Mostrando postagens com marcador BRASIL CASOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador BRASIL CASOS. Mostrar todas as postagens

Brasil, cidadão de Irauçuba, Ceará, relata que é constantemente "Visitado pelos alienígenas" em sua casa!

Brasil, cidadão de Irauçuba, relata
-
Um homem do estado brasileiro do Ceará, relata ser constantemente visitado por alienígenas em sua casa. O testemunho desses Encontros Imediatos é chamado Ocelio Silva e é um funcionário da cidade de Irauçuba - Ceará (Brasil) - e, nos últimos dias, ele experimentou experiências sobrenaturais.
-
A testemunha relata vendo uma bola de fogo se mover de um lado para o outro da casa e sair para o jardim. Depois dessa experiência, Ocelio diz que o vizinho também se assusta com a visita dessas esferas de luz e pede sua ajuda.
image

Conforme relatado pelo jornal T ribunadoceara , Ocelio disse que "o inquilino da casa em frente, ele se aproximou de mim e disse que alguém estava invadindo sua casa". Ele também relata que, na porta do vizinho, havia sinais de mãos e pegadas perto da parede.
image

Para o ufólogo Agobar Peixoto, entrevistado por Tribunadoceara, ele disse que todas as evidências mostram a existência de extraterrestres, também porque a região é propício para estudos sobre ETs e OVNIs e avistamentos corpo a corpo encontros com entidades estrangeiras são numerosas nessas áreas.

"A pessoa deve fazer uma avaliação. Se você perceber que não havia nada perigoso, você pode tentar entrar em contato com os alienígenas, caso contrário, se perceber que é mais agressivo, você deve recuar. "
-
Segnidalcielo
leia mais...

Frota de aviões anti-gravidade TR-3B reúne OVNIs nos céus do Brasil

TR3B TECNOLOGIA OVNI UFO ANTI GRAVITACIONAL
-
Uma frota de aeronaves TR3B Anti Gravidade foi filmada no Brasil junto com algumas aeronaves alienígenas. Como muitos sabem, o TR-3B é uma aeronave triangular que explora a propulsão antigravidade, e pode ser alimentado por um pequeno reator nuclear que fornece a energia para MFD ou interruptor campo magnético que gera interrupção da gravidade.
-
Esta aeronave parece ter sido construído com a nova tecnologia aeroespacial projetado e criado por CMITF (Complexo tecnologia militar e aeroespacial americano) que tem suas raízes na área 51 do Projeto de Preto.
image
Foto acima e abaixo: à esquerda, uma aeronave alienígena se aproxima de um TR3-B visível à direita. As imagens são tiradas do vídeo gravado no Brasil
image
Na verdade, esta aeronave até recentemente era uma experiência extremamente secreta desenvolvida e criada dentro do Projeto Aurora em colaboração com a Iniciativa de Defesa Estratégica (SDI) e patrocinada com um orçamento dos chamados fundos "pretos".
-
O documento a seguir é a tradução da descrição desse artefato que Edgar Rothschild Fouche viu em Nevada em 1998.
image
O Sr. Fouche tem trabalhado em programas de defesa do governo nos últimos 30 anos, incluindo a Área 51 em Groom Lake e a Base da Força Aérea de Nellis por vários anos, e ele teve uma clara atuação também em projetos Ultra Top Secret.
Fouche descreve o sistema de propulsão TR-3B da seguinte forma:

" Um anel acelerador circular preenchido com plasma, chamada Campo Magnético desreguladores (MFD ou interruptor Magnetic Field) rodeia o cockpit tripulação, está muito além de qualquer tecnologia que se possa imaginar ... o plasma,-mercúrio base, é pressurizada para 250.000 atmosferas a uma temperatura de 150 graus Kelvin e acelerou a 50.000 rotações por minuto para gerar um supercondutor de plasma com o resultado da interrupção da força de gravidade. "
image
espaço triangular navicella - A patente US 20060145019 A1 veículo espacial tendo um casco triangular com cargas electrostáticas rotativos, dispostos em uma linha vertical em cada canto, que produzem um campo eléctrico horizontal, paralelo aos lados do casco. Esse campo, interagindo com uma onda plana emitida pelas antenas do lado do casco, gera uma força de volume que combina uma propulsão de elevador.

" O Disruptor de Campo Magnético gera um vórtice de campo magnético, que interrompe ou neutraliza os efeitos da gravidade em qualquer massa que esteja próxima, em uma porcentagem de 89%. Isso significa que a força "G" é reduzida em 89%. O MFD que possui o TR-3B garante que o veículo é extremamente leve e pode executar manobras que nenhuma outra aeronave poderia realizar. Minhas fontes dizem que as possibilidades são limitadas apenas pela resistência física dos pilotos humanos. O que é muito, considerando a redução de 89% da massa, também as forças G são reduzidas em 89%. A tripulação do TR-3B poderia facilmente suportar até 40G ... reduzida em 89%, os ocupantes só sentiriam 4,2G ".
image
Depois de anos e anos de batalhas da comunidade internacional de ufologistas e do Projeto Divulgação, foi descoberto há um ano a patente para esta aeronave (TR-3B) do Programa Espacial Secreto, que mostra a espaçonave triangular. A pesquisa confirma que o inventor, John St. Clair, também desenvolveu e patenteou um novo tipo de sistema de propulsão. Este novo sistema é chamado de "sistema de propulsão eletrostática rotativa" - sistema de propulsão de rotação eletrostática. Seguindo os links onde as patentes do TR-3B e o sistema de propulsão eletrostática estão disponíveis.
-
https://www.google.com/patents/US20060145019?pageId=111028569981762970673
-
Segnidalcielo
leia mais...

Círculos Extraterrestres nos campos do Brasil? (Arq.)

image
-
Estampas misteriosas apareceram em uma plantação de trigo no estado brasileiro do Paraná em 26 e 27 de setembro.
image
O fenômeno enigmático tem atraído a atenção de ufólogos e amantes de extraterrestres ao redor do mundo.
-
O editor da revista Ufo, Ademar José Gevaerd, compartilhou gravações feitas no local e explicou que essas marcas, chamadas de crop circles, são de origem extraterrestre.
-
O ufologista está reunindo dados para confirmar sua hipótese.
-

Os círculos nas plantações apareceram em propriedades privadas, mas Gevaerd recebeu autorização de seus proprietários para investigar o curioso fenômeno.
-
O registro mais antigo desse tipo data de 1678, quando, na Inglaterra, marcas em um campo de trigo feito, presumivelmente, pelo demônio, surgiram do nada.
-
Quanto aos encontrados no estado do Paraná, é a segunda vez em menos de um ano que esse tipo de fenômeno ocorre na região. Em outubro de 2015, os primeiros círculos foram registrados.
-
Além do fato de que a origem é natural ou extraterrestre, não deixa de surpreender a beleza simétrica dos círculos nas plantações. Qual é a tua opinião? Deixe-nos o seu comentário!
-
Fonte:www.ufo-spain.com

leia mais...

Registrado uma frota de OVNIs nos céus de São Paulo, Brasil (Arq.)

Registrado uma frota de OVNIs nos céus de São Paulo, Brasil
https://youtu.be/4H08ifQcCU4

Uma frota de OVNIs que sobrevoam os céus da cidade de São Paulo (Brasil). Para identificar os objetos luminosos, foi uma família que observou o fenômeno, conseguindo gravar um pequeno vídeo com um celular smartphone.
X1
-
X2
Certamente a qualidade do vídeo não é horrível, mas podemos observar as esferas de luz que voam lentamente no céu dispostas em aglomerados, emitindo um brilho variável, ou pulsações de luz alternada. Os muitos objectos luminosos encontram-se a grande altitude e exclui-se que possam ser lanternas chinesas ou outros aviões convencionais. Assista ao vídeo!
leia mais...

Um caso incomum de perseguição e abdução reptiliana no Brasil

abdução reptiliana no Brasil
Teorias de conspiração sobre reptilianos, também chamados de sangue azul, ou reptilóides, são supostos seres humanóides com a aparência de inteligência reptiliana e sobrenatural. Eles habitariam nosso planeta por milênios, embora eles agissem furtivamente para serem detectados. O próximo caso, o Aeromar, é um dos mais impressionantes que pudemos conhecer.
image
O caso Aeromar está na boca de muitos pesquisadores brasileiros há anos pelas curiosas peculiaridades relacionadas à visão de um humanóide de características especiais, digamos .... Graças às pesquisas dos pesquisadores Antonio Hunneus e Osni Schwartz, viajamos hoje na máquina do tempo até Victoria, capital do Espírito Santo, no Brasil. Estamos no início de 1980. Lá na praia, temos um homem chamado Aeromar em uma pequena barraca de bebidas, onde ele ganha a vida.
-
Este homem havia testemunhado um encontro com OVNIs nos dias anteriores na mesma cidade, onde ele foi capaz de ver uma série de objetos lenticulares de uma posição muito próxima. Bem, havia aquele homem quando de repente três homens vestidos de terno e gravata apareceram. Estava quente demais para ir tão vestido e isso o surpreendeu. Ele pensou que eles eram policiais secretos e eles iriam colocá-lo em apuros, acusando-o de algum crime. Eles o repreendiam pelas luzes e faziam perguntas de todos os tipos. A impressão de Aeromar foi tão brutal que ele saiu do caminho por alguns dias e não apareceu em seu local de trabalho.
-
Alguns dias depois, ele perdeu o medo e voltou a trabalhar em sua área. A normalidade de sua vida. A verdade é que aqueles homens de preto voltaram para ele. Eles o repreendiam. Eles falavam estranho. Eles vieram para segui-lo e persegui-lo. O bom e velho Aeromar não sabia o que fazer e ficou tão preocupado que partiu para o Rio de Janeiro fugindo do pesadelo improvisado que parecia persegui-lo desde que tivera o incidente das luzes. Lá ele também os viu. Eles estavam obcecados por ele. Porque eu? Ele se perguntou.
-
Aeromar, em desespero, foi à polícia e apresentou uma queixa por assédio e fez isso com seu chefe na frente dele para registrá-lo na ata. A polícia não levou sua reivindicação muito a sério, mas os seguimentos continuaram. Foi exasperante. Ele decidiu novamente mudar de cidade antes da insistente pressão daqueles caras que não o deixaram em paz. Ele foi para São Paulo, onde moravam alguns parentes. Estamos no início dos anos 1980 e sua vida mudou radicalmente em apenas algumas semanas. Lá, na cidade de São Paulo, eles também estavam esperando por ele e, de fato, passaram para o próximo nível. Em um de seus episódios de assédio veio para colocá-lo em um carro e se mudou para um lugar onde ele relatou que eles estavam diante de um navio com um anel externo, cheio de luzes e flutuando no chão. Uma visão espetacular do Aeromar.
-
Existem poucos casos em que esses seres sequestram diretamente um homem.
-
E o episódio não termina aqui. Aeromar foi forçado a se colocar sob a luz daquele disco e depois do aparecimento de um raio azulado, ele subitamente se viu dentro daquele artefato. Medo e estupor Isso não poderia estar acontecendo. O horror esperava por ele. Lá no interior, o pobre Aeromar experimentou uma espécie de paralisia. Eles o sentaram em uma maca semelhante à dos dentistas e de lá ele viu com horror, o máximo de horror, aqueles homens, os três se tornaram outra coisa. Era como se tivessem mudado radicalmente sua aparência, sua pele, sua aparência e até sua fisionomia. Seus rostos eram os dos lagartos. Humanóides reptilianos, como relatamos em outros casos.
-
Esses homens foram transformados em poucos segundos, de acordo com o testemunho da testemunha. Na experiência desconcertante, esses seres teriam transmitido algumas imagens e informações relacionadas ao planeta Terra. Pouco depois de sua tremenda visão, Aeromar apareceu de madrugada nas ruas de São Paulo sem saber o que havia acontecido ou como chegara. Para ele, 5 minutos se passaram. Mas, na realidade, várias horas se passaram.
-
Com absoluto pânico, aquele bom homem retornou à sua casa, onde contou tudo o que havia acontecido com seu colega de quarto. A história ainda poderia piorar para o pobre Aeromar, porque, como ele disse aos dois investigadores, uma força invisível o jogou contra uma das paredes que abriam quase sua cabeça. Aeromar sabia que esses seres haviam lhe dado um aviso velado de que ele não poderia contar nada a ninguém. E garoto, parece que eles estavam falando sério. A história termina com um hipnoterapeuta profissional, Dr. Berezowsky, que graças ao jornal O Globo soube do caso e tentou entrar em contato com o lojista para uma regressão hipnótica quando seu caso já tinha sido tornada pública. Ele não conseguiu encontrá-lo porque a Aeromar desapareceu sem deixar vestígios.
-
Esta crônica faz parte da história negra do fenômeno OVNI e tem ingredientes que vão desde o assédio de homens de preto, um metamorfismo e incidentes do tipo poltergeist na casa dos afetados. Alguns eventos incomuns para os quais hoje ninguém tem uma explicação. O que aconteceu com o Aeromar? Poderia ser possível que pelo menos parte do fenômeno dos homens de preto fossem seres infiltrados? Deixe seu comentário abaixo!
-
Fonte 
leia mais...

OVNIS EM SÃO TOME DAS LETRAS BRASIL

image
OVNIS EM SÃO TOME DAS LETRAS BRASIL


O fenômeno OVNI tem crescido forte nos últimos anos, com inúmeros avistamentos acontecendo em todo o mundo e mais testemunhas relatando encontros estranhos com essas forças misteriosas. Muitos relataram ter visto triângulos em forma de ovnis, discos voadores e orbe estranho como luzes.
-
VEJA MAIS VÍDEOS:
https://www.youtube.com/channel/UCPDr-cxSv0t9g2uxHtBogRA/videos
-



-

leia mais...

OVNI na Ilha de Trindade Brasil

OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 01
Trindade e Martim Vaz, é um arquipélago brasileiro localizado no Oceano Atlântico, a cerca de 1 200 km a leste da sede do município de Vitória, do qual faz parte, no estado do Espírito Santo. De todas as ilhas desse arquipélago, apenas Trindade é habitada e a única localidade existente na ilha é o Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade (POIT), uma guarnição militar mantida pela Marinha do Brasil.
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 02
O POIT é o local habitado mais remoto do Brasil, estando situado a 1 025 km de distância da localidade mais próxima, que é a guarnição mantida pela Marinha na Ilha Santa Bárbara, no Arquipélago dos Abrolhos. Já as Ilhas Martim Vaz, são conhecidas por serem o ponto extremo leste de todo o território brasileiro, sendo juntamente com o Arquipélago de São Pedro e São Paulo, um dos dois primeiros locais onde acontecem o nascer e o pôr do sol no Brasil.
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 03
O arquipélago é constituído por duas ilhas principais (Trindade e Martim Vaz), separadas por 48 quilômetros, que somam uma área total de 10,4 km². As ilhas são consideradas, pelos navegadores, como um imenso oásis no oceano atlantico.
 O Mistério
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 04
Mais um mistério é a suposta aparição de objeto voador não identificado em 1958. No navio Almirante Saldanha, estavam 40 pessoas no convés quando um objeto surgiu sobre as montanhas. O fotógrafo Almiro Baraúna registrou o fato em sete fotos que correram o mundo. “Meu tio deu muitas palestras. Há quem diga que as imagens são falsas, mas há muitas teorias para comprová-la”, diz Mara Baraúna. Almiro morreu em 2001 crente que fez um flagrante.
A História
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 05
“Em 16 de janeiro de 1958, o navio-escola de guerra da marinha “AlmiranteSaldanha” estava atracado em uma enseada na Ilha Trindade, a umas 800 milhas da costa do Espírito Santo. Eram por volta das 11h, céu claro, a tripulação se preparava para retornar ao Rio de Janeiro quando de repente um grupo de pessoas na popa do navio, dentre elas o capitão-aviador aposentado da Força Aérea Brasileira José Viegas, alertou a todos. Instantaneamente, todos que estavam no convés, umas cinquenta pessoas, começaram a ver um estranho objeto prateado e com forma de pires que se moveu do mar na direção da ilha. O objeto não emitiu nenhum ruído, era luminoso e às vezes se movia rapidamente, depois devagar, para cima e suavemente para baixo e quando acelerava deixava um rastro branco fosforescente que desaparecia rapidamente. Em sua trajetória, o objeto desapareceu detrás da montanha Pico Desejado, todos esperavam que fosse aparecer do outro lado da montanha, porém alguns ele reapareceu na mesma direção, parou por alguns segundos e então desapareceu novamente a uma grande velocidade pelo horizonte. Em um primeiro momento quando o objeto retornou, fui capaz de tirar seis fotos, das quais duas se perderam devido ao pandemônio no convés, e as outras quatro fotos mostram o objeto no horizonte, em uma sequência razoável, aproximando-se da ilha do lado da montanha, e finalmente desaparecendo, indo embora. Eu tirei o filme de minha câmera 20 minutos depois seguindo o pedido do comandante, que queria saber se as fotos eram de boa qualidade. Quase toda a tripulação do navio viu o filme e eram unânimes em seus reportes ao Serviço Secreto da Marinha Brasileira.
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 06
O Relatorio
O relatório oficial (documento confidencial n.o 0098/M-20) do Almirante-de-Esquadra Antônio Maria de Carvalho, chefe do Alto Comando Naval, diz o seguinte, entre outras coisas:
1) Enfim, foi registrado mais outro alarme de OVNIS, àS 12:15 horas do dia 16 de janeiro de 1958; dessa vez, aconteceu a bordo do Almirante Saldanha, ancorado ao largo da ilha da Trindade. O navio estava prestes a zarpar, e a pinaça, usada para a travessia até a terra, estava sendo recolhida por membros da tripulação, quando, de popa a proa, soou o alarme dos OVNIS”,
2) Um fotógrafo profissional, civil, que se encontrava a bordo, postado na popa, fotografando o recolhimento da pinaça, teve sua atenção chamada para o disco voador, do qual bateu as quatro fotos anexas. , . “
3) Após o aparecimento, Almiro Baraúna, o fotógrafo, retirou o filme da câmara, na presença do Capitão-de-Corveta Carlos Alberto Bacelar e outros oficiais. Posteriormente, o fotógrafo foi até o laboratório montado no navio de pesquisas, em companhia do Capitão Bacelar. O filme foi revelado dentro de dez minutos; em seguida, os negativos foram examinados por Bacelar. No seu relatório, Bacelar confirmou que os negativos ainda estavam molhados ao lhe serem entregues para exame, e neles reconheceu O OVNI em apreço”.
4) Em seguida, os negativos foram mostrados a membros da tripulação, testemunhas oculares do aparecimento. Eles confirmaram que o objeto nas fotos era idêntico ao que avistaram no ar”.
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 07
Com autorização do Ministério da Marinha, o depoimento abaixo, prestado pelo Capitão-de-Corveta Carlos AIberro Bacelar, foi liberado para publicação pela imprensa:

 OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 08
Depoimento do Capitão Carlos Alberto Bacelar
image
1) Efetivamente, um objeto voador não identificado foi avistado por um número de pessoas presentes no convés do Almirante Saldanha. Eu, pessoalmente, não testemunhei aquele aparecimento, porque, no preciso instante, me encontrava no interior da minha cabine. Porém, imediatamente, fui chamado para a ponte.
2) O incidente provocou forte comoção, como, aliás, não poderia deixar de acontecer, e, muitas pessoas, alarmadas com os gritos das testemunhas, correram para o convés.
3) Almiro Baraúna, fotógrafo profissional, estava no convés com a sua câmara e, após a ocorrência, ficou em estado de exaustão nervosa. Permaneci a seu lado o tempo todo, porque queria presenciar a revelação do filme.
4) Tão logo Almiro se recuperou, mais ou menos uma hora após o ocorrido, o filme foi revelado no laboratório fotográfico, a bordo …
5) O Sr. José Theobaldo Veiga, capitão reformado da Força Aérea, acompanhou atentamente, com um farolete de pilha, a revelação do filme, enquanto eu, lá fora, esperei que terminasse. Em seguida, vi o filme, recém-revelado e ainda molhado e, após cuidadoso exame, cheguei à seguinte conclusão: a seqüência do vôo do objeto nas fotos coincide com as paisagens que, pouco antes do aparecimento, foram fotografadas por Almiro Baraúna, a bordo do navio …
6) Como foi previamente combinado, procurei Almiro Baraúna no Rio e, por duas vezes, o acompanhei até o ministro da Marinha.
7) Chamei a atenção do fotógrafo para o fato de ser estritamente proibida a publicação das fotos sem autorização oficial, e informei-lo de que ele seria avisado, tão logo as autoridades competentes resolvessem líberá-las para divulgação.
8) Almiro Baraúna cedeu os negativos ao Ministério da Marinha, que os entregou a mim, algum tempo depois, para serem devolvidos ao fotógrafo. Quando lhe entreguei os filmes, avisei que – com certas restrições – poderia dispor daqueles negativos, a seu critério.
9) A meu pedido e usando papel fotográfico por mim colocado à sua disposição, Almiro fez seis séries completas das quatro fotos e dezesseis ampliações dos detalhes do objeto voador.
10) Pela quarta vez, em quarenta dias, esse incidente veio comprovar a presença de OVNIS sobre a ilha da Trindade.
Em 24 de fevereiro de 1958, o ministro da Marinha, Almirante Alves Câmera, fez os seguintes comentários numa entrevista à United Press:
“A Marinha brasileira está envolvida num segredo importante e não pode ser discutido em público visto que para tanto, não há explicação ditei nos discos voadores, mas a prova fotográfica apresentada por Almiro Baraúna convenceu-me da sua existência”.
E naquele mesmo dia, o Capitão-de-Fragata Moreira da Silva falou:
“Não quero discussão a respeito. da pessoa do fotógrafo que bateu as fotos do OVNI, que foi observado por uma série de personagens conhecidas. Contudo, posso garantir que as fotos são autênticas e o filme revelado imediatamente a bordo do Almirante Saldanha. Confirmo ainda que além do mais, os negativos foram examinados por diversos oficiais, imediatamente após a revelação não – conforme se disse – oito dias mais tarde. Fica excluída toda e qualquer eventualidade de truque fotográfico.
“Com base na análise dos negativos e dos detalhes relatados por numerosas testemunhas oculares a bordo, os peritos conseguiram calcular a velocidade mínima do OVNI como sendo 1 200 quilômetros por hora; essa velocidade aumentou consideravelmente, quando o objeto voador acelerou.”
“Outrossim, soube-se, mais tarde, que toda a instalação elétrica a bordo do navio de pesquisas falhou com aparecimento do OVNI.
Pouco importa qual seja a nossa atitude diante dos OVNIS, pois persiste o fato de ter ocorrido um fenômeno que, além de documentado por fotos, ainda foi confirmado pelo depoimento escrito de 48 testemunhas.
As Testemunhas e o Acobertamento
Das alegadas 48 testemunhas militares e civis que Almiro Baraúna dizia terem sido testemunhas diretas da aparição do “disco voador” a bordo do navio-escola Almirante Saldanha, até hoje a Ufologia civil não conhece o nome e nem ouviu um único depoimento sequer de algum possível militar que estava no convés naquele momento e que tenha declarado que realmente avistou o alegado “objeto” aéreo.
Há apenas uma exceção, de um primeiro-tenente e dentista de bordo de nome Homero Ribeiro, já falecido, que terceiros o elencaram como testemunha ocular, apesar dele próprio não ter concedido depoimento público confirmando ou não ter visto algo sobrevoando a ilha. Ao contrário, o que sobeja são tripulantes com nomes conhecidos afirmando que nada viram no céu de Trindade naquela oportunidade.
Segundo a imprensa da época veiculou, a Marinha fez um bloqueio de silêncio para que os militares não narrarem à imprensa o que havia acontecido a bordo. Essa seria uma possível explicação por desconhecemos publicamente o nome dessas supostas testemunhas oculares.
No relatório da Marinha, intitulado “Relatório de fim de comissão. Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade. Período de 1º de novembro de 1957 a 16 de janeiro de 1958”, o comandante que havia deixado o posto da ilha na ocasião, o capitão de corveta Carlos Alberto Ferreira Bacellar, declara que durante a alegada “aparição”, “encontrava-me no camarote, nesse momento, e subi imediatamente ao tombadilho, onde encontrei várias pessoas um pouco excitadas com o que haviam visto. Não divisei nada nos céus naquele dia.
A análise das Fotos
Os técnicos do Serviço Aerofotogramétrico da Cruzeiro do Sul (empresa especializada em fotos aéreas), após exames microscópicos para verificar a granulação, análise de sinais, verificação de luminosidade e detalhes de contornos, afirmaram:
Não havia sinal algum de fotomontagem nos negativos mencionados e toda evidência demonstrava que eram realmente negativos de um objeto verdadeiramente fotografado. A hipótese de uma fotomontagem tramada após o avistamento está definitivamente excluída. É impossível provar tanto a existência como a inexistência de uma prévia fotomontagem, o que exige todavia uma técnica de alta precisão e circunstâncias favoráveis para a sua execução.
Contudo isso narrado, mais uma vez continuamos sem maiores esclarecimentos, onde as testemunhas são silenciadas e seus nomes apagados da história.
Fenômenos estranhos na Ilha
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 11
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 12
Formada por erupções vulcânicas há 3,5 milhões de anos, a ilha avança 5,5 mil metros rumo ao fundo do mar. Por isso, discute-se a existência de túneis submersos, cortando a ilha de um lado a outro. A queda de um helicóptero na Praia do Puxa, em 1979, com a morte do piloto, reforçou a crença. Ninguém achou a aeronave nem o corpo do militar. “Não sei a razão. Mas o que se joga ali aparece do outro lado da ilha”, conta o cabo Otávio Martins, 39 anos, que já passou temporada de quatro meses por lá.
OVNI NA ILHA DE TRINDADE BRASIL 13
Fenômeno natural na região é a mudança brusca do tempo. “As nuvens aparecem do nada e cai o temporal, o Pirajá”, conta o capitão-de-corveta José Antonio Tavares Fantini, 37, atual comandante em Trindade. Assim como surgem do nada essas tempestades também se vão em minutos.
leia mais...

MARINGÁ, BRASIL, OVNIS, LUZES MISTERIOSAS SÃO FILMADAS

OVNIS LUZES MISTERIOSAS

MARINGÁ, BRASIL, UFO OVNI LUZES MISTERIOSAS

-
O fenômeno OVNI tem crescido forte nos últimos anos, com inúmeros avistamentos acontecendo em todo o mundo e mais testemunhas relatando encontros estranhos com essas forças misteriosas. Muitos relataram ter visto triângulos em forma de ovnis, discos voadores e orbe estranho como luzes.
-
VEJA VÍDEOS:
https://www.youtube.com/channel/UCPDr-cxSv0t9g2uxHtBogRA/videos
-
leia mais...

Brasil, Santa Maria, Rio Grande do Sul, OVNI foi avistado e filmado, Este vídeo original faz parte do Arquivo Histórico da Ufologia Brasileira (Arq.)

image
Link do vídeo: https://youtu.be/_ICQ8Exr1j4
-
O evento ocorreu em 15 de junho de 2001 em Santa Maria, estado do Rio Grande do Sul – Brasil.
-
” Estimados, para esclarecer alguns devaneios. Este vídeo original faz parte do Arquivo Histórico da Ufologia Brasileira, que pertence ao Museu Internacional de Ufologia, História e Ciência. com autorização do Sr. Benhur Acosta.
A referida imagem que tem 4 minutos e 25 segundos foi amplamente analisada num período de seis meses em parceria com a FAB, parceria esta Institucional / Científica e não de forma amadora. Durante 5 anos, documentos e o vídeo foram amplamente divulgados e apresentados no Museu.”


Fonte 
leia mais...

Casos Brasileiros de Aparição de OVNIS

00 AVISTAMENTOS UFO

9 Casos Brasileiros de Aparição de OVNIS

-

01 - Antônio Vilas Boas


Em 16 de outubro de 1957, em São Francisco de Sales, no Sul do Estado de Minas Gerais, o falecido lavrador Antônio Vilas Boas estava em seu trator, durante à noite, quando um disco voador pousou bem perto. Quando o Antônio pensou em sair correndo, se viu cercado por quatro tripulantes, que o agarraram e o levaram para dentro do disco voador. Após ter suas roupas retiradas, passaram uma espécie de creme em todo o seu corpo e também retiraram sangue do seu queixo, com o auxílio de uma espécie de agulha. Logo depois entrou uma mulher extraterrestre naquela sala e acabou tendo relação sexual com o Antônio. Após colocar as roupas, Antônio foi devolvido no mesmo lugar.
-

02 - Fortaleza de Itaipú


Na noite de 03 de novembro de 1957, na Fortaleza de Itaipú, na Praia Grande, no Estado de São Paulo, um disco voador veio do Oceano Atlântico e parou em cima da Fortaleza. Ocorreu um "black out" elétrico em toda a região. O disco voador projetou uma luz avermelhada que atingiu dois sentinelas, os quais tiveram queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau. O estranho é que tais queimaduras não ocorreram nas partes expostas, como as mãos e o rosto e sim por debaixo da roupa. As Forças Armadas negam até hoje esse fato.
-

03 - Fotografias de Almiro Baraúna


Fotografia tirada por Almiro Baraúna, na ilha Trindade-ES, à bordo do Navio Almirante Saldanha. Esta, entre outras sequências deste OVNI foi liberada à imprensa pelo Presidente Jucelino Kubitschek, em 1958.
-
Logo depois, em 16 de janeiro de 1958, Almiro Baraúna, à bordo do navio Almirante Saldanha, próximo à Ilha da Trindade, no Estado do Espírito Santo, fez quatro fotos de um disco voador, em forma de Saturno, com o testemunho de mais de cinqüenta marinheiros. As fotos foram reveladas à bordo do navio. As testemunhas confirmaram que as fotos eram do objeto que viram. Essas fotos foram liberadas à Imprensa com o aval da Marinha e do falecido Presidente da República Juscelino Kubitschek. Foi calculado que o objeto estava voando aproximadamente na velocidade de 900 Km/h, que tinha um diâmetro de 40 metros e 7 metros de altura. Bem mais tarde, a GSW analisou as fotos com computador e concluiu serem autênticas, tendo o objeto realmente grandes dimensões.
-

04 - Inácio e os ETs


Em 13 de agosto de 1967, na fazenda Santa Maria, na cidade de Crixás, no Estado de Goiás, por volta das quatro horas da tarde, ainda de dia, o capataz Inácio, juntamente com sua esposa Maria, retornavam da cidade, quando avistaram um estranho objeto, em forma de bacia invertida, pousado no campo particular de pouso de aviões pequenos da fazenda. Inácio imaginou que era algum veículo novo do Exército sendo testado pelo dono da fazenda, Ibiracy de Morais, um rico fazendeiro, o qual foi presidente do Banco do Brasil. De longe, viram o que parecia três "crianças", ao lado do estranho objeto. Ao se aproximar mais, Inácio pensou que as "crianças" estavam nuas. Achou aquilo um afronto à sua mulher. Quando os seres viram o casal, passaram a correr em sua direção. Inácio, ao ver que eram estranhos seres, pegou sua espingarda e mirou na testa de um dos seres (Obs.- Ibiracy nos confidenciou que o Inácio conseguia acertar um pombo, em pleno vôo, a mais de 50 metros de distância, ou seja, era um exímio atirador). Na distância de 60 metros, o Inácio disparou e o ser caiu. No mesmo instante, um jato de luz verde, tipo laser, saiu do objeto e atingiu o ombro esquerdo do Inácio, o qual desmaiou na hora. Maria disse que os outros dois seres pegaram o terceiro ser no solo e o levou para dentro do disco voador, o qual levantou vôo em alta velocidade. Inácio foi atendido em um hospital de Goiana, Capital de Goiás. No local onde o raio verde atingiu o ombro do Inácio, ficou um eritema (mancha) que se espalhou pelo braço e pescoço. Inácio morreu 59 dias depois com leucemia. Não sabemos se o raio verde causou a leucemia, ou se o médico que assinou o atestado de óbito colocou leucemia por não saber o tipo de "doença" que matou Inácio.
-

05 - Caso Tiago Machado


Em 06 de fevereiro de 1969, o jovem Tiago Machado, residente na cidade de Pirassununga, no Estado de São Paulo, logo pela manhã, foi acordado por sua mãe, a qual disse que havia pousado uma estranha nave em um terreno baldio, não muito longe do local. Tiago se vestiu e foi até a rua verificar. Voltou correndo para casa e pegou o binóculo. Ao ver que realmente era uma nave diferente, Tiago resolveu ir até o local, distante aproximadamente mil metros. Ao chegar perto na nave, uma escotilha se abriu na parte superior e um ser saiu flutuando até chegar ao solo. Tiago, nervoso, acendeu um cigarro. O ser olhou de uma forma estranha e o Tiago ofereceu cigarros para o ser. O ser continuou olhando, na distância de aproximadamente seis metros. Tiago então jogou o maço de cigarros perto do ser. O ser aproximou a mão do maço. O maço flutuou e grudou na mão do ser, que a levou para a perna e o maço desapareceu. Nesse instante, os parentes e vizinhos resolveram se aproximar também, quando o ser flutuou e entrou na escotilha. Com um estranho aparelho, o ser disparou um "tiro" de luz que atingiu a coxa direita do Tiago, deixando-o completamente paralisado. A nave flutuou e desapareceu em alta velocidade. O Tiago foi socorrido no hospital da cidade e a AFA – Academia da Força Aérea – isolou o local do pouso e pesquisou a ocorrência.
-

06 - Caso Onílson Pátero


Em 1973, Onílson Pátero estava retornando para sua residência, em Catanduva, uma cidade do interior do Estado de São Paulo, à noite, quando uma luz se aproximou e parou a uns dez metros de distância e uns seis metros de altura. Um filete de luz azul foi projetado sobre o carro, o qual ficou "transparente, onde Onilsom podia ver o motor através do sólido painel. A luz começou a esquentar o ambiente quando Onílson se retirou do carro e saiu correndo. Algo invisível o agarrou e ele desmaiou. Posteriormente foi levado para o hospital, e após vários exames, foi dispensado. Quase um ano depois, novamente Onílson estava retornando para sua casa, agora em 1974, quando novamente apareceu a nave e o abduziu. Onílson desapareceu. A família comunicou a polícia. Logo depois o seu carro foi encontrado. A mala com documentos, cheques e dinheiro estava intacta. A polícia desconfiou ser um assalto com assassinato e passou a procurar o corpo de Onílson. Cinco dias depois Onílson foi abandonado na cidade de Colatina, no Estado do Espírito Santo, a 1.000 Km de distância de Catanduva. Mesmo tendo permanecido cinco dias no interior de um disco voador, Onílson, mesmo sob hipnose, se recordou de algumas horas dentro daquela estranha nave.
-

07 - O Fenômeno Chupa-chupa


Em 1977, na ilha de Colares, no Estado do Pará, os moradores eram atacados à noite por uma estranha luz que projetava um filete luminoso no peito das pessoas e desmaiavam. Quando acordavam estavam anêmicas. A Dra. Adelaide atendeu mais de 200 casos. O terror se espalhou pela cidade e cidades vizinhas, e os moradores não saiam mais à noite. Assim, a Aeronáutica Brasileira enviou vários militares para descobrir o que estava acontecendo. Esse evento foi conhecido como Operação Prato e foi comandada pelo Coronel Uyrangê Bolivar Soares Nogueira de Hollanda Lima. Fizeram centenas de fotos e vários filmes. Os militares tiveram avistamentos muito próximos. Quando o fenômeno cessou, os militares encerraram suas atividades. Para surpresa da Ufologia, em outubro de 1997, o Coronel Hollanda deu um depoimento detalhado aos pesquisadores Ademar José Gevaerd e Marco Antônio Petit – respectivamente editor e co-editor da Revista UFO brasileira. Infelizmente, todas as fotos e os filmes não foram liberados pela Aeronáutica.
-

08 - A noite oficial dos OVNIs


Entre março e setembro de 1986, tivemos uma onda ufológica muito grande no Brasil. Em 19 de maio tivemos o pico máximo. O Operador da Torre de Controle de São José dos Campos - SP, o Segundo Sargento da Aeronáutica Sérgio Mota, logo após anoitecer, percebeu dois pontos luminosos no céu, o qual verificou não se tratar de estrelas. Mota acionou o centro de radares de Congonhas, o qual confirmou a presença de vários UFOs na região. No total foram 21 UFOs nos céus do Brasil naquela noite. Logo depois o CINDACTA I – Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo 1 – passou a rastrear tais objetos e o CODA – Centro Operacional de Defesa Aérea –, foi acionado e ficou de prontidão.
-
Nesse instante, o Coronel Ozires Silva estava retornando de Brasília, juntamente com o Comandante Alcir Pereira da Silva, a bordo de um avião Xingu. O Sargento Mota pediu a ele para ver se tinha contato visual. Orientado pelo radar, o Coronel Ozires passou a perseguir um desses objetos. Nesse dia, o Coronel Ozires tinha ido à Brasília, quando deixou a Presidência da Embraer e recebeu das mãos do Presidente José Sarney a Presidência da Petrobrás. O Coronel Ozires foi Ministro da Infra-estrutura no Governo do Fernando Collor.
-
Logo depois três caças F5 levantaram vôo da Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, e mais três caças Mirages levantaram vôo da Base Aérea de Anápolis, em Goiás. Perseguiram os 21 UFOs por quase três horas e depois retornaram. O piloto Capitão Aviador Márcio Brisola Jordão, piloto de F5, foi perseguido por 13 UFOs, seis de um lado e sete do outro lado. Depois que os caças retornaram às suas bases, o UFOs retornaram e deram um verdadeiro show aéreo sobre a cidade de São José dos Campos.
-
A maior surpresa foi o então Ministro da Aeronáutica Brigadeiro do Ar Otávio Júlio Moreira Lima, nos dias seguintes, ter vindo a público e falar abertamente sobre o ocorrido, inclusive colocando os pilotos e os operadores de radares à disposição da Imprensa. O Ministro prometeu um relatório em 60 dias, mas até hoje não foi liberado. Foi um momento histórico da Ufologia Brasileira – INESQUECÍVEL.
-

09 - Caso Varginha


Sem sombra de dúvida, o caso mais importante da Ufologia Brasileira ocorreu em 20 de janeiro de 1996, na cidade de Varginha, no Estado de Minas Gerais. O pesquisador e advogado Ubirajara Franco Rodrigues, que mora em Varginha, tinha acabado de chegar de uma viagem, no dia 21, quando soube que três meninas haviam visto uma estranha criatura, a qual foi capturada pelos militares e levada para um hospital da cidade. Ubirajara iniciou a pesquisa e logo verificou que algo grande e sério havia ocorrido em sua cidade. Mais uns dias de pesquisas e logo se descobriu que os bombeiros capturam uma estranha criatura, no bairro do Jardim Andere, por volta das 10:30 da manhã do dia 20 de Janeiro de 1996, a qual foi levada embora pelos militares da ESA – Escola Preparatória de Cadetes do Exército Brasileiro.
-
No mesmo dia, por volta das 15:30 horas, A Kátia, a Liliane e a Valquíria, estavam retornando do trabalho quando viram uma estranha criatura, abaixada, próximo de um muro, em um terreno baldio. Pensando estar frente a frente com o Diabo, elas saíram correndo do local. No mesmo dia, já de noite, por volta das 20:00 horas, a Polícia Militar fez uma outra captura, cuja estranha criatura foi levada ao hospital Regional. De madrugada, essa criatura foi levada para o hospital Humanitas, da qual saiu morta no fim do dia 22 de Janeiro de 1996. Com o auxílio de um comboio militar, contendo três caminhões e vários carros, o Exército levou o corpo dessa criatura para a Cidade de Campinas, no Estado de São Paulo, onde o médico legista Dr. Fortunato Badan Palhares, junto com uma equipe especial, realizou inúmeros exames. Apesar de todas as autoridades, militares e civis, negarem os fatos, houveram muitas testemunhas, e com certeza, o Caso Varginha ainda vai ser muito comentado.
-
leia mais...

POSTAGENS INTERESSANTES

 
Copyright © 2014 UFO OVNI ALIEN ORIGINAIS • All Rights Reserved.
Template Design by UFOOVNI • Powered by Blogger
back to top