dos encontros com OVNIs, Ankerberg e Weldon escreveram que "o fenômeno OVNI simplesmente não se comporta como visitantes extraterrestres".

Alguns defensores dos OVNIs aceitaram o IDH, porque a distância entre as estrelas torna impraticável a viagem interestelar usando meios convencionais e uma vez que nenhuma hipótese antigravidade ou de viagem mais rápida que a luz foi demonstrada para explicar a máquinas alienígenas.

Com o IDH, não há necessidade de explicar nenhum método de propulsão, pois sustenta que os OVNIs não são naves espaciais, mas sim dispositivos que viajam entre diferentes realidades.

Uma vantagem do IDH oferecido por Hilary Evans é sua capacidade de explicar a aparente capacidade dos OVNIs de aparecer e desaparecer da vista e do radar; Isso seria entendido como o OVNI entrando e saindo de nossa dimensão ("materializando" e "desmaterializando").
Além disso,

Evans argumenta que, se a outra dimensão for um pouco mais avançada que a nossa, ou se for o nosso próprio futuro, isso explicaria a tendência dos OVNIs a representar tecnologias de futuro próximo, como aeronaves na década de 1890, foguetes e viagens. supersônico na década de 1940, etc.

VEJA O VÍDEO: https://youtu.be/-2Sm0xRjzf4

leia mais...

Pentágono investiga OVNIs e também fenômenos paranormais

Novos detalhes foram revelados sobre a investigação secreta de OVNIs do Pentágono.

Em um extenso e detalhado relatório publicado na sexta-feira, a Popular Mechanics investiga o misterioso Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP) do Departamento de Defesa dos EUA.

Usando dinheiro do chamado "Orçamento Negro" da Agência de Inteligência de Defesa, em 2008, a AATIP contratou a empresa privada de tecnologia espacial Bigelow Aerospace Advanced Space Studies (BAASS) para fornecer ao governo relatórios técnicos e investigações de OVNIs.

A BAASS também controlou o Skinwalker Ranch, em Utah, que a empresa propôs como um possível laboratório para estudar outras inteligências e possíveis fenômenos interdimensionais.

A Popular Mechanics publicou na íntegra dois relatórios técnicos não publicados submetidos por meio do contrato, que detalhavam a investigação dos efeitos médicos do contato com objetos voadores anômalos, a frequência de fenômenos inexplicáveis ​​próximos aos silos de mísseis balísticos intercontinentais nucleares e muito mais.

Os mistérios no rancho Skinwalker

Em 2008, a Agência de Inteligência de Defesa (DIA) concedeu um contrato de US $ 10 milhões à BAASS sob um programa de contratação conhecido como Programa de Aplicação Avançada do Sistema de Armas Aeroespaciais (AAWSAP).

A BAASS, agora conhecida como Bigelow Aerospace, foi fundada em 1999 por Robert T. Bigelow, proprietário da cadeia de hotéis Budget Suites of America.

Um amante das viagens espaciais e do paranormal, Bigelow investiu parte de sua fortuna em 1996 na compra do Skinwalker Ranch, depois que vários eventos estranhos e paranormais foram relatados lá.
Bigelow propôs o uso da fazenda para estudar o fenômeno paranormal, e uma visita ao local por um cientista do DIA em 2007 pode ter inspirado a criação do AATIP.

O astrofísico do AAWSAP, Eric Davis, compartilhou o que seus colegas haviam explicado sobre a experiência do cientista do DIA em uma entrevista com o pesquisador Joe Murgia. Aparentemente, um objeto 3D apareceu no ar à sua frente e mudou de forma como uma figura topológica em mudança.

Era tridimensional e multicolorida e depois desapareceu. Segundo o ex-senador Harry Reid, o que aconteceu em Skinwalker foi suficiente para convencer o DIA a investigar seriamente os fenômenos paranormais e OVNIs.

Em 2016, Bigelow vendeu o Skinwalker Ranch por US $ 4,5 milhões para a 'Adamantium Holdings', uma corporação cujos verdadeiros proprietários nunca foram identificados.

Após a venda, todas as estradas que levavam ao rancho foram bloqueadas, o perímetro foi protegido por câmeras e arame farpado, e placas proibindo o acesso foram colocadas. Atualmente, existem guardas de segurança protegendo o perímetro.

Sob o contrato do DIA, a BAASS era responsável por fornecer ao Pentágono relatórios técnicos, pesquisas e estudos relacionados aos 'futuros sistemas de armas aeroespaciais'.

A linguagem do contrato e seus objetivos parecem deliberadamente vagos, ocultando o fato de que o contrato se concentrava no que o Pentágono agora chama de Fenômeno Aéreo Não Identificado (UAP).

Porém, um relatório de 494 páginas que o BAASS entregou ao Pentágono em julho de 2009 se concentra explicitamente no UAP.

O documento intitulado 'Relatório de dez meses' está repleto de planos estratégicos, resumos de projetos, tabelas de dados, gráficos, descrições de efeitos de campo biológico, características físicas, métodos de detecção, capacidades teóricas, entrevistas com testemunhas, fotografias e sinopse de casos, todos relacionados à UAP.

O relatório também menciona um programa chamado Project Northern Tier, que envolveu a obtenção de documentos relacionados a casos em que dezenas de OVNIs voaram por espaços aéreos restritos de instalações que abrigam armas nucleares.

Efeitos fisiológicos de encontros com OVNIs

A Popular Mechanics também publicou na íntegra um documento técnico não publicado listado como um dos produtos da AATIP. O documento intitulado 'Efeitos de campo clínico médicos agudos e subagudos em tecidos dérmicos e neurológicos humanos' examina as lesões que foram relatadas após o contato com OVNIs.
"Isso se concentrou em avaliar forense as histórias de ferimentos que poderiam ter resultado de encontros com a UAP", disse Christopher 'Kit' Green, autor do estudo, à Popular Mechanics.
“Eu não trabalhei para a BAASS, além de ser contratado pelo meu trabalho, e não fazia parte do AAWSAP. No entanto, entendo que esse programa era um estudo sobre OVNIs que aparentemente não deveria ter nada a ver com OVNIs. ”
No entanto, Green queria enfatizar à revista que, enquanto seu trabalho se concentrava em encontros com objetos aéreos desconhecidos ou não identificados, todas as lesões que ele avaliava poderiam ser explicadas por meios terrestres conhecidos e não forneciam nenhuma evidência de tecnologias extraterrestres ou não humanas.

Este é um pequeno resumo sobre o relatório divulgado pela Popular Mechanics, portanto, você deve lê-lo por si mesmo.

Como comentamos anteriormente, os outros documentos vazados incluem um relatório de 54 páginas sobre os efeitos fisiológicos da exposição aos OVNIs, além de evidências de que a AATIP estava operacional após seu fechamento oficial em 2012.

O que está claro é que novamente os teóricos da conspiração estavam certos, e o Pentágono não apenas investigou os OVNIs, mas também fenômenos paranormais.

Infelizmente, não conhecemos os resultados dessas pesquisas e provavelmente nunca saberemos. O que você acha desses documentos vazados? O que mais saberemos no futuro?

VEJA O VÍDEO: https://youtu.be/eoZb00XMkNc

leia mais...

A negação do fenômeno OVNI pode pôr em risco o planeta

O governo dos Estados Unidos sempre se dedicou a minimizar a ameaça potencial que os OVNIs podem ser e que poderia levar a uma das defesas mais poderosas do mundo desmoronando.

Foi isso que Christopher Mellon, que no passado foi vice-secretário de Defesa da Inteligência durante os mandatos presidenciais de Bill Clinton e George W. Bursh, o informou.

Mellon mostrou que a negação, descrédito e marginalização que os Estados Unidos deram aos OVNIs são um traço exato do que aconteceu no passado, quando sua inteligência e segurança falharam. Exemplos claros disso foram Pearl Harbor ou os ataques do 11 de setembro.

Ele aponta diretamente para a política com a qual o país se mudou há anos, sempre deixando as tropas indefesas diante de uma tecnologia superior, que agora mostra que o governo foi forçado a admitir que certos avistamentos de OVNIs eram reais.

Christopher também não está claro quem é o dono da tecnologia que os OVNIs manipulam, como o "Tic Tac", na verdade ele diz que pode ser terrestre, mas não está descartado que ele possa ser extraterrestre.

Essa última possibilidade despojaria completamente o desamparo de todo o mundo quando um dos melhores exércitos do mundo nem sequer entendesse corretamente o que acontece com esses objetos voadores não identificados.

Mellon quer pressionar o governo a começar a trabalhar e o financiamento e a liderança estão corretos, assim como aconteceu quando os Estados Unidos foram ultrapassados ​​pela Rússia durante o início da corrida espacial.

Naquela época, o orçamento e a liderança da NASA aumentaram exponencialmente e conseguiram resolver o problema.Por que eles não podem usar a mesma abordagem hoje?

É provável que os políticos atuais sejam tão obcecados por seus próprios interesses que tenham negligenciado uma questão tão importante quanto a segurança do próprio planeta, que é algo totalmente inconsistente; Se não houver planeta, não haverá interesse.

Esse mesmo argumento se aplica ao aquecimento global, a poluição em geral que vem afetando o planeta de uma maneira nunca vista antes.

Mellon mostrou seu total apoio aos pilotos da Marinha que revelaram confrontos contra objetos voadores não identificados com uma tecnologia muito superior a seus próprios navios e, alimentados pela experiência de anos em posição de defesa, é certo que o governo Não presta a atenção necessária a esses casos.

Atualmente, Mellon é o consultor da The Star Academy de Artes e Ciências, por isso se esforçou para mudar essa mentalidade, não apenas nos Estados Unidos, mas em todo o mundo e antes que seja tarde demais.

VEJA O VÍDEO: https://youtu.be/ZMtxE9asxsY

leia mais...

Um OVNI causa caos aéreo no Oregon: nós temos o áudio! (Vídeo)

Em 25 de outubro de 2017, um OVNI cruzou os céus do Oregon, desapareceu do radar e foi perseguido por uma equipe de caças. Então desapareceu.
Os seguidores da ufologia estão com sorte: foi publicado um áudio que revela a confusão entre pilotos, torre de controle e operadores antes que um evento misterioso ocorresse em 25 de outubro de 2017 sobre os céus do Oregon.

O evento teve tanto impacto que decolou as forças aéreas de combate dos EUA, além de semear o caos entre pilotos e controladores de tráfego aéreo.

O estranho incidente começa, de acordo com a revista 'The Drive' , por volta das 04:30 da tarde, quando, perto da fronteira entre Califórnia e Oregon.

Várias testemunhas oculares e vários radares, além de membros da Administração Federal de Aviação (FAA) e do Comando Aeroespacial da América do Norte (NORAD) alertam e corroboram a presença de um "grande objeto branco" voando em alta velocidade no radar .

Os controladores tentam se comunicar com ele, mas a aeronave não possui rádio e, acreditando que é uma aeronave privada e não autorizada, um operador de radar alerta as autoridades do setor 31 da Torre de Controle de Oakland.
"Você vê esse alvo ao sul da fronteira, esse código 0027 se movendo muito rápido a 37.000 pés?" , pergunta ao operador de radar.
"Olhe para aquela coisa!" , exclama o controlador de Oakland, que, como o operador de radar, não pode decifrar a origem do voo.

"Você não tem nada sobre ele?", Ele pergunta novamente ao operador. "Não tenho nada", ele responde.

O 'intruso' não carrega um transponder, ou seja, o transmissor alojado no cockpit de um avião que recebe um sinal de um radar secundário e emite informações com a posição da aeronave, sua altitude e sua frequência de rádio .
É por isso que todo esforço para rastrear ou tentar se comunicar com ele é em vão. Logo, um piloto do voo da United Airlines confirma a existência do referido objeto voador não identificado.

Um avião "grande e branco" não marcado atravessa o céu das cidades da Califórnia e Nevada em alta velocidade. "Oi, é o United 612, é apenas uma mancha branca por aí, ou seja, podemos ver, mas não tem identificação", relata o piloto.

Caçando o objeto suspeito

A coisa mais estranha vem neste momento. De repente, os motoristas verificam sem acreditar que o sinal do veículo desapareceu do radar sem deixar rasto.

Trinta minutos depois, vários pilotos garantem que o OVNI esteja no meio de suas rotas de viagem, o que faz com que a vida de seus passageiros corra perigo de qualquer ameaça real de ameaça.

A partir daqui, o alarme chega às forças de combate aéreo dos EUA e dois caças F-15 decolam do Aeroporto Internacional de Portland com o objetivo de encontrar e interceptar o misterioso objeto voador.

Mas, novamente, a pesquisa não dá resultados. Uma vez no ar, os F-15 pedem assistência às companhias aéreas para ajudá-los a localizar o 'intruso', mas nesse momento ele desaparece de vista, deixando o desconhecido no ar.

Nem os controladores de tráfego aéreo nem o F-15, com seus poderosos sensores, podem encontrar o paradeiro do navio.

Dadas todas essas perguntas, apenas uma coisa é certa: um objeto branco não identificado sobrevoou o Oregon naquele dia de outubro, e a Força Aérea e a FAA "estão dispostas a admitir que o incidente ocorreu" .

Veja o vídeo:https://youtu.be/yutXufaX2Js


leia mais...

Pilotos dos EUA Eles reconheceram que viram OVNIs: o que o Pentágono faz para investigar o fenômeno?

Objetos voadores não identificados

Image caption Vários pilotos da força naval dos EUA Eles admitiram ter visto OVNIs durante manobras militares entre 2014 e 2015.

Aqueles que são fascinados por objetos voadores não identificados (OVNIs) têm um novo mistério para esclarecer.

Vários pilotos da força naval dos Estados Unidos reconheceram publicamente que, durante vários meses entre 2014 e 2015, eles avistaram uma série de OVNIs enquanto realizavam manobras militares na costa leste de seu país.

Isso foi relatado ao jornal americano The New York Times , que nesta semana revelou as informações em um relatório que também inclui declarações de um porta-voz da força naval.

Os pilotos entrevistados avistaram " objetos estranhos sem motor visível voando a velocidades hipersônicas acima de 9.000 metros " de altura .

"Essas coisas estão lá fora o dia todo", disse o tenente Ryan Graves, um piloto de dez anos que relatou avistamentos ao Pentágono e ao Congresso dos EUA.

Carregando artigos ...

Ocorreu um erro. Por favor tente novamente mais tarde.

"Manter um avião no ar requer uma quantidade significativa de energia. Com as velocidades que observamos, 12 horas no ar já são 11 a mais do que se pode esperar", acrescentou.

Não estamos sozinhos?

A origem desses objetos é desconhecida.

Os especialistas concordam que são provavelmente os drones, mas outras possibilidades não são descartadas, mesmo que sejam reflexos ou outros efeitos atmosféricos.

Outra explicação possível é que o avistamento é um produto da sobrecarga neurológica sofrida pelos pilotos em seus vôos supersônicos de velocidade.

Direitos de imagem Getty Images Evento de lançamento da série X-Files em Los Angeles, Califórnia, em janeiro de 2016

Legenda da imagem O avistamento de OVNIs é motivo de fascínio e muitas vezes leva a múltiplas teorias da conspiração.

De qualquer forma, do Departamento de Defesa dos EUA. ninguém diz que pode ser objetos extraterrestres.

Josh Gradisher, porta-voz da Marinha, explicou ao The New York Times que a agência não tem todas as respostas para as observações feitas pelos pilotos.

"Havia uma série de relatórios", admitiu Gradisher. "Em alguns casos, podem ser drones comerciais; em outros, não sabemos quem está por trás, não temos dados suficientes para rastrear", disse ele.

Gradisher disse que a força naval estabeleceu novas diretrizes para sua frota sobre como denunciar "intrusões suspeitas" no espaço aéreo .

Como o governo investiga

O Pentágono lançou um projeto em 2007 para lidar com esses tipos de problemas: o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais.

Este programa foi criado por iniciativa do ex-senador Harry Reid, que já foi o líder da maioria democrata no Senado dos EUA.

Reid era um senador de Nevada, um estado no qual foram relatados vários avistamentos de OVNIs e que abriga a mítica Área 51, uma base ultra-secreta da força aérea americana. cujos hangares, segundo os que acreditam em teorias de uma conspiração alienígena, escondem os restos de supostos extraterrestres capturados pelo exército.

O programa custou ao Pentágono mais de US $ 20 milhões antes do fechamento do financiamento para cortes no orçamento.

Direitos autorais da imagem AFP Vista aérea do Pentágono, Estados Unidos

Legenda da imagem O Pentágono lançou o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais em 2007 para analisar, entre outras coisas, a observação de objetos não identificados.

Assim, o programa parou oficialmente de funcionar em 2012, mas os avistamentos que os pilotos compartilharam com o The New York Times foram relatados anos depois dessa data.

Agora, as autoridades reconheceram que o programa estava encarregado de analisar os dados do radar, gravações em vídeo e testemunhos militares do porta-aviões Theodore Roosevelt, onde as manobras foram realizadas durante as quais os OVNIs foram vistos.

A questão é se vamos conhecer os resultados dessas análises.

leia mais...

EUA, FROTA DE OVNIs É REGISTRADA NO ARIZONA: ALIENS OU SPACE FORCE?

Um vídeo recente mostra o que parece ser uma frota de OVNIs sobre o céu de Yuma, Arizona, em formação e suspensa no ar, completamente imóvel.

O vídeo foi enviado ao YouTube em 23 de janeiro de 2020 pelo canal Devil_Travels do YouTube, que publica vídeos de suas viagens e experiências de acampamento nos EUA.

E esse avistamento ocorreu como resultado de um registro de helicópteros militares sobrevoando a cidade de Yuma, manobras que acontecem com certa regularidade.

Primeiro, ele gravou um grupo de seis luzes, que depois desaparecem uma a uma. Mais tarde, ele viu mais três luzes aparecerem no mesmo local e conseguiu registrá-las, o que também acabou desaparecendo.

Até Devil_Travels reconhece que seu vídeo é embaçado típico de avistamentos de OVNIs, e que agora ele entende por que isso acontece, para a câmera e a distância.
"As luzes estavam em algum lugar sobre Yuma Arizona", descreve Devil_Travels. "Eu estava atravessando a fronteira em Felicity, Califórnia, a cerca de 26 quilômetros de distância."
O vídeo se tornou viral graças em grande parte ao fato de ter sido compartilhado por outro canal do YouTube, 'MrMBB333', onde seus seguidores ofereceram várias explicações.

A maioria dos usuários disse que o governo dos EUA está realizando testes militares secretos usando tecnologia avançada. Eles até afirmam que o exército está colaborando com a NASA.

Como os teóricos da conspiração acreditam que os Estados Unidos estão usando esses navios voadores avançados para espionar outros países. 

No entanto, o popular pesquisador independente Scott C. Waring acredita que essas luzes podem ter uma origem extraterrestre.

Waring, em uma publicação recente no blog, explica que tais avistamentos vêm ocorrendo nos últimos anos e disse que essas estranhas luzes brilhantes são de origem extraterrestre. Ele também acrescentou que essas luzes não são chamas ou algo assim.
“Eles podem ser OVNIs? Ah, diabos, sim, esses relatórios, vídeos e fotos desse tipo de nave alienígena brilhante existem há muitas décadas ", escreve Waring em seu site" ET Data Base ".
“Eu simplesmente não consigo ver os militares voando e jogando flares em um tempo nublado e nebuloso. Então eu chamo de frota de OVNIs. Além disso, o fato de essas luzes estarem em formação de triângulo me faz confiar que elas não acendem. As chamas geralmente caem nas linhas.

É verdade que esse avistamento pode ser uma operação militar, já que existe um campo de testes nas proximidades. Mas também é verdade que poderia ser o avião espião TR-3B, uma operação secreta da Força Espacial ou espaçonave extraterrestre.

Todas as possibilidades são válidas. O que está claro é que, quando falamos de fenômenos aéreos estranhos no Arizona, é inevitável não pensar em sua conexão extraterrestre.

O que você acha dos avistamentos na cidade de Yuma? Uma frota de OVNIs de origem extraterrestre? Ou é uma operação militar? Deixe seu comentário abaixo.

VEJA O VÍDEO: https://youtu.be/kuvAmlSXySE

leia mais...

Ex-agente da CIA confirma que óvni foi encontrado nos EUA há 65 anos

No 65º aniversário do Incidente Roswell, Chase Brandon, que serviu à CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos) por mais de duas décadas, revelou a existência um arquivo oculto da CIA sobre o objeto voador não identificado (óvni) supostamente encontrado na cidade americana. "É, realmente aconteceu", afirma o funcionário. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.
Ex agente
O caso se refere aos acontecimentos ocorridos em julho de 1947 em Roswell, no Novo México (EUA), onde teriam sido encontrados destroços de um disco voador. Teóricos da conspiração acreditam que corpos de alienígenas tenham sido autopsiados, e que as tecnologias modernas tenham sido criadas a partir de descobertas feitas no interior da nave.

O agente disse que a informação está escondida em um cofre dentro do quartel general da agência na cidade de Langley. "Foi em uma área restrita. Havia uma caixa que chamou minha atenção. Estava escrito sobre ela 'Roswell'. Eu remexi dentro dela, coloquei a caixa na prateleira e disse: 'meu Deus, realmente aconteceu'", conta o agente. "Não era um balão meteorológico - como foi afirmado na época - era uma nave de outro planeta", afirma.

Por 25 anos, Brandon serviu no serviço clandestino de elite da CIA como agente infiltrado, oficial de operações secretas desempenhando missões que envolviam terrorismo internacional, tráfico de drogas e contrabando de armas.

Quando o incidente em Roswell aconteceu, autoridades militares divulgaram um comunicado à imprensa, que começava assim: "Os muitos rumores sobre um disco voador se tornaram verdadeiros ontem, quando o oficial de inteligência do 509º Grupo de Bombardeios da Força Aérea americana, com base aérea em Roswell, se apoderou de um disco."

Porém, apenas 24 horas depois, os militares mudaram sua história e declararam que o objeto que eles pensaram ser um disco voador era, na verdade, um balão meteorológico que havia caído em um rancho próximo do local. Surpreendentemente, a mídia e o público aceitaram a explicação sem questionar.

Agora, agentes como Brandon questionam a versão oficial do acidente. Ele afirma, no entanto, que não vai revelar exatamente o que havia dentro da caixa que "acabou com suas dúvidas sobre o incidente de Roswell". "Havia alguns materiais escritos e algumas fotografias, e isso é tudo que eu vou dizer sobre o conteúdo da caixa", declarou ao Huffington Post.
Documentos

Documentos divulgados anteriormente parecem confirmar a história de Brandon - ou pelo menos a ideia de que autoridades americanas estariam encobrindo o envolvimento com alienígenas. Um memorando que parece provar isso foi publicado pelo FBI. O departamento tem disponibilizado milhares de arquivos em um site chamado The Vault (O Cofre, em tradução livre). 

Entre eles, está o memorando escrito por Guy Hottel, agente especial encarregado do escritório de Washington em 1950. No documento, cujo assunto é "Discos Voadores",


Hottel revela que um investigador da Força Aérea declarou que "três chamados 'discos voadores' haviam sido recuperados no Novo México". O investigador teria dado a informação a um agente especial. O FBI censurou a identidade do agente e do investigador.

"Eles foram descritos como sendo de forma circular, com aproximadamente 50 m de diâmetro", afirma Hottel. "Cada um teria sido ocupado por três corpos humanos, mas de pouco mais de um metro", acrescentou. Segundo o relato, os corpos estariam vestidos com panos metálicos e cada um foi enfaixado de um modo semelhante ao utilizado nas roupas usadas por pilotos de teste de velocidade.

Tradução: Milton Frank


leia mais...

Dois estranhos objetos foram filmados nos céus de Los Angeles

Dois OVNIs foram filmados na cidade de Los Angeles, os objetos aparentam ter forma discoide e vários focos de luz na parte de baixo, apesar de ser filmado em céu noturno, estava bem limpo resultando em uma ótima filmagem.

O caso foi apresentado por um ex-funcionário da MUFON, o foto-analista, Jeffrey Sainio, em março e o avistamento ocorreu em Los Angeles, Califórnia.
Relatório: “O vídeo mostra 2 discos ou objetos em forma de esfera aparentemente ascendentes. Um objeto desaparece (com exceção de uma luz que é vista por alguns quadros a mais e, em seguida, aparentemente se move para a direita).”

Ressaltamos que a MUFON (a maior e mais antiga organização que investiga UFOs) recebe centenas de casos de OVNIs por dia, e uma boa parcela são fakes, o caso acima ainda esta sob investigação, e foi aberto ao publico para saber se mais testemunhas presenciaram o acontecido.


leia mais...

Os Estados Unidos fizeram um "Acordo Secreto" com os Alienígenas Cinzentos pela Preservação da Humanidade


Muitos pesquisadores endossam a teoria de que o governo dos Estados Unidos assinou um acordo secreto com alienígenas Gray. A data exata não é conhecida, mas a maioria dos pesquisadores indica que o acordo foi firmado em 1954.

Naquela época, uma equipe de alienígenas (cinzas) chegaria à Base da Força Aérea de Edwards, com o único objetivo de entrar em contato com o então presidente dos EUA, Dwight Eisenhower.

Ex-oficiais da USAF e do Exército dos EUA testemunharam no passado que esse pacto era conhecido como Acordo de Edwards ou que o Dr. Dan Burisch o define como o Tratado IX-Tau (9 TAU) para a Preservação do humanidade.
.
CONTINUE LENDO
https://ufoovnibr.blogspot.com/2020/01/os-estados-unidos-fizeram-um-acordo.html







leia mais...

Os extraterrestres evitaram um "ataque nuclear" na Lua pelos Estados Unidos

EUA ataque nuclear na Lua pelos Estados Unidos
Extraterrestres evitaram um ataque nuclear na superfície lunar pelos Estados Unidos. Alguns vão lembrar as declarações famosas e incríveis de Ross Dedrickson, um oficial da Força Aérea dos EUA dos Estados Unidos, que antes de sua morte havia declarado durante uma entrevista que os Estados Unidos tem tentado detonar uma "bomba nuclear" na Lua, mas os extraterrestres impediram!
image
Na década de 1950, o Coronel Ross Dedrickson era responsável por manter o estoque de armas nucleares para a AEC e pelas equipes de segurança que controlavam a segurança das armas, entre muitas outras funções. Como seu obituário afirma: foi atribuído à Comissão de Energia Atômica dos EUA.
-
Um longo serviço com a Comissão de Energia entre 1950 e 1958 incluiu funções de administração de contrato nos locais de teste de Nevada, Pacific Nuclear Test Area no oeste do Havaí, produção de armas nucleares e controle de qualidade em Albuquerque e inspeção. instalações nucleares e não nucleares em todo o país.
image
Ross Dedrickson, que morreu em 21 de julho de 2007, ele serviu com o 5º regimento da Força Aérea dos EUA no Japão e coronel depois, oficial encarregado do "centro de comando e controle" do Unified Command Pacífico (TM) no Havaí. Em 1962, ele foi transferido e ocupou o cargo de adjunto de material para a divisão 832 Air na base da Força Aérea Canon, Clovis, no Novo México. Ele se retirou da USAF em 1964.
-
Ross é um dos centenas de informantes militares de antecedentes verificados que foram liderados pelo Projeto de Divulgação do Dr. Steven Greer. Seu testemunho sobre OVNIs - em particular sobre UFOs e armas nucleares - pode ser corroborado por uma grande quantidade de informações e evidências que estão agora disponíveis, portanto, no domínio público.
image
Ross Dedrickson
-
Muitos destes informantes fizeram mais aparições no National Press Club em uma tentativa de propagar esta informação no mundo, com o mais recente exemplo de audiência Cidadãos de Divulgação, que teve lugar há alguns anos.
-
Com essa preparação profissional, trabalhando nos lugares em que trabalhava, Ross Dedrickson estava ciente de informações confidenciais sobre vários tópicos. Este não é apenas um informante militar de alto escalão que fala sobre um problema aleatório. Há muitos informantes e documentos que descrevem claramente uma relação de 10 anos entre OVNIs e instalações de armazenamento nuclear e locais de testes nucleares.
-
O governo dos EUA tentou detonar uma arma nuclear na lua
Em um número desconhecido desses incidentes, há uma confirmação visual, junto com a confirmação de radar, ar e terra. Na entrevista abaixo, no vídeo abaixo, Dedrickson explica como o governo dos EUA tentou detonar uma arma nuclear na Lua, mas foi impedido de fazê-lo.
-
Quanto ao mainstream, é conhecido do público que um relatório desclassificado do Centro de Armas Nucleares da Força Aérea, em junho de 1959, mostra com que seriedade eles levaram o plano, chamado Projeto A119, em consideração. Em geral, eles queriam estudar a capacidade das armas no espaço, assim como obter mais informações sobre o ambiente espacial e sobre a detonação de dispositivos nucleares dentro dele.
-
Quanto às informações subjacentes, isso provavelmente se aprofunda no Orçamento Negro dos projetos negros, ou melhor, no Projeto Preto. Aqui está um fragmento do que foi dito no vídeo de Ross:
"Eu também aprendi sobre incidentes envolvendo armas nucleares, e entre esses incidentes há um par de armas nucleares enviadas para o espaço que foram destruídas por extraterrestres".
image
As intenções dos Estados Unidos eram claras: enviar mísseis nucleares armados com múltiplas ogivas para destruir as bases extraterrestres. Tudo isso faz parte do Projeto A119 e de outro projeto altamente classificado de Guerra nas Estrelas.
-
Tudo isso foi apenas para uma finalidade, isto é, com a desculpa do estudo sobre as capacidades de armas baseadas no espaço, houve inenzione para filmar os primeiros ataques nucleares nas bases alienígenas, um dos quais é identificado na cratera Copérnico e nell'Aristarchus Crater.
image
No final dos anos 70 e início dos anos 80, os EUA tentaram colocar uma arma nuclear na Lua e depois explodi-la com a desculpa de medições científicas e outras coisas, mas isso não era aceitável para extraterrestres e então eles a desativaram, ou melhor, destruíram a arma antes que ela chegasse à lua. "
Posteriormente, em 2009, os Estados Unidos conseguiram realizar uma explosão em uma área ao sul da Lua, perto da cratera Cabeus A, lançando um projétil nuclear de uma sonda (LCROSS).
-
Segnidalcielo
leia mais...

NASA, O ônibus espacial "Atlantis" fotografou um OVNI circular (vídeo)

Com 33 missões, o ônibus espacial Atlantis permaneceu no espaço 293 dias, completando pouco mais de 4.500 órbitas ao redor da Terra.

Ele esteve ativo por 26 anos, de 1985 a julho de 2011, quando completou sua última missão.

Este ônibus espacial lembra o lançamento das sondas espaciais Magalhães e Galileu, bem como a missão de montagem da Estação Espacial Internacional.

Assim, a quantidade de imagens que são tiradas do espaço, realizadas pelos astronautas que realizaram essas missões, deve ser numerosa.

Supostamente, essa agência tenta manter em sigilo qualquer imagem que possa conter a possibilidade de anomalias, como objetos voadores espaciais de origem não humana.

Surpreendentemente, uma anomalia estranha foi encontrada em uma fotografia recentemente descoberta, tirada do ônibus espacial Atlantis da NASA.

Esta imagem foi capturada durante a missão STS-61B no final de novembro de 1985.

Indica a presença de um objeto voador desconhecido que passou exatamente abaixo da sonda norte-americana Atlantis. A imagem é tirada no continente asiático, perto da costa da China.

Acredita-se que esta imagem possa ser a última de um arquivo da NASA que supostamente incluiria evidências do estranho objeto preto apelidado de Cavaleiro Negro, ou Cavaleiro Negro.

Mas, também pode ser um objeto voador desconhecido que pode ter passado em rota pela balsa Atlantis.

É possível que seja um OVNI, que foi rotulado incorretamente como satélite. A NASA o descreveu como uma instalação de satélite, sem falar mais sobre essa possível missão.

Visto de cima, observa-se um objeto em forma de disco; abaixo está a nebulosidade que cobre a Terra.

Ao redor do centro dessa anomalia, pode-se ver uma elevação claramente definida, que dá uma idéia de seu aspecto dimensional, são observadas partes sulcadas em sua borda e não se sabe qual a função dessa forma irregular.

Este objeto está a uma distância de uma órbita terrestre em direção ao espaço. Como se sabe, os satélites não viajam para o espaço, estão sempre em uma órbita geoestacionária.

Este não é um satélite, é um tipo de disco muito estranho que não se parece com satélite e menos com fabricação humana.

A rota é espetacular devido à sua velocidade, portanto a NASA mais uma vez, e por décadas, oculta informações sobre esses objetos.

Mas não apenas as imagens podem revelar os segredos da NASA, mas também houve um incidente que conseguiu atrasar o desembarque de uma missão de ônibus Atlantis por 48 horas.

Em 2006, os operadores debateram se seria necessária uma terceira inspeção do escudo térmico, incluindo uma caminhada espacial que abordaria um objeto misterioso que passava perto do ônibus espacial, o que atrasou o pouso planejado da espaçonave.

Estamos diante do objeto do vídeo que comprovou o atraso do retorno ao solo da Atlântida? Assista ao vídeo abaixo e deixe sua opinião abaixo.

leia mais...

EUA, Vídeo incrível de Fenómeno inexplicável nas Montanhas Brown.

Um novo vídeo que apareceu online pode ter capturado um fenómeno indescritível, fornecendo as primeiras imagens em anos do que se acredita serem as inexplicáveis “luzes fantasmas” do sudeste americano.

À algumas semanas atrás, o Charlotte Observer publicou um artigo do escritor Mark Washburn, discutindo um conto antigo, mas familiar: as aparições actuais sobre as chamadas Luzes de Brown Mountain , a “luz fantasma” recorrente, vista perto do Linville Gorge Wilderness.

Mais especificamente, o artigo de Washburn tinha abordado a aparente falta de aparições de luzes nos últimos meses, citando a pesquisa do professor da Appalachian State University, Daniel Caton, que tinha manifestado alguma insatisfação que, apesar da lenda popular, pouco parece ter surgido na forma de provas apanhadas por câmaras.

Isso não quer dizer que nunca tenha existido nada sob a forma de provas fotográficas, no entanto, tal como eu escrevi recentemente aqui. Apenas que, nos últimos anos, não parece ter havido um caso assombroso a apoiar a existência das luzes, pelo menos, tanto quanto provas de vídeo mostrem.

Montanha BrownMontanha Brown

Embora não seja por falta de tentativas. Caton e sua equipa têm operado uma série de webcams na região há anos, colocadas em pontos próximos a Brown Mountain e o Linville Gorge Wilderness circundante, com a esperança de capturar algumas luzes incomuns em filme.

Em janeiro do ano passado, eu assisti e falei por breves momentos numa reunião de cientistas e outros grupos interessados, que incluiu Caton, onde analisamos algumas amostras da filmagem que ele tinha obtido até ao momento. No entanto, até agora nada sugestivo de algo conclusivo, pelo menos em relação às famosas “Luzes de Brown Mountain”, parecia ter sido capturado.

Avançando rapidamente para 17 de julho de 2016, menos de um mês após o Charlotte Observer informar sobre o “desaparecimento” misterioso das luzes estranhas de Brown Mountain. Teria a fonte para estes acontecimentos bizarros simplesmente secado, ou teria o suposto “fenómeno” realmente nunca ter existido? Muitos começavam a questionar … e, em seguida, algo aconteceu e apareceu em vídeo, registado não por uma, mas por duas das câmaras do Dr. Caton.

O objecto, embora pouco nítido, parece, no entanto, mostrar uma esfera de luz sobre a montanha, que se apaga, e em seguida, reaparece novamente. Com a posição das câmaras, a posição da iluminação parece não dar dúvidas, e sugere um objecto legítimo no espaço e não o um reflexo de algum outro artefacto

Aviso sobre as luzes na MontanhaAviso sobre as luzes na Montanha

Caton descreve que o objecto “parecia estar fixo muito acima do cume”, observando que o objecto na filmagem se qualifica como o primeiro testemunho que ele teve da aparente anomalia. “Eu estou de volta ao jogo”, diz ele.

Como já referi em vários posts anteriores aqui no Mysterious Universe, as luzes da Brown Mountain têm uma história longa e interessante. Relatórios oficiais apenas remontam ao início do século passado, embora seja frequentemente citado que existem lendas de nativos americanos de muito mais cedo.

No entanto, não existe nenhuma evidência que apoie esta reivindicação, e igualmente desconcertante é a ausência de qualquer menção das luzes em registos de viagens e outros documentos escritos sobre a região abrangendo os últimos séculos.

Os primeiros relatórios da região são baseados em relatos partilhados com George Mansfield cientista da USGS, que veio para a área e estudou as luzes em 1922, alguns na região afirmaram ter visto as luzes no início dos anos 1860 (relatório do Mansfield pode ser lido aqui).

Com base nisso, começava a parecer a muitos pesquisadores que as luzes misteriosas eram um mistério dos tempos modernos, tanto que Mansfield sugeriu: era sua crença, com base na pesquisa científica que conduziu, de que as iluminações foram apenas os faróis de locomotivas que se aproximavam ao longe.

Contudo, o problema com essa explicação é que ele não parece dar importância às descrições dadas por testemunhas que supostamente viram as luzes se espalhar pelo ar, e a voar por cima da montanha; um fenómeno representado em pelo menos algumas fotos que surgiram das luzes ao longo dos anos.

Agora, com o aparecimento do vídeo do Professor Caton, pode finalmente existirem provas em vídeo a mostrar uma dessas luzes aéreas inexplicáveis.
Com o tempo, talvez esta prova possa ajudar cientistas como Caton a chegar a uma melhor compreensão do que, exactamente, são as luzes de Brown Mountain.

Se elas são realmente algo semelhante a um raio de bola, como Caton e outros têm especulado, resolver o mistério das luzes também podem dar pistas para compreender os fenómenos naturais semelhantes que ocorrem no resto do mundo.

leia mais...

EUA, Documento revelado sobre OVNIs que sobrevoaram o Capitólio

Em 1952, o governo dos Estados Unidos entrou em pânico devido aos OVNIs que sobrevoaram a capital poucos dias após o incidente de Roswell.


No sábado, 19 de julho de 1952, os pilotos do Aeroporto Nacional de Washington avistaram luzes estranhas sobrevoando o Capitólio.

.

CONTINUE LENDO E VEJA O VÍDEO

https://ufoovnibr.blogspot.com/2019/12/eua-documento-revelado-sobre-ovnis-que.html

leia mais...

Canal do tempo transmite OVNIs ao vivo sem querer, e telespectadores ficam confusos

Um canal do tempo transmitiu ao vivo aos seus espectadores, misteriosos objetos sobrevoando os céus acima de um campo, deixando muitos teóricos curiosos.

As imagens bizarras a seguir são da estação de notícias Channel 6 que fica em Tulsa, Oklahoma, EUA, e deveriam apenas mostrar nuvens cinzentas sobre um campo. Mas no centro da tela, parece haver três misteriosos objetos pretos.
Um é visto voando para cima no céu, enquanto seus dois homólogos permanecem estacionários. À medida que atinge as nuvens, uma luz branca emerge da parte traseira do objeto em movimento.
A câmera começa a aumentar o zoom, mas o objeto desaparece misteriosamente, reaparecendo mais abaixo.
O estranho filme foi publicado no site de mídia social Reddit em (27 de abril), onde já foi visto mais de 34.000 vezes.
Um usuário do Reddit desconcertado escreveu: “Que merd… é essa? “
Outro sugeriu que eram naves alienígenas, acrescentando: 
“Eles provavelmente têm a habilidade de encobrimento. Talvez essa habilidade quebre ocasionalmente ou algo cause uma interferência e os faça visíveis”
Mas outros espectadores céticos alegaram que os objetos não eram nada mais do que insetos na tela.
leia mais...

A polícia no EUA confirmou a observação do UFO OVNI


No começo, a polícia zombou da chamada do 911 sobre o avistamento de OVNIs, mas então eles viram isso também. 
leia mais...

Estados Unidos, Centenas de pessoas testemunham um enorme OVNI sobre a Califórnia (vídeo)

Em 3 de dezembro, foi publicado um vídeo mostrando um enorme OVNI flutuando no céu noturno. Como a descrição do vídeo diz, a reunião ocorreu na Califórnia em 19 de outubro.

Curiosamente, o enorme objeto permaneceu completamente silencioso durante todo o vídeo e mal se moveu de sua posição, descartando-o como um drone ou para-quedas.
"Mais de 100 testemunhas viram esse navio gigante sobrevoando Menifee, Califórnia", lê a descrição do vídeo enviado ao YouTube. “Este navio não fez barulho.
Ao mesmo tempo, o enorme OVNI flutuava no mesmo lugar por mais de cinco minutos antes de acelerar no céu noturno. ”
À medida que o vídeo se tornou viral na Internet, muitos teóricos da conspiração começaram a argumentar que o incrível OVNI provavelmente poderia ser uma espaçonave extraterrestre visitando nosso planeta.

Além disso, o objeto parecia silencioso, imóvel no horizonte, sem mudar de posição; portanto, também se exclui que ele era um paraquedista.

Se confiarmos na descrição do vídeo, que foi visto por mais de 100 testemunhas, é mostrado que não é uma imagem gerada por computador.

Isso abre uma série de perguntas: todas as luzes correspondem ao objeto? Ou eles poderiam ser diferentes "naves" em formação?

Mas alguns teóricos da conspiração acreditam que poderia ser algum tipo de aeronave experimental militar, estilo TR-3B, que poderia ser encontrada em sua fase final de teste.

Seja você cético ou não, a verdade é que não podemos descartar que esse novo avistamento seja mais do que um drone ou um paraquedas.

Há algumas semanas, Joseph Gradisher, porta-voz do vice-chefe de operações navais da Guerra da Informação confirmou a existência de fenômenos aéreos não identificados.

Em uma declaração ao portal Black Vault, Gradisher revelou que os populares vídeos de OVNIs publicados pela Academia de Artes e Ciências To The Stars, a organização fundada por Tom DeLonge, eram autênticos.

Ele também acrescentou que os vídeos são apenas parte dos avistamentos de fenômenos aéreos que realmente estão acontecendo no céu dos EUA, mais especificamente nas instalações de treinamento da Marinha dos EUA.

A verdade é que não sabemos o que pensar, centenas de pessoas vendo objetos estranhos nos céus que não correspondem a nenhuma tecnologia conhecida, a Força Aé


leia mais...

O Projeto Pulsar: Um documento vazado com as Escrituras Extraterrestre (Vídeo)

O Projeto Pulsar Um documento vazado com as Escrituras Extraterrestre
Um documento intitulado Projeto Pulsar, várias notas pessoais e o diário de um cientista que trabalha para o governo dos Estados Unidos nos assuntos extraterrestres foram recentemente encontrados.
O Projeto Pulsar Um documento vazado com as Escrituras Extraterrestre 000
Acredita-se que o cientista não identificado foi empregado pelo governo para estudar locais de choque e recuperou equipamentos, interrogar e se comunicar com extraterrestres entidades biológicas sobreviventes e analisar todos os dados coletados.
Seu trabalho para o governo cobriu um período de 33 anos, um tempo durante o qual o cientista descobriu a informação que teria descarrilado uma mente confiante. Em 1990, ele conseguiu reunir informações sobre mais de 160 espécies de formas de vida extraterrestre, confirmando mais uma vez a nossa convicção de que o universo é cheio de vida inteligente.
Encontramos também vários documentos relacionados com o assunto, e, felizmente para nós, o cientista também manteve notas pessoais de sua experiência de trabalho. By the way, que era o hábito de manter um diário que o colocou em apuros com seu empregador.
"Descobriu-se que este indivíduo tinha guardado e mantido tais notas pessoais e, portanto, foi programado para ser concluído", diz o documento. "Ele escapou por pouco da extinção pelo governo e está atualmente em escondendo neste país".
Pressionando as notas de projeto são uma amálgama de questões controversas que vão desde farmacologia secreto e o uso de vários hormônios sintéticos em humanos aos estrangeiros detalhes e idiomas drogas psiônicos.
No vídeo abaixo podemos encontrar mais informações. O que você acha? Deixe o seu comentário!
leia mais...

RANDOM

 
Copyright © 2014 UFOLOGIA ORIGINAIS • All Rights Reserved.
Template Design by UFOOVNI • Powered by Blogger
back to top