Mostrando postagens com marcador BÍBLIA E A UFOLOGIA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador BÍBLIA E A UFOLOGIA. Mostrar todas as postagens

O Dalai Lama falou dos Extraterrestres: "Visitantes de outras galáxias são como nós"


Veja os vídeos abaixo!
.
Uma nova voz autoritária une-se ao coro de guias espirituais e líderes religiosos que falaram publicamente sobre a vida no cosmo e a existência de outras formas de vida semelhantes às nossas.
.
Desta vez foi Sua Santidade o Dalai Lama que abordou o tema durante uma reunião realizada em 9 de maio de 2013 na Universidade de Portland (Oregon, EUA), intitulada "Responsabilidade Universal e o Ambiente Interior".
.



Entre os primeiros a ouvir sobre isso, encontramos o jornalista Stephen Cook com uma peça intitulada "O Dalai Lama revela: visitantes de outras galáxias são iguais a nós ".



Durante seu discurso em público em 2013, o Dalai Lama entrou no assunto relembrando como "todos somos Um", todos os homens e todo ser vivo possuem dentro de si uma centelha divina, mas tanto o "medo" de se sentir diferente dos outros gerar em nós a distância interior e humana na origem do desconforto e problemas que pairam sobre o nosso planeta.
.

Estendendo este conceito, o Dalai Lama propôs um exemplo simples para o público. Como podemos perceber seres de outros mundos se os encontrarmos diante de nós? Diversidade causaria medo em nós!A natureza 'diferente' desses seres em relação aos nossos, geraria distância entre as duas realidades, logo se transformando em terror e gerando sentimentos negativos.



em um dos textos mais antigos do budismo, o Acchariyābbūtadhamma Sutta, são relatadas as palavras de Siddharta Gautama que falam da visita extraterrestre.
.

No entanto, o Dalai Lama afirmou que devemos acolher e considerar os 'visitantes galácticos' como 'iguais a nós ... apertando as mãos, se os possuíssem'. Palavras simples que estão no cerne da questão em muitos níveis.
.
Nascido de uma costela do hinduísmo, por volta do século VI aC, o budismo tem desde o início a "consciência" de que o cosmos não era o único lar da humanidade, mas que inúmeras outras formas de vida povoam sua vastidão desde origens do tempo.
.
Um passo emplomatic e sugestivo neste sentido pode ser encontrado em um dos textos mais antigos do budismo, o Acchariyābbūtadhamma Sutta , no qual as palavras diretas de Siddharta Gautama são relatadas.

Resultados de imagem para ufo india

Falando do lugar onde os 'Deuses' residem e vivem, o Buda afirmou que estes são encontrados nas “  regiões escuras e negras imersas na escuridão, entre os sistemas dos mundos, onde a poderosa e majestosa luz do nosso Sol não pode alcançar. da Lua “.
.
Passagens crípticas e sibilinas que são fortemente influenciadas pelas influências hindus que, dos tempos mais remotos, falavam dos  Lokas , os planetas físicos nos quais os Devasresidem  , os deuses.
.

Outra referência atribuída ao Buda na "pluralidade de mundos habitados" pode ser encontrada no texto Tipitaka, "Ensinamentos do Buda em Três Divisões" (Vol. 11, p. 61 e Vol. 23, sutanta pidok 25, edição tailandesa), no qual falamos em detalhes de três planetas extra-solares chamados Amornrakoyan, Buppaviteha e Auttrarakuru.
.

Deixamos o leitor com suas conclusões, formamos pessoalmente o nosso.[É possível ouvir o ponto específico deste artigo no qual o Dalai Lama fala de "visitantes de outras galáxias" entre os minutos 36 e 37 do registro subjacente.]


Não é a primeira vez, no entanto, que o mais alto representante do budismo fala da vida no cosmos e de seres inteligentes em outros planetas. Já no início de 2000, o falecido professor John Mack, professor de psiquiatria em Harvard e estudioso do fenômeno do rapto, teve a oportunidade de falar com o alto representante do budismo e concordar com a real existência dos seres vivos em outros planetas e expor seus estudos. sobre o fenômeno das abduções alienígenas.
.

Esta entrevista foi inicialmente documentada e filmada para inclusão no documentário Dalai Lama Renaissance, Wakan Films e Khashyar Darvich (2007), mas na pós-produção os autores decidiram não incluir essa sequência. Uma entrevista subseqüente de John Mack, no entanto, deixou na história um traço desse encontro excepcional que você encontrará abaixo no vídeo.



o Dalai Lama recebe um livro sobre extraterrestres como um presente do Prof. John Mack
.

Uma nova página está escrita nos anais da nossa história, palavras que devem nos fazer refletir e meditar profundamente! Longe de facciosismo e fanatismo, há apenas uma verdade, acessível através de diferentes caminhos, mas que parecem trazer todos para o mesmo objetivo.
.
Como expressado pelo Dalai Lama lança nova luz sobre um conceito fundamental, a presença de outras formas de vida no cosmos, mas ao mesmo tempo nos mostra um caminho a seguir, um caminho que você encontra na pureza do coração e das emoções uma forma de encontro e um uma lição de humildade para poder aceitar o que aparentemente parece diferente, considerando-o igual a nós!
.

Entretanto, até que possamos entender e aplicar este conceito em nosso planeta, será difícil relacionar objetivamente a seres das estrelas.

.

de Enrico Baccarini

leia mais...

Os Arcontes: uma raça extraterrestre hostil que dominou o mundo (Video)

.
Os Arcontes foram mencionados na antiguidade como os servos do Demiurgo, o Deus criador permanente entre a raça humana e um Deus transcendente.
Arconte é também uma palavra grega que significa "governante", que também era freqüentemente usado na antiguidade como o título de uma certa função pública em um governo. Se dermos uma olhada nos Arcontes de um ponto de vista gnóstico, entenderemos que, nesse contexto, eles foram considerados os anjos e demônios do antigo testamento.
.
A hipóstase dos arcontes: os criadores divinos do universo e da humanidade
Os governantes fizeram planos e disseram:
"Venha, nós acreditamos em um homem que será a terra da terra". Eles modelaram sua criatura como uma criatura da terra.
Agora o corpo de governantes que tem [...] mulheres é com o rosto de uma besta. Eles tiraram um pouco da terra da terra e moldaram seu homem de acordo com seu corpo e de acordo com a imagem de Deus que apareceu nas águas.
Eles disseram: "Venha, vamos a mão através da forma como modelado, para que possa ver o seu homólogo masculino [...] e podemos tirar proveito de com a maneira como nós modelamos" - não entender o poder de Deus, por causa de sua impotência E ele respirou em seu rosto, e o homem veio a ter uma alma (e permaneceu) na terra por muitos dias.
Mas eles não podiam fazer surgir por causa de sua impotência. Como os ventos da tempestade, eles persistiram (soprando) para tentar capturar aquela imagem que lhes aparecera nas águas. E eles não sabiam a identidade do seu poder.
.
Também chamado de A Realidade dos Governantes, a hipótese de Archons é uma exegese-a interpretação religioso-crítica de um texto no Livro de Gênesis 1-6 e expressa a mitologia gnóstica dos criadores divinos do cosmos e da humanidade. O Livro do Gênesis é o primeiro livro da Bíblia hebraica (o Tanach) e do Antigo Testamento cristão.
.
Este antigo texto foi reverenciado entre muitos outros da Biblioteca de Nag Hammadi. A biblioteca de Nag Hammadi, também chamada de "Manuscritos de Chenoboskion", ou "Evangelhos Gnósticos" é uma coleção de uma série de textos cristãos e gnósticos antigos encontrados no Alto Egito em 1945.
Acredita-se que a realidade de governar a ser escrito em algum momento durante o terceiro século dC Os pesquisadores acreditam que se originou a partir de um período tradicional, quando o gnosticismo estava se tornando um estado puramente mitológico em uma fase filosófica.
.
A escrita é apresentada como uma instrução sobre o assunto dos governantes (arcontes) do mundo mencionado por São Paulo. A intenção expressa deste escrito é ensinar a verdade sobre os poderes que têm autoridade sobre este mundo. A história começa com o orgulho do demiurgo, o arconte supremo, em palavras atribuídas ao Deus da Bíblia:
"Eu sou quem eu sou, Deus não é nada separado de mim".
A realidade dos governantes é apresentada como um tratado aprendido onde um professor aborda um tópico sugerido pelo destinatário do trabalho. O tratado começa com um fragmento de cosmogonia, que orienta uma "história verdadeira" revisionista de eventos na história da criação em Gênesis, revelando uma desconfiança gnóstica do mundo material e o demiurgo que a concebeu.
.
Um "diálogo da revelação angelical" emerge nesta narrativa em que um anjo repete e elabora o mito da criação fragmento do autor em um escopo muito mais amplo, concluindo com uma profecia histórica da vinda do Salvador e o fim dos dias.
.
Bentley Layton, Professor de Estudos Religiosos (Cristianismo Antigo) e Professor de Línguas e Civilizações do Próximo Oriente (copta) na Universidade de Yale escreve: "A Realidade dos Governantes" ( "Hypostasis do Archons") conta a história gnóstica criando Yaldabaoth a Noé e do dilúvio e termina com uma previsão da vinda final do Salvador, a destruição de poderes demoníacos ea vitória dos gnósticos.
.
Como Roger A. Bullard disse em seu livro "A Hipóstase dos Arcontes: o texto copta com tradução e comentários", o início eo final do texto são cristãos gnósticos, mas o resto do material é uma história mitológica sobre a origem e natureza dos poderes de arconte que povoam os céus entre a Terra e o Ogdoad, e como estes eventos antigos influenciam o destino do homem.
.
Apesar de não estar relacionado neste ponto, é possível que os chamados Arcontes estivessem de alguma forma ligados aos Anunnaki Antigos? Assista ao vídeo abaixo para obter mais informações sobre os Archons e deixe seu comentário abaixo.
ufospain
leia mais...

Extraterrestres no Antigo Testamento? - A Jornada de Ezequiel

image
Extraterrestres no Antigo Testamento - A Jornada de Ezequiel
-
Von Daniken Erich pesquisador examina passagens da Bíblia para provar que os deuses e anjos do Antigo Testamento eram realmente seres que desceu do céu, para criar a vida na Terra e moldar o destino humano. De acordo com Daniken, as escrituras sobreviventes têm sido mal traduzidas o tempo todo. O que uma vez chamamos de Deus e anjos, foram seres extraterrestres que realizaram testes genéticos e engenharia social para seus próprios benefícios.
despiertayadifundelaevolucion
leia mais...

Os OVNIs da Bíblia: Eventos Aéreos Misteriosos e a Criação da Humanidade

image

A Bíblia é um texto com muitos anos de história, onde são mencionados vários poderes sobrenaturais, supostamente dos céus, ou de Deus. Mas o que aconteceria se essa força não fosse Deus e se eles fossem talvez seres extraterrestres avançados? Existem várias passagens na Bíblia que podem nos levar a pensar sobre isso.

image

Ao longo de toda a Bíblia há vários eventos ao ar misterioso por estudiosos este é verdadeiramente o poder de Deus, embora os cientistas mencionou que poderia ser contato extraterrestre com os seres humanos, então.

-

OVNIs na Bíblia começam quando Elias tem um contato com um carro de fogo, para o que foi talvez um OVNI e não uma carruagem de fogo. Elias sabia que sua vida estava em perigo e por isso peço a Deus para ajudá-lo, quando de repente o cercaram alguns carros de fogo, como cavalos de nós e um deles subiu ao céu, talvez esta é uma história de abdução alienígena .

-

Depois, com Moisés no Êxodo. Moses Faraó permite realizar o Êxodo, mas depois se arrepende e decide ir depois que os egípcios israelitas, a Bíblia nos diz que a água foi aberta e eu passá-los e, em seguida, Moisés, com a ajuda de Deus desligar a água.

-

Agora os cientistas acreditam que poderia ser um UFO voando sobre a água e, assim, abriu, movendo-se esta água de volta no lugar. Moisés e seu povo tinha andado por 40 anos onde é mencionado que uma nuvem no céu guiou e protegeu-os, à noite ele deu-lhes luz para seguir o seu caminho.

-

Como os israelitas poderiam sobreviver 40 anos no deserto a 50 graus de temperatura? Talvez seres extraterrestres lhes oferecessem tudo de que precisavam.

image

Certa noite, Jesus disse a Moisés para acordar cedo e escalar o Monte Sinai, Jesus avisou que todas as pessoas deveriam partir, exceto Moisés, que subiu a montanha, estando lá cheio de fumaça e penetrando na nuvem. E se não fosse uma nuvem? e se era uma nave alienígena na realidade, talvez eles quisessem mostrar algo a Moisés e enviá-los. Quando desço da nuvem ou da nave, Moisés já trouxe consigo os 10 mandamentos que mencionam que Jeová deu a Moisés naquela nuvem.

-

Outro evento que pode ser mencionado UFOs na Bíblia, acontece quando no Novo Testamento, Jesus se transfigurou, "Sua roupa ficou muito branca e brilhante que não havia calcário no solo que podem clarear ainda mais, há Moisés e Elias apareceram e começaram a conversar com Jesus ".

-

Como eles poderiam estar lá se Moisés estivesse morto há séculos e Elias nunca tivesse morrido na terra desde que ele foi transportado pela carruagem de fogo para os céus? Talvez tenha sido o mesmo OVNI da transfiguração de Jesus que levou Moisés e Elias a esse lugar.

-

Agora, de volta ao Velho Testamento com o profeta israelita Ezequiel que era um profeta e pregou a mensagem de esperança e salvação, a Bíblia menciona que Ezequiel foi raptada por um corpo celeste "quando eu olhei havia um vento norte tempestade se aproximando, e uma grande nuvem luminosidade em torno de um fogo contínuo no fogo e o bronze brilhante foi "Ezequiel viu?, ele acredita que ele teve um encontro com Deus mesmo agora especialistas acreditam que poderia ser um UFO que realmente Ezequiel observou .

image

Esta é a passagem dos mais estudados Bíblia e depois se acredita muito estudo para ser uma nave alienígena "Eu vi uma roda no chão, na aparência da roda e fabricação brilha com o brilho de uma luz de vidro" Ezequiel também mencionou que eles poderiam ir a qualquer lugar, como os navios alienígenas hoje em dia, como eles acham que são.

"Quanto à semelhança dos seus rostos cada um tinha diante de um rosto de um homem, os quatro tinham o rosto de leão no lado direito, os quatro tinham o rosto de boi no lado esquerdo e os quatro tinham o rosto de uma águia por trás "quem eram esses seres estranhos que Ezequiel descreve? Eles poderiam ser extraterrestres?

Chegamos a Los Angeles, esses seres que são mencionados centenas de vezes e que participam dos eventos mais significativos da Bíblia, mas quais são os anjos? Alguns especialistas compartilham a ideia de que anjos e extraterrestres são a mesma coisa.

image

De acordo com a Bíblia menciona, San Pedro, patriarca da Igreja Católica, diz que ele foi salvo por um anjo com poderes. O apóstolo Pedro mencionou que ele estava em uma cela com as mãos amarradas quando, de repente, um anjo do Senhor lhe apareceu, cabe a Peter e diz-lhe para se levantar rápido, as cadeias caíram-lhe as mãos, como se por magia e Pedro deixou a prisão.

-

Esta passagem misteriosa nunca é mencionado como o Anjo consegue entrar na célula, mas se eu tivesse os mesmos poderes que os alienígenas poderiam ser explicadas porque seria pensar que veio através da parede sólida como suposto poderia fazer seres de outro mundo.

-

Normalmente, os anjos transmitem suas mensagens em sonhos, algo que os extraterrestres supostamente fazem, um anjo diz a Joseph que eles queriam matar Jesus e que ele deveria partir para o Egito.

-

Abraham é outra personagens bíblicos que se relacionam com os pressupostos anjos, como eles vêm para visitá-lo na forma de três pessoas que pareciam que podia ler mentes, eles vão anunciar que sua esposa iria conceber algo que nem ele nem sua esposa Sarah acredita, mas quando eles saem eles percebem que ela está esperando um filho de Abraão.

-

A maioria dessas histórias, que poderiam ser chamados nas histórias estrangeiros bíblicos ou UFOs na Bíblia, têm muito a ver com poderes psíquicos.

image

Finalmente, Sodoma e Gomorra, a Bíblia diz que essas cidades eram pecadores e não ter Reciclagem teve que ser exterminados, diz-se que começou a chover pedras de fogo sobre estas cidades que puseram fim a esses lugares e tudo o que há Eu vivi Alguns cientistas acreditam na verdade sobre Sodoma e Gomorra e mais quando foi dito que talvez os lugares onde essas cidades costumavam ser encontradas.

-

Mas o que foi que caiu do céu? Talvez os extraterrestres usassem energia nuclear para destruir esses lugares que simplesmente não funcionavam para eles. E se eles pudessem fazer isso agora porque não?

-

O Vaticano já admitiu a existência desses seres e mencionou que não deveria ser demonizado, longe disso. E se um dia você vier checar a existência desses seres? O que acontecerá com a Bíblia? Certamente mudará o significado deste, já que vários milagres poderiam ser mantidos com os poderes dos extraterrestres. Mas enquanto isso não acontecer, os OVNIs são apenas mais uma "teoria" que tem sustentação na fé, assim como o cristianismo.

-

ufo-spain

leia mais...

A Arca da Aliança: A mais avançada tecnologia extraterrestre do Universo

A Arca da Aliança

A Arca da Aliança é um dos objetos religiosos mais procurados de todos os tempos; Não é apenas uma caixa que guardaria os Dez Mandamentos, mas, de acordo com a Bíblia, tem poderes divinos, como produzir alimentos, derrubar muros de pedra, matar aqueles que têm contato com ele e fornecer comunicação direta com Deus.

image

Essas histórias são mais que mitos? A arca realmente tem poderes extraordinários? O que exatamente foi esse objeto incrível? Seus poderes foram o resultado de milagres divinos, ou o produto de uma avançada tecnologia extraterrestre?

-

A Arca da Aliança é, sem dúvida, o artefato mais importante e sagrado dos judeus. Graças a ela, eles derrotaram inúmeros inimigos, serviram de guia para a saída do Egito a caminho da terra de Israel, ajudaram a superar obstáculos, etc ...

-

Estamos lidando com um dispositivo que vai muito além da física e da tecnologia, a ciência que conhecemos. Alquimia, que foi estudado tanto pelos maiores mentes da história, fez uso das energias etérico e astral para criar reações que irão moldar a matéria no nível quântico. A existência de uma energia vital presente em todos os lugares, com a capacidade de se tornar energia positiva ou negativa, tendo bons ou maus efeitos em organismos vivos de acordo com essa polaridade.

-

Os efeitos elétricos da Arca podem perfeitamente ser efeitos colaterais de processos etéricos. A Arca da Aliança, quando transportada, estava completamente enrolada em um material isolante, e absolutamente ninguém que a carregasse podia tocar ou olhar diretamente. Quando eles acamparam, a Arca estava guardada dentro do Tabernáculo.

-

De todo o poder que a Arca da Aliança teve, sou fortemente atraído pelo seletivo na maneira como agi e quem ou quem o fez. Realmente para que você não fosse uma vítima de sua raiva, você deveria ser considerado uma pessoa com uma alta espiritualidade, o que significava uma integridade etérica e astral. Somente aqueles com o mais alto treinamento espiritual poderiam acessar a câmara interna onde a Arca estava localizada.

-

Aqueles que desobedeceram às ordens mandatadas ou foram espiritualmente impuros foram mortalmente afetados ou adoeceram. Somente os sacerdotes levitas podiam manipular a Arca sem serem prejudicados. A Arca da Aliança não era simplesmente um dispositivo de alta voltagem, mas um dispositivo demiúrgico que traduzia as qualidades astrais e espirituais em manifestações físicas.

-

São estas histórias simples de mitos? Ou é real que a Arca possui poderes extraordinários? Em caso afirmativo, por que ainda está oculto? Ela poderia revelar nossa conexão perdida com um passado extraterrestre? Deixe seu comentário abaixo!

-

ufo-spain

leia mais...

Seriam extraterrestres as aparições bíblicas?

Anunnaki 600x400
Por Marcio Souza
Matéria extraída de uma ou mais obras literárias.
Em 1859, quando Charles Darwin publicou seu livro "A Origem das Espécies", a teoria da evolução iniciou uma jornada que levaria tal teoria ao status de única explicação acerca das nossas origens. Muitas fraudes e equívocos acompanharam a teoria da evolução, na mesma época, muitas vozes criacionistas se levantaram em favor da criação.



Semelhantemente, em 1968 foi lançado um livro que suscitaria ilusões sobre a origem e o desenvolvimento da humanidade. Erich von Däniken, escreveu o livro: Erinnerungen an Die Zukunft, (Recordações do Futuro), ou conforme o título em português: ‘Eram os deuses astronautas?’ Este livro trouxe aplausos dos céticos e a revolta no meio evangélico.



Estariam os seres humanos sozinhos no universo? Existiriam outros seres com uma tecnologia avançada que manipulava a história humana? Seriam os Escritos Sagrados, normas morais desenvolvidas pelos alienígenas[i]? As visões dos profetas e seu cumprimento foram interferências de extraterrestres? Depoimentos de ‘rapto’, visitações, contatos imediatos de primeiro[ii], segundo e terceiro grau; merecem crédito?



Berço da Civilização – Babá Extraterrestre?



Däniken sugeriu que o desenvolvimento da humanidade ocorreu devido a constantes visitações de astronautas (extraterrestres) ao nosso planeta. Desde as primeiras civilizações até ocasiões de delicados relacionamentos diplomáticos, astronautas visitavam a terra e cooperavam no desenvolvimento da civilização humana. Até mesmo no aspecto genético, afirmam que houve influência de elementos extraterrestres, outros conjecturam que a humanidade seria uma experiência genética ou cobaia de outros mundos, apostam alguns ufólogos.

Essas visitações eram excitantes para os humanos, e então lhes imputavam uma posição de deuses. Como observadores que desconheciam qualquer tecnologia poderiam expressar as visitações de astronautas? Os estrondos, aspectos cintilantes e as roupas espaciais teriam um esplendor magnífico que forneceriam as visões registradas nos livros sagrados – deve-se entender que segundo os ufólogos todas as civilizações tiveram algum tipo de interferência extraterrestre que ocasionou tais escritos.

Como uma visitação de aeronaves extraterrestres poderia ser relatada por observadores primitivos? Os registros dos profetas são aclamados como provas dessas visitações. O exemplo mais utilizado pela ufologia encontra-se no Livro bíblico de Ezequiel. O profeta foi detalhista no relato de sua visão e expressou minuciosamente a glória de Deus.
Contudo, teríamos neste livro indícios de alguma visitação alienígena? Seriam as manifestações de Deus apenas visitações extraterrestres?
Apesar dos mentores da ufologia procurarem nas Escrituras evidências de manifestações extraterrestres, uma das dificuldades que encontram é a consistência da mensagem bíblica que é coerente desde Gênesis até Apocalipse. Visto que a Bíblia abrange toda a história humana e foi escrita durante um período de cerca de 1500 anos, tendo cerca de 40 escritores inspirados, tem portanto, demonstrado singularidade e presciência no conteúdo de Sua mensagem. Contudo, esforçam-se os ufólogos em fazer interpretações que indicam algumas passagens como visitações. Vejamos um exemplo dessa associação, observemos o livro de Ezequiel.

Visões Celestiais Interpretadas como Visitações Extraterrestres
-

Um exemplo popular da associação de visitações extraterrestres às visões celestiais é comentada no livro ‘Eram os deuses astronautas?’. Citando a visão de Ezequiel, procuram simular uma visitação de astronautas como segue: Quem falou com Ezequiel? Que espécie de seres eram? "Deuses", segundo a concepção tradicional, certamente não eram, pois esses provavelmente não necessitavam de um veículo para ir de um local a outro. A nós, essa espécie de movimentação nos parece incomparável com a concepção de um Deus Todo-Poderoso. Sobre o motivo da visita dos astronautas afirmam: Os "deuses" falaram com Ezequiel e instaram para que doravante restaurasse a lei e a ordem na Terra.[iii]


Apologia ao Livro de Ezequiel



Resultado de imagem para Apologia ao Livro de Ezequiel


As Escrituras têm um padrão moral e espiritual que objetiva restaurar o homem a uma relação aprovada diante de Deus. Também ensina as Escrituras que isso somente é possível mediante Jesus Cristo. A Palavra de Deus não tem um interesse político ou diplomático dissociado da moralidade e dos pactos instituídos com o Seu povo. Quando esses elementos políticos aparecem, são apenas conseqüências da desobediência por parte da nação de Israel, ou do desrespeito das nações para com Israel.



Por outro lado, alguns ufólogos dizem que determinadas decisões governamentais são fruto de interferências alienígenas. Isto é, os extraterrestres visitavam a Terra periodicamente e comunicava alguma orientação aos povos. Isso, afirmam, foi feito aos diversos povos espalhados pelo mundo. Em outras palavras, veríamos traços alienígenas em todas civilizações. Semelhantemente, afirmam que as intervenções divinas na nação de Israel seriam intervenções alienígenas e não do Deus vivo.



Essa idéia é ventilada na afirmação de Däniken[iv], que extraterrestres estariam orientando os procedimentos mundiais. Não é isso que encontramos no Livro de Ezequiel. Se realmente os alienígenas desejassem uma intervenção internacional, deveriam ter se apresentado a Nabucodonozor, rei de Babilônia, e não a um profeta humilde de um povo cativo.



Qual foi a amplitude da visão? Foi uma visita de astronautas? Em Ezequiel capítulo 1, lemos que o profeta Ezequiel estava no meio dos cativos e teve visões:" abriram-se os céus, e eu tive visões de Deus". O povo que estava com Ezequiel não teve as mesmas visões, logo não houve qualquer visitação de astronautas! Os céus foram abertos, então, Ezequiel passou primeiramente a ouvir a Palavra de Deus. Depois, ele continuou vendo a manifestação da glória de Deus. Os detalhes das visões de Ezequiel demonstram a realidade da presença de Deus. O povo cativo de Israel estava atribulado, mas recebeu vigor das visões de Ezequiel, contudo não viram o que o profeta contemplava.



Novamente no capítulo 8 do Livro de Ezequiel encontramos outro relato das visões do profeta, nessa ocasião ele estava em casa junto aos anciãos de Israel, mas somente Ezequiel foi transladado e teve a visão em espírito, das coisas ocultas em Jerusalém. Houve uma visitação de extraterrestres ou uma visão divina? Obviamente foi uma visão, pois os demais companheiros de Ezequiel não participaram, apenas ouviram seu relato. Isso contraria a afirmativa dos ufólogos, pois dizem que as visitas dos extraterrestres causavam transformações nas culturas primitivas.

Outro fator essencial do Livro de Ezequiel é sua mensagem profética. Seriam as profecias provenientes de ‘ditados’ extraterrestre? Se as profecias fossem de origem extraterrestre, também não dependeriam dos mesmos agentes para seu cumprimento? As Escrituras nos ensinam que a base do cumprimento das profecias bíblicas é a atuação de Deus: Ainda veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira. E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir (Jr 1.11,12).

Vejamos um exemplo das profecias no Livro de Ezequiel. No capítulo 26, registra-se que a Palavra do Senhor veio a Ezequiel, encontramos cerca de sete previsões bem específicas: 1. Nabucodonosor destruirá a cidade de Tiro localizada no continente (26.8). 2. Muitas nações lutarão contra Tiro (26.3). 3. Será feita como uma penha descalvada; plana como o topo de uma penha (26.4). 4. Pescadores espalharão suas redes no local (26.5). 5. Lançarão o entulho na água (26.12). 6. Jamais será construída (26.14). 7. Jamais voltará a ser encontrada (26.21). Diferente do ocorrido em Sodoma e Gomorra que foi repentino, o cumprimento da profecia do Livro de Ezequiel arrastou por centenas de anos até o nosso século, seu cumprimento está inteiramente ligado à onipotência e onisciência de Deus.

Vejamos o cumprimento dessa profecia: Três anos após a profecia, Nabucodonosor veio a sitiar a cidade de Tiro, localizada no continente. Na Enciclopédia Britânica, lemos: Depois de treze anos de cerco (585-570 aC.) por Nabucodonosor II, capitulou e reconheceu a soberania babilônica. Em 538 aC. Tiro com o restante da Fenícia passou para a soberania da Pérsia aquemênida. A cidade continental foi destruída em 573 aC. (Predição 1). Em 333 aC. Alexandre III, depois de derrotar Dario III, marchou para o sul. Demoliu a velha Tiro, localizada no continente, e com o entulho construiu um molhe de 60 metros de largura, atravessando o estreito que separava a antiga e a nova cidade, edificando torres e engenhos de guerra na ponta do molhe. (Predição 5) A marinha utilizada por Alexandre foi composta pela contribuição de várias cidades e regiões: Sidom, Árado, Biblo (essas contribuíram com 80 navios à vela), 10 de Rodes, 3 de Solos e Malos, 10 de Lícia, um bem grande da Macedônia, e 120 de Chipre (Predição 2). A parte maior do local onde outrora havia a grande cidade é hoje em dia um local plano como o alto de uma Penha (Predição 3). É um lugar próprio para os pescadores, que ainda hoje utilizam para espalharem suas redes para secarem (predição 4) Até hoje não foi construída (Predição 6). Suas ruínas foram lançadas ao mar e seu nome não mais é encontrado. Plínio o Velho apresenta uma grande conclusão: Tiro... outrora famosa, mas hoje toda a reputação de Tiro se limita ao nome de um molusco e de um corante de cor púrpura[v] (Predição 7).

Quando tais profecias poderiam depender de interferência extraterrestre? Foram cumpridas em todos seus detalhes até os nossos dias. Isso totaliza 26 séculos! Stoner comenta que: Se Ezequiel tivesse em sua época olhado para Tiro e tivesse feito essas sete predições pela sabedoria humana, essas estimativas indicam que as chances de todas elas se concretizarem seria de apenas uma em 75 milhões. Todas se concretizaram nos mínimos detalhes.[vi]

Grandes civilizações que detêm, entre ufólogos a elite das visitações extraterrestres, desapareceram. Maias, Incas, Astecas, povos que floresceram e desvaneceram. Onde estavam os seus mentores quando chegou a adversidade? Por outro lado, tudo que as Escrituras profetizaram tem se cumprido plenamente.

Fatores Essenciais no ‘Fenômeno’ dos Ovnis
O primeiro exemplo de um ‘fenômeno’ dos Ovnis registrado, ocorreu em Washington, EUA, 1947[vii]. Desde que um homem de negócios contou ter visto algo semelhante a um "pires" voando, centenas de milhares de pessoas em todo o mundo anunciaram suas próprias visões de objetos voadores não-identificados. A palavra Ufologia vem da sigla UFO (Unidentified Flying Objects), que corresponde a OVNI (Objeto Voador Não Identificado). A ufologia é a área que estuda a possível existência de seres em outros planetas e galáxias.

A parapsicologia é um fator essencial no contato com supostos extraterrestres. Relatos de abduções[viii] são acompanhados com detalhes parapsicológicos. Muitas vezes os testemunhos somente são possíveis através da hipnose. Outro fator que acompanha os testemunhos são os relatos de contato sexual com extraterrestres. Finalmente, procuram transmitir uma mensagem. A mensagem ufológica coincide com os ensinamentos esotéricos. Enquanto o esoterismo ‘deu vida’ aos elementos da natureza, duendes e demais frutos da fantasia, enchendo-lhes de ensinamentos filosóficos e místicos, a ufologia tem atribuído semelhantes ensinamentos aos imaginários mestres cósmicos.
Divergências no mundo da Ufologia

Longe de lançarem mãos de fatos em seus argumentos sobre a existência e a interação dos extraterrestres, suas conclusões advêm de observações a alguns eventos que são interpretados como evidência alienígena. Todavia, encontramos divergências no meio ufológico. A ufologia tem divisões internas que expõem a fragilidade do movimento. Temos dois ramos principais na ufologia, a científica e a mística. A Ufologia dita Científica não poupa ataques ao exagerado esoterismo, à confusão de idéias e à duvidosa religiosidade que permeia sua rival, por isso mesmo denominada Mística. – explica A. J. Gevaerd, editor da revista Ufo. Assim, o correto é que se divida a Ufologia, doravante, não mais em Mística ou Científica, mas sim em "séria" e "não séria". Onde se fixará este limite, no entanto, dependerá da sensibilidade, da maturidade e da experiência de cada ufólogo. Que tenhamos capacidade para aproveitar o que houver de sério e útil em cada uma dessas correntes. E que não nos falte sabedoria para discernir e descartar aquilo que não nos servir. Conclui o editor.

A Ufologia Científica depende exclusivamente de fatos, contudo, na prática, utilizam evidências circunstanciais: fotos, filmes, impressões no corpo, na terra, em plantações. Evidências que são, em primeira mão, inusitadas. Mas desbaratadas com o tempo e esclarecimento. Essa é a posição do respeitado cientista Carl Sagan, que embora cria em vida extraterrestre, e procurasse investir em sua busca, através de comunicação por sofisticados aparelhos, a ponto de criar um centro de escuta intergalático, admitiu que nunca conseguiu sequer um contato bem sucedido. Carl Sagan fundou a Planetary Society, uma renomada instituição na vanguarda do rastreamento de sinais de vida fora do nosso planeta.
O projeto Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI), ou Busca por Inteligência Extraterrestre, não alcançou êxito. Em Socorro, Novo México, encontra-se o Very Large Array (VLA) é um aglomerado de vinte e sete radiotelescópios conectados eletronicamente, como se fossem um único telescópio do mesmo tamanho até nos menores elementos, ou um radiotelescópio de dezenas de quilômetros de extensão[ix]. Toda essa estrutura científica não conseguiu localizar outras civilizações alienígenas, quer inferiores quer superiores, ou mesmo algum planeta que tenha semelhanças com o planeta Terra.

O ‘Outro Evangelho’ – das Estrelas

Além dos fantásticos relatos das visões ufológicas, encontramos também o surgimento de seitas apocalípticas envolvidas com manifestações de ovnis. Um exemplo exótico é a Fundação Uranius, sediada nas proximidades de San Diego, Califórnia, e administrada pela autodenominada "visionária cósmica" Ruth Norman, também conhecida pelo nome de Uriel.
Ela afirma ter recebido transmissões de seres "supercelestiais" e ter visitado nada menos que 60 planetas. "Através de meus ensinamentos, os humanos poderão atingir um plano espiritual mais elevado, de preferência a tempo de saudar as 33 naves estelares da Confederação Interplanetária que irão aterrissar em San Diego em 2001" afirma Norman.

Outro exemplo do misticismo no movimento ufológico ocorreu em Londres, Inglaterra. A Sociedade Aetherius, caracterizada por cultos a contatos extraterrestres, contudo com algo inusitado, entre os extraterrestres encontram-se Jesus e diversos santos, que moram em Vênus, conforme George King, fundador do movimento em 1956. King afirma que como interessado pelo misticismo oriental, certo dia, em estado de transe, recebeu mensagens de seres extraterrestres. Eles afirmavam que Jesus estava vivo e morava em Vênus.

Segundo Edenilton Lampião, quando editor da revista Planeta, escreveu um artigo publicado em 10 de setembro de 1984 do jornal Folha da Tarde, no qual alertava para a sofisticação dos métodos e da linguagem das seitas no Brasil. Lampião classificou-as em três tipos: as profundamente místicas (de inspiração cristã, em que Jesus surge como comandante de frotas de naves-mãe em trânsito pelas galáxias), aquelas que falam em nome de uma nova "consciência cósmica" (um líder serve de mediador com os Ets, aos quais, claro, só ele e mais uns poucos privilegiados têm acesso) e as mais traiçoeiras de todas, a corrente de seitas esotérico-científicas que se adaptam ao gosto do linguajar moderno dos meios de comunicação.

Esperava-se que suas mensagens refletissem cultura altamente desenvolvida, principalmente na área científica. Contudo, não é isso que propagam. Suas mensagens refletem idéias ocultistas, principalmente tentando atingir as Escrituras como sendo espúrias.

Depois de observarmos diversos livros, revistas e jornais que propagam a ufologia, obtemos um extrato de suas afirmações, vejamos algumas:
1. Acusam a Bíblia de falsidade, no entanto, usam diversas passagens para indicar a existência de ovnis. Algumas supostas mensagens de alienígenas interpretam as Escrituras de uma forma particular, atribuindo-lhes a autoria.

2. Afirmam que os mentores galácticos aguardam algum tipo de adoração por parte dos habitantes da Terra.

3. Atribuem ao homem uma capacidade divina, que deve ser desenvolvida através de exercícios, meditações, amuletos e marcas. Aguardando um advento de centenas de naves alienígenas que conduziram a humanidade a uma nova era.

4. Aguardam uma nova era, quando o ser humano ultrapassará as fronteiras do conhecimento. A constituição de um código civil mundial que trará paz ao planeta. O auto conhecimento libertará o homem, ou o divinizará.

5. Deus, o homem, e os animais fazem parte da mesma essência divina e material; portanto, é necessário um místico respeito ecológico.

6. Entidades alienígenas e/ou espirituais estão agora presentes para ajudar a humanidade a ajustar-se à Nova Era de avanço espiritual.

Extraterrestres e anjos parecem confundir-se no imaginário popular. São excitantes para a mente popular devido as seguintes características:
1. vêm de um outro mundo (planeta ou céu).
2. formas de vida avançadas, proporcionando ultrapassar fronteiras tecnológicas ou espirituais.
3. geralmente suas qualidades são expressas em beleza física.
4. têm excelente comunicação com humanos.
5. habilidade em vôo.
6. aparições acompanhadas com luz brilhante e cintilante.
7. branco, azul e cinza são as cores mais populares.
8. profetizam mudanças no meio ambiente e a inauguração de uma nova era.
9. incentivam a divinização do homem, a busca do ‘eu’ interior.
10. Negam ou omitem o pecado, a real condição do homem e, portanto não tem nenhum plano de salvação que inclua o arrependimento, fé e santificação. Tanto aqueles que afirmam falar com ‘anjos’ quanto os que afirmam que falaram com Ets têm as características acima.
-
Os conceitos de pecado, e condição geral da humanidade parecem muito com as atuais filosofias materialistas e liberais.

As chances de ver um Ovni aumentaram 

-Com a difusão do sistema de telefonia, que usam satélites de última geração, as chances de ver um ‘ovni’ aumentaram surpreendentemente. Há cerca de dois anos foram lançados em órbita 72 desses satélites, com cerca de 640 kg e orbitando a Terra a 780 km de altitude. 
-
Eles compõem a primeira rede global de telefonia celular e paging via satélite do mundo. Por emitirem um brilho rápido e forte, têm sido confundidos com objetos voadores não identificados (Ovnis) e proporcionando um aumento das incidências dos relatos de testemunhos de pessoas que viram ovnis.

A revista Ufo relata: Proporcionalmente ao seu tamanho, o brilho dos satélites Iridium (empresa de satélites para uso no sistema de telefonia) é mais forte que o da Lua: um aparelho da rede pode ter seu brilho na magnitude 9, considerado alto pelos ufólogos...
-
Os satélites podem ser avistados com certa facilidade após o crepúsculo, ou antes, do alvorecer, em qualquer ponto do azimute. Têm elevação variada, podendo chegar ao zênite 90º perpendicular ao solo, acima de nossas cabeças.
-
À oeste, os satélites são vistos no início da noite e, à leste, pouco antes do amanhecer – mas a maioria dos "avistamentos" é ao norte ou ao sul, no início e fim da noite.[x] Muitos sinais luminosos são apenas reflexos dos mais diversos sistemas de satélites utilizados. Mesmo a atmosfera pode refletir luz, formando a impressão que seja algum óvni. Portanto, se dividirmos os testemunhos de pessoas que avistaram ovnis encontraremos a seguinte escala: fraude fotográfica e testemunhal, reflexos na atmosfera, reflexos de satélites e visões paranormais.
-
Identificando os Ovnis – a fronteira 

-O imaginário popular adquiriu um espaço sem fronteiras em grande parte devido às viagens espaciais, ficção cientifica e a indústria cinematográfica. Além disso, onerosos projetos científicos estão em operação, buscando com verdadeira seriedade encontrar vida e inteligência nos espaço sideral.
-
Em resultado disso, está ficando cada vez mais difícil para as pessoas, especialmente os jovens, dizerem onde termina a ciência e onde começa a ficção. A existência de seres extraterrestres e a possibilidade de se comunicar com eles e de ser influenciado por eles invadiram sutilmente a mente das pessoas, como que pela porta dos fundos.
-
As Escrituras afirmam que a Terra era sem forma e vazia, essa condição verificamos também nos planetas vizinhos e naqueles que podem ser observados por diversos meios. Encontramos a mesma condição quando observamos fotos dos planetas de nosso sistema solar. Por outro lado as Escrituras admitem que existe vida fora da terra.
-
O apóstolo Paulo relatou que além de haver vida fora da terra, ela está em luta com o ser humano. Em sua carta aos Efésios (6.12) ele escreveu: Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
-
As Escrituras também advertem dos riscos do envolvimento com entidades espirituais: Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. (1 Co 12.2). As Escrituras admitem a existência de outros seres, além dos humanos, e até mesmo atribui-lhes poder sobre-humano. Mas não encontramos afirmação de seres que residam em outros planetas. Entretanto,a Bíblia afirma a existência de dois níveis de habitat, o terrestre e o celestial.
-
Por outro lado, alguns professos cristãos, liberais, afirmam que existem outros mundos habitados e estes talvez fossem também visitados por Jesus, onde, morrendo por tais extraterrestres, poderia alcança-los, salvando-os.
-
Assim, seria apenas uma repetição do que aconteceu a cerca de dois mil anos. Imagine diversos mundos que também foram visitados por Jesus, onde viveu e morreu sacrificialmente. Para tais liberais, esta seria uma resposta plausível e até provável. Encontramos alguns problemas no contexto bíblico, que não podemos deixar de considerar.
-
Primeiro, a morte de Cristo para o perdão de pecados é única: assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação (Hb 9:28).
A manifestação de Cristo é impar, primeiro para tirar o pecado e uma segunda vez, para aqueles que O aguardam. Interferir Deus na criação diversas vezes em mundos diferentes através de Cristo está fora do contexto bíblico, Apocalipse relata a exaltação de Cristo diante de todo o universo, e não sistematicamente nos quadrantes do universo (Ap 12.12; 18.20).
E depois disto, uma preparação universal: novos céus e nova terra (Ap 21.1). Se existissem outros mundos, estariam sujeitos ao juízo que está ocorrendo no céu (devido à rebelião de satanás) e ao juízo que advém sobre a terra (devido à condição caída da humanidade), sem ao menos ser citado no contexto bíblico?



Em um vasto universo, não poderia Deus criar outros mundos? Sim, mas, temos que concordar que houve um princípio, um início criativo. E segundo as Escrituras a seqüência da criação é bem conhecida: No princípio criou Deus os céus e a terra. Nos céus Deus criou os anjos, em diversos níveis e na terra Deus criou a natureza, os animais e finalmente o homem. Notamos a citação clara da criação dos animais, répteis e aves. Se houvesse outros mundos, isso seria relevante e seria registrado. Somente encontraremos no Universo três naturezas, a Divina, que somente subsiste na Trindade; a celestial que se aplica a todas as classes de anjos; e a humana. Uma quarta natureza está sendo preparada, a natureza incorruptível dos santos, (mortos e vivos) que na manifestação do Senhor Jesus adquirirão.

Encontramos duas ferramentas para identificar os ovnis, primeiramente pelo equívoco daqueles que tiveram a experiência, e então pelos frutos. A identidade das engenhocas espaciais que aparecem podem ser identificadas na seguinte ordem:

1. confusão com o planeta Vênus, este planeta é o mais brilhante para o observador comum, transmite a impressão que está rodando rapidamente no seu eixo.


2. balões meteorológicos;

3. meteoros;

4. aviões ou helicópteros;

5. parélio, isto é, mancha brilhante que aparece em um lado do sol;

6. equivoco nos relatos, a dificuldade relatar o que realmente viu contribui para uma interpretação errônea e carregada de imaginação.

7. paranormal, além da hipnose, atribuindo elementos ocultistas. A segunda ferramenta de identificação é os frutos. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? (Mt 7.16).
Que fruto está produzindo tais ‘aparições’? Os seus ensinos, conforme comentamos acima, demonstram que toda a árvore, isto é, todo o assunto relacionado com ovnis está comprometido com o ocultismo, portanto condenado pelas Escrituras.

Outra característica comum das aparições dos supostos seres extraterrestres é a deformidade física: cabeças desproporcionais ao corpo, pele desbotada, olhos exagerados ocupam 30% da cabeça; corpo minúsculo e falta de comunicação oral, enfatizando os poderes telepáticos.

Alias, a telepatia[xi] sempre é o meio de comunicação com os terrestres, talvez esta seja a razão da necessidade de hipnose para comunicar com supostos alienígenas.

Em fim, as ‘criaturas’ que aparecem nas retratações daqueles que afirmaram ter visto algum extraterrestre não passam no crivo das Escrituras, pois Deus ao criar, sempre testificou que sua criação era boa.

Vemos uma bela criação, desde a grande variedade de paisagens no planeta, como uma variedade de animais e vegetais que transmitem um belo visual e até mesmo a harmonia de sons, quando voltamos nossa atenção para os pássaros.
Coroando a criação Deus criou o homem e a mulher. Definitivamente, os supostos seres extraterrestres não trazem a assinatura de Deus – o belo. (Gn 1.4,10,12,18,21,25,31)

Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas (Lc 21.25).

leia mais...

OVNIs e extraterrestres: anjos ou demônios?

Resultado de imagem para OVNIs e extraterrestres: anjos ou demônios?
Qual a possível relação entre o Fenômeno UFO e os demônios, anjos e cultos religiosos e místicos? Existiria mesmo tal relação? Embora alguns afirmem que não, há aqueles que dizem que não só ela existe como a mesma remonta há vários séculos. Essa concepção do Fenômeno UFO pode ser resumida assim: “Anjos ontem, extraterrestres hoje”. Ou em uma variante: “Demônios ontem, extraterrestres hoje”.
-
Para abordar esse tema controverso, deve-se considerar a existência de pessoas que acreditam que o Fenômeno UFO e seres extraterrestres têm acompanhado a humanidade desde os primórdios de sua história. Para alguns, sua presença foi e tem sido benéfica, sempre atuando como se fosse um “irmão mais velho”, que zela por nossa segurança. Assim, os tripulantes de UFOs são equiparados a anjos ou seres com funções e objetivos parecidos, cujas aparições teriam sempre conseqüências positivas.
-
Entretanto, outras pessoas e grupos estão convencidos de que os alienígenas ou seres sem classificação definida constituem uma presença negativa para o ser humano, o que explicaria porque são considerados demônios, por alguns, enquanto, por outros, são como anjos. Com relação às chamadas abduções, experiências que a cada dia mais pessoas afirmam ter vivenciado, foi observado que, estatisticamente, certo número delas resulta em mudanças positivas para quem as vivencia. Os abduzidos experimentam uma espécie de despertar espiritual, reafirmando sua fé na vida, esperança no futuro e, algumas vezes, são curados de doenças que a medicina se vê incapaz de resolver.
-
GRANDE TRIBULAÇÃO APOCALÍPTICA
-
Por outro lado, existem centenas de casos de abduções que são autênticas viagens ao coração do terror, pesadelos intermináveis que afetam negativamente o resto da existência de quem sofreu tal experiência. Escritores como Eric Norman, Gordon Cove e Dan Lloyd vêem nos UFOs a manifestação moderna das “hordas de Satanás”. John Weldon e Zola Levitt, autores do livro UFOs: What on Earth is Happening? [UFOs: O Que Está se Sucedendo na Terra?, Harvest House, 1976], afirmam: “Acreditamos que são os demônios que estão por trás desse surpreendente fenômeno, e pensamos que suas atividades estão relacionadas com a grande tribulação que está por vir, conforme descrita no Apocalipse”.
Não é difícil entender esse ponto de vista. Muitas vezes, tais supostos encontros com extraterrestres terminam com queimaduras pelo corpo, mal-estar atribuídos à exposição ao magnetismo ou radioatividade dos UFOs e seus tripulantes. Ou ainda com desequilíbrios mentais, físicos e emocionais, difíceis de serem superados. Muitos têm defendido que a trágica morte do capitão Thomas Mantell, ocorrida em 07 de janeiro de 1948, ao perseguir, com seu avião Mustang F-51, um suposto UFO que sobrevoava o Kentucky (EUA), seria uma prova contundente da agressividade homicida que às vezes demonstram os ufonautas.
Assim, para alguns autores, com seu aspecto negativo e perigoso, os UFOs seriam o equivalente moderno dos demônios, que foram igualmente negativos e perigosos na Antigüidade. Outra relação entre a demonologia da Idade Média e os objetos voadores não identificados é, por exemplo, a idéia que o inferno é subterrâneo. Atualmente, muitos estudiosos afirmam que os UFOs não provêm de outros planetas e sim do interior da Terra. Por outro lado, pastores de igrejas fundamentalistas dos Estados Unidos vêem nos UFOs uma manifestação diabólica. Existem muitos casos em que os abduzidos, ao relatarem suas experiências, manifestam expressões de terror e pânico tal que parecem indicar que, mais do que haverem conhecido ETs, viram o demônio em pessoa. Claro que essas experiências são resgatadas através da hipnose regressiva, um método bem controverso de indução subconsciente utilizado para resgatar lembranças que a pessoa teria vivido. Infelizmente, não existe nenhum teste ou método que valide a realidade dos relatos resgatados sob hipnose. Em dezembro de 1978, na Itália, um oficial de segurança chamado Fortunato Zanfretta afirmou ter sido abduzido por seres monstruosos de aparência notadamente diabólica. Em várias ocasiões – pois teria sofrido quatro seqüestros –, companheiros de Zanfretta avistaram objetos luminosos nas proximidades de onde este trabalhava.
-
SERES MONSTRUOSOS E DIABÓLICOS
-
As experiências do oficial teriam sido tão horrendas, que todo o seu cabelo começou a cair. Sua história resulta incrível para alguns, mas, depois de haver sido submetido a provas no detector de mentiras, hipnose, soro da verdade e outras técnicas, não foi detectada nenhuma alteração ou contradições em seu relato.
-
Outro célebre caso de abdução ocorreu com uma menina chamada Jackie Larson, deixando um trauma muito grande após o fato. A jovem estava convencida de que seus raptores eram demônios, tanto que se deixou seduzir por conselhos e foi levada a praticar um exorcismo, no qual foram invocadas supostas “entidades de luz” para retirar sua obsessão para com as tais entidades demoníacas. Sendo ou não os tais demônios reais ou imaginários, esse não foi o único caso em que os efeitos posteriores de uma abdução foram resolvidos mediante a utilização de recursos mais voltados à religião do que à ciência.
-
Por outro lado, em anos recentes, estudiosos do Fenômeno UFO, como o artista nova-iorquino Budd Hopkins, desenvolveram métodos psico-terapêuticos especiais para tratar abduzidos, cujas experiências resultaram ser negativas e altamente traumáticas.
-
Também existem os abduzidos que, depois de resolverem a crise principal de seu trauma posterior ao seqüestro, compram armas de fogo e instalam alarmes em suas casas para se proteger de futuras abduções. Para o historiador e folclorista francês Bertrand Meheust, que se dedicou a investigar com profundidade os pontos em comum entre a mitologia, o folclore e o Fenômeno UFO, existe um grande paralelo entre os fatos e as tradições demoníacas do Ocidente.
-
Por exemplo, é sabido que muitas pessoas supostamente levadas para bordo de UFOs teriam sido submetidas a exames ginecológicos feitos por seus tripulantes, quando teriam sofrido a introdução de agulhas em seus ventres. No século XV, na França, havia testemunhos de mulheres que eram raptadas por supostos demônios, que lhes perfuravam o abdômen com agulhas.
-
Por outro lado, Meheust observa grandes semelhanças entre as descrições de vivências ou “viagens astrais” de seqüestrados que asseguram poder atravessar paredes e voar pelos ares quando estão sendo abduzidos por ufonautas, mesmo que seus corpos permaneçam em suas camas. Existem relatos de bruxas do século XVI, sobre serem seqüestradas por demônios, que sairiam voando em direção a cerimônias diabólicas que ocorriam em lugares ermos.
-
Para encerrar, cabe comentar que muitos ufólogos estão convencidos de que os tripulantes de UFOs, sejam terrestres ou extraterrestres, manipulam não somente a matéria, o espaço e o tempo, mas também a mente e a psique humanas. Assim, no passado, essas entidades que apareciam na Europa, por exemplo, tomavam a forma de demônios, diabos, símbolos e figuras conhecidas da época.
-
Na atualidade, tomam a forma de seres do espaço exterior, visto que corresponderiam à mitologia da atual era espacial. Segundo esse enfoque, duendes, seres angelicais, diabos e criaturas aparentemente extraterrestres seriam somente disfarces utilizados pelos alienígenas, entidades desconhecidas, físicas, espirituais ou mentais, que supostamente coabitariam o planeta Terra conosco.
-
Fonte
leia mais...

No livro de Ezequiel, a prova decisiva de uma antiga presença extraterrestre

No livro de Ezequiel, a prova decisiva de uma antiga presença extraterrestre
Um dos relatos mais fascinantes das antigas "máquinas voadoras" é contado em um lugar inesperado, a Bíblia. Neste sagrado texto hebraico, encontramos muitos detalhes sobre uma "tecnologia avançada" que existia na Terra, há milhares de anos atrás.

No livro de Ezequiel, o profeta descreve "uma carruagem voadora" que é presumivelmente composta de "rodas dentro de rodas":
-
A Teoria dos Antigos Astronautas assume que esta referência é uma prova clara de antigos objetos voadores não identificados. Estudiosos da Bíblia afirmam que o livro de Ezequiel não descreve literalmente máquinas voadoras: eles afirmam que o profeta falou simbolicamente de inimigos que Israel estava enfrentando.
-
Mas o profeta realmente descreveu inimigos mitológicos, ou poderia o Livro de Ezequiel oferecer a evidência perdida da antiga vida alienígena na Terra?
image

O livro de Ezequiel

-
Ezequiel revela profecias sobre a destruição de Jerusalém, sobre a restauração na terra de Israel e sobre o que alguns definem visões do Templo Milenar ou do Terceiro Templo. O livro de Ezequiel descreve algo na primeira pessoa, enquanto muitos outros textos são sempre transcritos na terceira pessoa: " Eu olhei e vi um redemoinho vindo do norte, uma grande nuvem com o fogo piscando para frente e para trás e uma luz brilhante ao redor.
-
No centro do fogo havia um brilho semelhante ao âmbar, e dentro dele havia a forma de quatro seres vivos. E essa era a aparência deles: eles tinham uma forma humana ... "
Ezequiel referindo-se a um veículo voador, movido por "energia celestial", em movimento que emitia sons: uma tecnologia moderna mal interpretada no passado? Vamos ler atentamente o livro de Ezequiel, vemos que "o pouso", descrito pelo profeta, o carro de fogo, é muito semelhante ao de um navio: Tempestade de vento, flashes de luz, deve ter sido uma visão impressionante para um homem que viveu dois mil anos atrás. Também é descrita a composição da carroça que desceu do céu como se fosse feita de metal incandescente.

"Cada um tinha quatro rostos e quatro asas ... Suas pernas eram retas e as solas dos pés tinham rostos e asas ... suas asas se tocavam. Eles não se viraram enquanto se moviam; cada um foi direto ... O formato de seus rostos era o de um homem, e cada um dos quatro tinha o rosto de um leão do lado direito, o rosto de um boi do lado esquerdo e também o rosto de uma águia ... Tais eram seus enfrenta. Suas asas foram dispersas para cima; cada um tinha duas asas que tocavam as asas da criatura em ambos os lados e duas asas que cobriam seu corpo ... Cada criatura foi direto. Onde quer que o espírito fosse, eles iam, sem se mexerem enquanto se moviam ... Entre as criaturas vivas havia a aparência de brasas ou tochas acesas. O fogo se movia de um lado para o outro entre as criaturas vivas; era brilhante
image
Além disso, no livro de Ezequiel, encontramos uma descrição cristalina do dispositivo voador misterioso e poderoso:
-
Quando olhei para as criaturas vivas, vi uma roda no chão ao lado de cada criatura com suas quatro faces. O processamento das rodas lembrava o brilho de berilo, e todos os quatro tinham a mesma semelhança. Seu processamento parecia uma roda dentro de uma roda. Enquanto se moviam, eles seguiram em uma das quatro direções, sem se virar enquanto se moviam. Suas bordas eram altas e maravilhosas, e todos os quatro círculos estavam cheios de olhos ao redor. Enquanto as criaturas viventes se moviam, as rodas moviam-se ao lado delas e, quando as criaturas se levantavam do chão, as rodas também se elevavam.
-
Onde quer que o espírito fosse, iam e as rodas se erguiam ao seu lado, pois o espírito dos seres vivos estava nas rodas. Quando as criaturas se moviam, as rodas se moviam; quando as criaturas pararam, as rodas permaneceram imóveis; e quando as criaturas se levantaram da terra, as rodas levantaram-se de lado, pois o espírito dos seres vivos estava nas rodas. Espalhadas sobre as cabeças das criaturas vivas estava a forma em uma impressionante extensão, cintilante como o cristal.
image
Em suma, o profeta descreve em seu livro algo fascinante que desce do céu, nunca visto antes, que fez a terra tremer. Algo brilhante e muito poderoso.
-
Na década de 1970, um cientista da NASA, Joseph Blumrich, decidiu categoricamente negar esse "testemunho" do profeta. Blumrich foi um cientista de alto nível na NASA, que trabalhou no projeto da Lua, e era um engenheiro de mísseis.
-
O cientista, apesar de seu ceticismo inicial e meses de estudo e pesquisa, concluiu que o que Ezekiel descreveu em seu relatório era realmente um tipo de espaçonave. Essa conclusão levou Blumrich a escrever um livro chamado Asnaves espaciais de Ezequiel .
-
Veja o vídeo: https://youtu.be/gXiAAJIZ1y0 
-
Fonte
leia mais...

CORRESPONDENTE

POSTAGENS INTERESSANTES

ULTIMAS NOTICIAS

 
Copyright © 2014 UFO OVNI ALIEN • All Rights Reserved.
Template Design by UFOOVNI • Powered by Blogger
back to top