Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CIRCULOS PLANTAÇÕES. Mostrar todas as postagens

CROP CIRCLES: CÍRCULOS EM PLANTAÇÕES NO MUNDO INTEIRO

Ashampoo_Snap_2017.08.19_05h45m07s_001_
Os “círculos” nas colheitas, ou “crop circles”, como ficaram conhecidas as manifestações pictóricas ocorridas nos campos de cultivo da Europa e agora também em outros países são um dos mais fascinantes e profundos mistérios da atualidade. Embora sejam relacionados à atividade humana, nenhuma evidência comprovada foi encontrada nos círculos “autênticos”.



Nestes casos, nos círculos, ou em sua proximidade, nunca foram encontrados quaisquer traços ou pistas que indicassem como foram feitos ou por quem.

Não há pegadas de pessoas, ou marcas de pneus de veículos, nem sinal de que as plantas em seu interior tenham sido manipuladas por humanos. Simplesmente, os círculos surgem do nada, portando uma mensagem inexplicável e desafiando nossa inteligência e tecnologia.

Duas organizações vêm fazendo estudo do solo dos círculos. Elas são o Center for Crop Circles Studies in England e uma organização conhecida como ADAS Ltd., trabalhando com o Ministério da Agricultura Inglês. Uma das coisas que eles descobriram é que os solos adquirem uma quantidade anormal de hidrogênio após cada formação. O único modo desta quantidade de hidrogênio aparecer assim seria se o solo recebesse uma carga elétrica extremamente forte.

A origem do fenômeno é bem mais complexa. Alguns estudiosos ingleses encontraram na capa de um tablóide londrino, datado de 22 de agosto de 1678, uma narrativa que faz menção à lenda do “Demônio Ceifador”, relatando a existência de misteriosos círculos nas plantações inglesas já naquela época.

Em outros casos, pessoas foram condenadas pela igreja por utilizar grãos provenientes dos círculos pra celebração de rituais de fertilidade.


Também foram relatados casos nas décadas de 1930 e 40, alertando sobre o fenômeno.

Com o passar dos anos as figuras foram se tornando cada vez mais complexas, primeiro eram circunferências simples, depois surgiram circunferências duplas, triplas, quádruplas, quíntuplas, círculos com anéis, figuras triangulares, ovais, espirais, etc. e assim o mistério continua, os círculos viraram símbolos e depois figuras complexas e extraordinárias.

E com o aumento na quantidade e complexidade das figuras a cada ano, ficava evidente que aqueles misteriosos desenhos jamais poderiam ser feitos por mãos humanas, pois mesmo que tivesse uma multidão de pessoas desocupadas e interessadas em produzir tal fenômeno não iriam dar conta das centenas de círculos que já viam sendo catalogados em todo o interior da Inglaterra.

Com tal aumento na complexidade dos chamados Círculos Ingleses, ficou descartada a teoria inicial de que os círculos seriam simples marcas de trens de pouso de naves alienígenas.

Ufólogos, geólogos, biólogos, matemáticos, físicos, astrônomos e céticos se revezam no mundo inteiro para tentar explicar este fenômeno, alguns com bons argumentos, outros chegam a ser ate ridículos, como a história divulgada pela TV Inglesa no final de 1991, de que dois velhinhos Doug e Dave, teriam feito tais desenhos durante a noite usando a simples técnica de puxar uma tábua amarrada a uma corda por sobre os trigais. Logo os céticos do mundo inteiro deram como encerrado o problema e desvendado o mistério.

Mas o que ocorreu nos anos seguintes foi uma explosão do fenômeno (mais de 3000) por regiões tão distantes e de forma tão acelerada que a dupla de velhinhos já não era capaz de realizá-los, exceto pela imaginação.

Quando perguntados sobre as técnicas empregadas, muitas vezes titubeavam e não conseguiam dar explicações consistentes sobre as construções das imagens e muito menos sobre sua execução.

Descartando completamente a hipótese dos céticos sobre a autoria humana das imagens e voltando-se ao fenômeno original, observamos que as formações seguem padrões de geometria euclidiana, com complexas formas e motivos, atualmente com várias manifestações baseadas em geometria fractal e simbologia matemática, rica em mensagens codificadas sobre lavouras de grãos ao redor do mundo.



Mas o que temos de concreto até o momento?

1. Sabemos da pesquisa científica que eles são formados (as genuínas formações) por uma energia capaz de alterar a estrutura molecular da planta sem danificá-la. Além disso, também é capaz de alterar a taxa de crescimento e o seu padrão.



2. A energia envolvida parece ser benigna, mas sua natureza ainda é desconhecida.

3. Algumas formações irradiam uma onda de aproximadamente 5.7 Hz no espectro eletromagnético.

4. Ocorrem às vezes paralelamente ao avistamento de Ovnis.

5. Mesmo após a colheita, a forma dos círculos tem permanecido na terra durante pelo menos seis meses em alguns casos. Isto não pode ser conseguido por “formações na colheita” feitas por humanos.



6. Em algumas das formações, bússolas giram denotando uma anomalia magnética presente.

7. A plantação fora da formação não exibe as mesmas características encontradas dentro do círculo.




8. Não há nenhum nível de consistência. Em algumas formações temos o fator som, as anomalias magnéticas e impressões no solo, mas isto não quer dizer que iremos encontrar as mesmas características na próxima formação. Ainda assim, pode-se mostrar que os novos círculos fazem parte de uma formação genuína.




9. Se nenhum ser humano entrar na formação, a colheita (plantação) continuará crescendo e o fazendeiro não vai perder qualquer grão.




Assim, o que nós temos? Lindos padrões geométricos nos campos que desafiam nossas leis de lógica, da física e argumentos.
Mas eles continuam aparecendo pelo mundo afora! Eles parecem ter um profundo efeito espiritual em todos os visitantes ou pesquisadores. Talvez, se nada mais houver, esta seja a razão da sua existência.





Olhando de perto




“Para cada coisa que acredito saber, dou-me conta de nove que ignoro.” (Provérbio Árabe)
Mas o que os cientistas dizem a respeito? Existe algum trabalho sério sendo conduzido neste campo?

O que se tem realizado são pesquisas ainda incipientes e nenhuma com respaldo de grandes instituições.

Entretanto com a multiplicação do fenômeno acredita-se que mais cientistas voltem os olhos para o fenômeno e tenham iniciativa para realizar estudos aprofundados.

Nos últimos meses, alguns pesquisadores tem se voltado para decifrar os códigos matemáticos impressos nas imagens.





O resultado tem sido fascinante. Muitas das imagens produzidas este ano foram relacionadas a eventos astronômicos, como o eclipse de 1º de agosto, onde vemos várias alusões ao alinhamento planetário.





Outra fascinante descoberta foi realizada pelo astrofísico Michael Reed em decifrar uma imagem aparecida em julho deste ano próxima ao castelo Barbury, em Wilts, que continha claramente os dez dígitos do número Pi, a mais ubiqua de todas as constantes matemáticas. Segundo ele,


“O pequeno ponto próximo ao centro representa o algarismo decimal, o décimo dígito foi corretamente aproximado, os segmentos angulares representam os dígitos com o salto do raio, de acordo com o valor de cada um, e começando por contar desde o centro, obtém-se exatamente o valor dos dez primeiros dígitos de pi: 3.141592654″








Outro aspecto fascinante das manifestações é a marca deixada nas plantas. As alterações biofísicas são de um grau desconhecido na sua origem, mas algumas simulações demonstraram que a aplicação de alta carga energética pode produzir efeitos semelhantes na estrutura das plantas.





Outros estudos tem sido conduzidos por biofísicos e biólogos moleculares no tocante à estas alterações, bastante peculiares e também impossíveis de serem produzidas por mãos (ou pés) humanos.




Alguns estudos comprovaram alterações na parede celular das plantas, bem como alterações cromossômicas e embrionárias nas sementes. Entretanto até o momento nenhum estudo amplo foi publicado.





.








Conforme estas imagens produzidas na Polônia, onde um círculo foi observado em agosto deste ano, as características são semelhantes as demais manifestações, onde as plantas são “dobradas” a mais ou menos 20% da altura, produzindo nódulos no caule com detalhes interessantes, formando um “cotovelo”, que pode ser desenvolvido pela própria planta por pressão de crescimento, porém de forma muito mais lenta do que o ocorrido nas aparições, e nunca na mesma altura da haste e na direção paralela ao solo.





Indo além nas explicações





Testemunhas oculares que presenciaram formações alegam que os desenhos são frutos da manifestação de bolas luminosas, que podem estar agrupadas ou só, onde flutuam sobre as plantações geralmente durante a madrugada. 

Um vídeo controverso produzido por uma testemunha mostra uma formação em tempo real do círculo pelos ditos ovnis. Numa velocidade surpreendente, o desenho formado pelas plantas dobradas apresenta as mesmas características dos círculos autênticos. Este vídeo esta disponível aqui.





Todavia parece que este é o único material produzido em vídeo até hoje sobre o fenômeno, embora multidões de pesquisadorese curiosos tenham tentado registrar estes eventos. Sempre ocorrem fatos inexplicáveis, como alterações no equipamento, descarga das baterias e até esquecimento de por a fita na câmera (sic).





Partindo do pressuposto de que as formas geométricas são originárias de manifestações energéticas desconhecidas, as bolas de luz ou quaisquer outro objeto voador não identificado traduz nossa total ignorância sobre física, principalmente após um século de descobertas quânticas. Descobiu-se que nosso universo é permeado por uma energia infinitamente maior e desconhecida: a chamada energia negra.

De fato, esta energia não é escura, e foi apenas um nome escolhido para representá-la, talvez por ser escura para nosso entendimento.




Segundo a renomada bióloga evolutiva Elisabeth Sahtouris, o universo é permeado por formas de energia criativa, presente em todo o cosmos, que diz ainda:



We must collectively recognize what western science is only now discovering: that humanity and the rest of our living world are embedded within a far greater and fundamentally different reality than is encompassed by our current scientific worldview or paradigm. We are replacing the view of a non-living material/ electromagnetic universe with a greater non-physical reality of conscious intelligence as the never-ending source of scientifically known energy and matteria cosmic source that has been known in many human cultures from ancient times. It is fundamentally conscious and creative, transforming or transmuting into material universes and other creative ventures.”



Talvez estes fenômenos representem uma ótima oportunidade para a humanidade dar um salto significativo em seu desenvolvimento, não apenas pensando em que algo “extraterrestre” seja responsável pela salvação de nosso destino, mas que isto apenas está em nossas mãos, como nunca antes…


Alerta OVNIs Ufos



Pelo menos na imaginação de muita gente, os objetos voadores não identificados são naves de outros planetas. A ciência não leva isso a sério, mas algumas aparições nunca foram bem explicadas. Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso


leia mais...

Símbolo do Círculo de Colheita dos "Sete Anjos do Apocalipse na Terra" aparece nos campos de Ackling Dyke, Dorset (UK)

Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra
Um círculo espetacular apareceu em 4 de junho de 2018 em um campo de trigo em Ackling Dyke, perto da cidade de Sixpenny Handley em Dorset (Reino Unido). O agroglifo com um diâmetro de mais de 100 metros, foi sobrevoado pelo pesquisador drone Matthew Williams, que geralmente grava vídeos espetaculares do Crop Circle aparecendo na Inglaterra. Segundo os pesquisadores, o Círculo da Colheita representa o símbolo dos "Sete Anjos do Apocalipse na Terra".
Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra 01
Segundo Jonas Passos, o treinamento é um modelo familiar, iniciático e alquímico que fala de transformações. Alquimia dos sete metais, a Alquimia dos Sete Anjos no Apocalipse da Terra . "Aqui podemos ver a representação de um grande círculo com uma estrela de sete pontas no centro, talvez representando os Sete Anjos, com 14 compartimentos no perímetro externo da estrela, contendo espirais de 4 voltas. Apocalipse 14: 4! E olhe para a pequena colina, o Monte Sião, antes dos 144.000! Apocalipse 7, o selo de 144.000. As sete trombetas já começaram a tocar. À primeira vista, um símbolo do processo global atual, as transformações que se aceleram. O trabalho dos sete anjos, a estrela da amargura no mundo ".
Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra 02
"Antes de tudo, é importante saber que a estrela de sete pontas, além da estrela de oito pontas, é um símbolo iniciático da antiguidade, porque o número sete foi consagrado a Deus, ao espiritual e é um número total: sete dias de criação, sete anjos, sete selos, sete trombetas e sete taças do Apocalipse, sete igrejas e sete estrelas na mão do Senhor, etc. E no mundo físico, sete cores, sete notas musicais, sete dias da semana, sete metais de alquimia, sete planetas, etc.
Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra 03
Observe o dia profético de Israel, 14 de maio. A estrela é cercada por 14 compartimentos, e a imagem separada de cada círculo e duas ondas parece sugerir um anjo: os sete anjos em ação na alquimia da transformação planetária conhecida como APOCALISSE! Outros círculos nas plantações com a estrela setenária apareceram antes dessa formação nos últimos anos, com mensagens importantes ".
Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra 04
Ainda de acordo com Passos, o circulo da cultura raèppresenta então os Sete Anjos ao redor da Terra que acelerarão suas transformações. Também esta Sete Estrelas parece representar que a humanidade entrou nos famosos Sete anos de transformações finais antes do Apocalipse. Talvez uma coincidência que o Vulcão de Fogo na Guatemala tenha explodido na noite de 3 de junho de 2018, enquanto na Inglaterra surgiu o círculo de trigo do Dyke de Ackling?
-
O retorno dos povos estelares
-
De acordo com o pesquisador da Red Collie (Dr. Horace R. Drew), o novo ciclo de colheita de Ackling Dyke em 4 de junho de 2018 relembra uma cena de um filme chamado "The Arrival" (2016). "Os" eptapods alienígenas "logo chegarão à Terra, ou será apenas uma piada inteligente dos artistas ou criadores dos círculos? E se é verdade que os alienígenas chegam, estes são amigáveis ​​e se apresentam na Terra planejando o futuro próximo? Talvez possamos dizer, estudando os detalhes desta foto do circulo, ver quando exatamente poderia ser? "
Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra 06
" O novo agroglyph de Ackling Dyke de 4 de junho de 2018 mostra uma" estrela de sete pontas ", com" pequenas jóias redondas "e símbolos aztec-maias para" calendário "em todo o lado de fora. Cada um desses símbolos astecas-maias parece representar um ano de 360 ​​dias, ou um "tun" em seu calendário de contagem longa. Podemos dizer que o significado exato desses símbolos, comparando-as com símbolos semelhantes tiradas do lado de fora, poderia representar o "Cabeça de Quetzalcoatl" similar ao do pictograma de 5 de Julho de 2009 (no painel inferior direito no slide mostrado acima).  
-
Esta foto também parece representar uma paródia cômica de um filme de ficção científica de 2016 chamado "Chegada". Nesse filme, "eptapods alienígenas" (um pouco como polvos altamente evoluídos) vêm à Terra em uma frota de grandes naves espaciais. Então, eles tentam se comunicar com os humanos na Terra, pulverizando "círculos de tinta" muito moldados pelos tentáculos de sete pontas que eles usam para "mãos". Talvez alguma relação com o verdadeiro fenômeno de "cro p círculo"? "
Símbolo do Círculo de Colheita dos Sete Anjos do Apocalipse na Terra 07
" Agora, se os atuais extraterrestres planejam chegar em breve na Terra, criando assim uma verdadeira" Chegada ", podemos dizer que, estudando os detalhes complexos dessa imagem da cultura e suas características de paisagem ao redor, quando exatamente poderia ser? Vamos ver se realmente esses círculos nas plantações são realmente proféticos. "Graças ao site www.cropcircleconnector.com para a disseminação de imagens.
leia mais...

Crop Circle, apareceu em um campo de trigo em Long Wood, perto de Littleton em Hampshire (Reino Unido)


Um belo e interessante pictograma apareceu em 3 de junho de 2019 em um campo de trigo em Long Wood, perto de Littleton em Hampshire (Reino Unido). A formação de cerca de 80 metros de diâmetro impressa no campo, parece representar um "Triskelion Celtic" ou um Triskele Celtic.




.

O Triskele Celta ou Triskell é um símbolo que inclui múltiplos e profundos significados. O termo em si é a derivação grega e literal de "três pernas". Olhando para isso, já se pode ver um primeiro sentido: o movimento eterno, um ciclo que renasce, destrói e regenera constantemente, inscrevendo-se em si mesmo. A ciclicalidade é lembrada pelos três círculos que substituem as espirais, nas quais os três braços ganham vida, bem como de todo o símbolo que, girando em seu centro, inscreve um círculo contínuo.

.

Seu signo inclui em si o simbolismo do número três, considerado por muitas culturas o símbolo símbolo da perfeição, onde o termo perfeição significa não algo alcançado e estático, mas algo que é perfeito porque é transformado e criado.



imagens tiradas de: www.cropcircleconnector.com

.

A perfeição vai "criar": sejam pensamentos, gestos, projetos, ações, os Três reúnem o impulso criativo do Um com a aceitação e a fertilidade dos Dois, fazendo com que essas duas forças harmoniosas estejam prontas para se expandir. Três é o impulso de sair de si mesmo, de agir de fora, é a vontade de crescer, o convite para o trabalho, de progredir no desenvolvimento pessoal.

.

O Triskele Celta também indica os três mundos da cultura Druida:

O Mundo do Além, onde os deuses e deusas vivem;
O mundo mortal da vida terrena;
O mundo celeste, onde as energias invisíveis se movem como forças elementares.




.



imagens tiradas de: www.cropcircleconnector.com

.

A geometria sagrada em sua forma mais pura, o Sagrado Três, as Três Luas, três Marias, enfim, uma nova ênfase na Triangularidade do Universo binário em equilíbrio, também marcada na data e, além do dia 3, a soma total da data é 21, o que adiciona 3. Este novo círculo de colheita é realmente impressionante. Três círculos, perfeitamente desenhados no campo. Toda a imagem é cheia de harmonia, como a Santíssima Trindade. No centro do círculo de colheita há um sinal especial, que é a semente da vida.

leia mais...

Crop Circles são mensagens ocultas deixadas por alienígenas ou viajantes humanos do tempo

crop circules
O Dr. Horace Drew, que tem um PhD em Química da Caltech, diz que as espécies exóticas avançadas podem usar plantas para se comunicar pacificamente com seres humanos. Círculos CROP são reais e contêm mensagens ocultas de estrangeiros ou viajantes humanos tempo, um cientista alegou
O Dr. Horace Drew, 61, também sugeriu que os fenômenos misteriosos são um método que os seres extraterrestres estão usando para tentar se comunicar pacificamente com a raça humana.
image
O Dr. Horace Drew diz que os círculos de colheita podem conter mensagens ocultas de alienígenas.
Dr Drew, que tem um PhD em Química do prestigiado Instituto de Tecnologia da Califórnia, fez as alegações na UFO & Paranormal Research Society da Austrália na quarta- feira passada.
Ele revelou que teve um fascínio por toda a vida com UFOs depois de ver um não identificado, prata e sem janelas artesanato pairando perto de sua casa como um 10-year-old na Flórida, EUA.
Ele se mudou para a Austrália na década de 1980 e tem estudado círculos de culturas há 20 anos.
image
O cientista diz que eles também poderiam ter sido criados a partir de viajantes do tempo.
Ele disse que o estudo dos arranjos peculiares da planta tinha levado "a pelo menos um grande avanço a descoberta de um código binário mais avançado do que nossos computadores usam atualmente".
Além disso, outros círculos de colheita "mostram imagens esquemáticas do futuro para eventos astronômicos ou humanos".
Os céticos dizem que os círculos das colheitas são feitos provavelmente por seres humanos com alguns até mesmo tentando enganar o público em geral como os brincalhões Doug Bower e Dave Chorley fizeram.
Em 1991 o par inglês tomou o crédito para a maioria dos círculos da colheita encontrados em Inglaterra do sul desde 1978 e enganou mesmo entusiastas dedicados do círculo da colheita como parte do hoax com os meios.
Dr. Drew diz que desenvolveu pelo menos duas teorias sobre círculos de culturas. A primeira é que são mensagens deixadas por espécies alienígenas tecnologicamente avançadas tentando se comunicar conosco.
Ele disse: "Quando os humanos querem conversar com os golfinhos, colocamos pequenos círculos de bolhas sob o oceano com um gerador. Nós observamos os golfinhos vir acima e jogar e investigar, e nós os estudarmos. "
image
Dr. Drew viu pela primeira vez um OVNI com 10 anos e estudou círculos de culturas há 20 anos.
Ele acrescentou: "Os presidentes dos EUA nunca disseram a um golfinho:" Leve-me a seu líder, quero assinar um tratado com você "e os extraterrestres não estão interessados ​​em fazer um tratado conosco. Eles estão à nossa frente como se estivéssemos à frente dos golfinhos e das baleias. "
Sua segunda teoria é que as mensagens "não são mesmo para nós" e que são deixados por viajantes humanos do tempo de um futuro distante como marcadores direcionais.
Ele disse: "Há definitivamente seres humanos vivendo lá em cerca de 5000 anos com capacidade de viajar no tempo. Eles estão voltando e voando por toda a Terra. Os círculos de colheita parecem apenas dizer "este é um certo dia" e marcá-lo.
"Então, o problema é que não sabemos física no espaço-tempo o suficiente para entender o que está acontecendo. Está além do nosso conhecimento.

leia mais...

AGROGRAMA APARECE EM UM CAMPO EM MALABRIGO SANTA FÉ

TOMAS AIRLINES levadas por uma DRON
Por Saul AMBROSIGUM NOVO AGROGRAMA APARECE EM UM CAMPO MALABRIGO
Carina Alesso , residente em Malabrigo, entre em contato com Silvia Perez Simondini para contarsobre a aparência de um desenho em um campo da área, que já circula algumas fotos.
Dado este fato, o pesquisador em contato com o autor das fotografias, Saul Ambrosig , mesmo que foi organizado pela família Bressan , que eram os únicos que fizeram a descoberta durante a realização do campo de desenho. 
Assim, esta nova pesquisa que compartilhamos com você começa.
FICHA TÉCNICA
Caso: "Crops Circle em Malabrigo" 
Data da descoberta: domingo 09 de outubro de 2016 
Autor da descoberta: irmão Raul Bressan. 
Proprietário do Terreno: Sr. Bandini 
Data de tirar fotos: domingo, 21 de Outubro de 2016 
fotografias e vídeo: Saul Ambrosig
VIDEO COM O ESTADO DE PAUS 
realizado por Sebastian Bressan
desenvolvimento:
Todos esperavam que o aparecimento dos desenhos em Chicoana Salta, no entanto, isso não aconteceu. Malabrigo novamente faz a sua aparição no mapa do mistério com a queixa de um novo agrograma em um de seus campos, como o que aconteceu no ano passado.

Clique para ampliar atrás
Desta vez, o campo, na verdade, está localizado cerca de 2000 metros da cidade, de acordo com Bressan Raul diz a ele para Simondini pesquisadora Silvia Perez, que é a pessoa geralmente torna as tarefas rurais. No entanto, para a convalescença de saúde, seu irmão é que o substitui neste trabalho.

Clique para ampliar atrás
O irmão de Raul, que estava inspecionando o campo, observa que uma enorme quantidade de pombas (pombos) foram bicadas em um setor particular. Isto chama sua atenção e se aproxima do lugar para ver o que foi que atraiu aves. Foi lá que descobre, o trigo acamado (deitado), como se um grande vento tinha colocá-lo dessa forma. O que foi elaborado no campo era grande e mostrou uma grande prolixidade no esmagamento. O desenho é de cerca de 80 m de diâmetro e foi muito perfeito.
rapidamente traz à sua memória o que aconteceu no ano passado em outra área da área mostrando a mesma estranheza. Pois, as suas tarefas no campo e assim decide chamar Saul para tirar fotografias de que ele tinha encontrado.
Saul Ambrosig, é avisado em 16 de outubro (domingo), mas, recentemente, pode ir em 21 de outubro (sexta-feira) para o campo para o que chamamos hoje, um excelente levantamento de fotografias por terra e ar. Eu uso para ele, um drone, que mostra de ar com perfeição a dimensão e forma do desenho.
Além disso, graças a seus comércios, informo Visão UFO pesquisador com os participantes diretos do caso para acessar as informações em primeira mão.
Mais informações sobre o caso
O curso é de 2.000 metros. cidade, e cerca de 1000 mts., pegada do ano passado e, como já mencionado é de propriedade do Sr. Bandini.
A semente de trigo e é Raul Bressan confirmou que não há estudos anteriores do solo para este período, mas antes, se qualquer, dando uma taxa de 7 ou 8 partes por milhão de os elementos da terra.
Silvia pergunta sobre a condição das varas de trigo para que respostas Don Raul que estavam dobrados, não em todos quebrado, apenas a mentir.
Seu filho Sebastian trigo também tirar fotos para mostrar o seu pai, onde atraiu a atenção dele quando ele foi sugado de cima em um pequeno setor do trigo. Não é como uma revolta muito raro.
Como uma nota, Raul, note que o passado no campo da Nardin ano, não tinha percebido pegada. Thresher eles passaram por uma parte do desenho e percebeu que havia algo diferente, algo estranho. Isso explica por que tinha imperfeições. Por outro lado eu não tenho fotos aéreas, mas assumiu o Thresher.
O ESTADO DE PLANTAS NA PEGADA
Agradecemos a Informação fornecida por:

SAUL AMBROSIG  CARINA Alesso 
RAUL BRESSAN 
SEBASTIAN BRESSAN
leia mais...

RANDOM

 
Copyright © 2014 UFOLOGIA ORIGINAIS • All Rights Reserved.
Template Design by UFOOVNI • Powered by Blogger
back to top